As fronteiras aéreas e os estrangeiros | #ViajandoNasNotícias

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Kitesurf Barra Grande do Piauí

Depois de 120 dias, o Brasil volta a permitir a chegada de estrangeiros. Mas só por via aérea, e desde que os voos não tenham como destino os estados do Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins, Paraíba ou Rio Grande do Sul.

(Se alguém aí conhece algum voo internacional direto a Porto Velho ou Palmas, por favor nos informe por mensagem direta.)

A medida foi justificada para "ajudar na retomada do turismo". Sei. O mundo inteiro está louco para vir correndo ao país vice-campeão em casos de coronavírus, com a curva de contágio ainda em ascensão... Conta outra.

Apesar da justificativa infundada, a medida é correta. Não há mais nada a temer: já temos transmissão local no país inteiro.

Com as fronteiras aéreas reabertas, cai a burocracia para estrangeiros fazerem viagens de negócio ou por motivos pessoais. Um pequeno aumento de demanda já pode estimular as cias. aéreas a aumentarem a frequência dos voos, que caiu a níveis mínimos. (Atualmente, até os poucos brasileiros que têm permissão para viajar ao Hemisfério Norte sofrem com a falta de conectividade.)

E existe de fato um nicho do turismo que pode se beneficiar com o fim das restrições: o kitesurf da costa dos da costa dos ventos do Nordeste. Se os destinos entre o Maranhão e o Rio Grande do Norte forem suficientemente rápidos em divulgar a queda de casos de covid por lá, talvez ainda consigam salvar a temporada, que começa agora em agosto e vai até dezembro ou janeiro.

Publicado em 30/7/2020

Leia todos os textos da Quarentena VNV aqui.

5 comentários

BRUNO MORAIS
BRUNO MORAISPermalinkResponder

Em contrapardida, tenho viagem pra primeira semana de setembro pra Argentina, e pelo jeito sabe se lá quando irei passear por Bueno Aires... ooo vida!!

OTTACILIO EDUARDO FERREIRA

Olá! Estou muito preocupado por conta da minha viagem para a Argentina em 1º de setembro. Ficarei os dias 1º e 6 em Buenos Aires. Os outros dias, passarei em Bariloche. Todas as minhas reservas estavam confirmadas, contudo, recebi uma mensagem do hotel Rendez Vous, para que eu cancelasse sem custos a minha diária do dia 1º (fiz a reserva pelo Booking e posso cancelá-la sem custos até o dia 31 de agosto). O motivo seria uma suposta proibição à abertura do hotel, por conta da pandemia. Achei estranho. Argumentei que os outros hotéis não impuseram qualquer restrição. Tenho reserva no Hilton para o dia 6 de setembro, então não seria uma problema local de Buenos Aires. O Lirolay, em Bariloche, inclusive já debitou 50% do valor da reserva. Pesquisei na internet e não encontrei qualquer proibição. Por sinal, o Rendez Vous, em seu site oficial, continua fazendo reservas sem qualquer problema. Muito estranho isso. Temo que esteja surgindo algum preconceito contra os brasileiros, por conta do descontrole da pandemia no Brasil.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ottacilio! As fronteiras da Argentina estão fechadas para brasileiros. Ainda não há previsão de data de reabertura. Prepare-se para ter que adiar/cancelar a viagem toda.

Marina Domingos

Bom dia!!! eu estou querendo viajar para a Jamaica no final de outubro...não encontrei dicas aqui no site e nem consegui descobrir se os brasileiros podem entrar lá por causa da Covid....alguém pode me ajudar? Cadê aquele link da Iata? obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marina! Não temos conteúdo sobre Jamaica. É um destino que pratica a homofobia abertamente, mesmo estando numa região do mundo onde isso não tem sequer justificativa religiosa. Não temos nenhuma intenção de incluir o destino, desculpe.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar