30 dias entre Egito, Jordânia e Israel: como você dividiria?

JerusalémO Erick quer ir em fevereiro pro Oriente Médio e zanzar por 30 dias.

Mesmo depois de xeretar tudo o que tinha por aqui, e ainda devorar os posts da Dri Miller do Dri Everywhere, da Fê Costta do Viaggio Mondo, da Mirella do Mikix e do Arthur do Agora Vai, ele ainda não conseguiu terminar a sintonia fina do seu roteiro.

De definido, por enquanto, só o início da viagem: depois de visitar o Cairo e Alexandria, o Erick vai voar a Luxor e pegar um cruzeiro pelo Nilo até Assuã. Ele quer fazer toda essa parte em doze dias.

As paradas de Jordânia e Israel, no entanto, ainda estão em aberto.

E você? Acha que doze dias são suficientes para a primeira parte da viagem? E como você distribuiria os 18 dias restantes entre Israel e Jordânia?

Conta pra gente!

Leia também:

Jordânia no Agora Vai, por Arthur Higiróez

Egito no Dri Everywhere, por Dri Miller

Jordânia no Dri Everywhere, por Dri Miller

Israel no Dri Everywhere, por Dri Miller

Israel no Mikix, por Mirella Mathiessen

Egito no Viaggio Mondo, por Fê Costta

Israel no Viaggio Mondo, por Fê Costta

Jordânia no Viaggio Mondo, por Fê Costta

Egito pro Arnaldo, by Sylvia Lemos por Ricardo Freire

Israel: os diários hilários do Vitor Knijnik por Ricardo Freire

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem


77 comentários

Obrigado pelo post, Riq! Já começou a ajudar.

No Egito, minha idéia inicial é ir para o Cairo e para Alexandria (um dia apenas), depois voar para Luxor e de lá embarcar em um cruzeiro até Aswan. Acho que isso vai me consumir uns doze dias. Tenho o resto do tempo para dividir entre Jordânia (quero ir além de Petra) e Israel. Ainda não resolvi as cidades com certeza porque estou com dúvidas de roteiro. Tudo ainda pode mudar.

Minhas dúvidas são sobre a melhor ordem de cidades, principalmente onde é melhor terminar cada país para cruzar a fronteira. Eu não queria, por exemplo, terminar o cruzeiro em Aswan e ter de voltar para o Cairo para voar para outro lugar. Queria seguir uma ordem lógica, na medida do possível.

Alguns sugeriram Dahab. Pareceu-me bem interessante, mas onde incluir essa cidade, antes ou depois do cruzeiro Luxor-Aswan? Chegando lá como?

Pessoal, e sobre o clima em Israel e na Jordânia? Essa viagem começou pelo Egito, para onde todo mundo recomenda ir em janeiro e fevereiro mas depois resolvi ir estendendo e terminei nem pensando muito nessa questão do tempo. Chove muito? O céu fica aquela coisa cinza, que nem na Europa?

    Erick,

    eu incluiria depois de Aswan. Da pra ir de aviao ate Sharm-el-Sheik e pegar o transfer para Dahab que pode ser sua base para o mergulho e a ida ao Monte Sinai.

    Dai partiria para Jordania e Israel.

    Abs

    Janeiro e Fevereiro aqui no Egito pode ser frio pela manha e a noite (algo em torno dos 14). Chuva eh muito raro mas pode acontecer, mas por exemplo em Dahab a agua estara bem fria.

Acabei de chegar de uma viagem parecida. Fiz Egito, Turquia e do Egito peguei um tour para Israel e Petra (Jordânia). Como já comentaram, eu adicionaria Dahab no Egito. Dá para subir o Monte sinai e ver o nascer do sol (lindo! Tirei fotos excelentes!) e ainda mergulhar no Mar vermelho. Sem falar que fica bem próximo a fronteira com Israel. Se ainda tiver um tempinho, pense em ir ate Abu Simbel. Dá pra pegar um voo de Asuan de manha e voltar algumas horas depois. Achei o lugar impressionante!
Relatei esta viagem no blog expressoprooriente.blogspot.com e aos poucos estou colocando algumas fotos.
Quanto ao problema do carimbo de Israel no passaporte, como algumas pessoas levantaram, você pode pedir para carimbar numa folha separada, como eu fiz. Eles me perguntaram pq e eu disse que pretendia fazer uma outra viagem onde iria do Oriente Médio até a Ásia por terra. Nunca diga o real motivo! Eles carimbaram numa folha separada sem problemas (e eu passei duas vezes pela fronteira). Conheci um argentino nesta viagem, que teve problemas na entrada em Israel por ter carimbo de outros paises do Oriente Médio no passaporte, como a Síria.

    O problema do carimbo eh que alguns paises arabes nao concedem vistos ou entrada para que esteve em Israel. Como sabem disso? Olhando o carimbo em seu passaporte. Se tua ultima parada eh Israel e nao pretendes visitar outros paises arabes nos proximos anos, tudo bem, mas fora isso podes ter o carimbo de Israel sem problemas. Os paises que normalmente nao aceitam sao Siria, Libano, Ira, Arabia Saudita, UAE, Yemem etc.

Eu tb tou planejando uma viagem pra essa parte do mundo pra Abril. Jah comprei passagens e reservei hoteis. O meu roteiro ate agora eh:
Cairo – 4 dias
Alexandra – 1 dia
Amã – 2 dias
Mar Morto – day trip de Amã
Petra – 2 dias
Jerusalem – 3 dias
Tel Aviv – 2 dias
Istambul – 6 dias (talvez um day trip pra algum lugar)

Fiz esse roteiro pois consegui passagens por milhas pra os trechos Washington-Cairo-Istanbul-Washington e tb todos esses lugares, com excecao de Jerusalem, tem Marriotts e/ou Ritz Carlton e consigo um desconto muito bom nessa rede. Ate agora fiz o roteiro baseada soh no mapa mesmo, mas nao vi o que tem pra fazer alem do obvio em cada uma das cidades. Soh espero que de tudo certo qto a questao de vistos e que nao tenham maiores conflitos, principalmente no Egito.

Safed ou Tzfat foi muito bem lembrada pelo Ernesto. Fica num lugar mais alto, com uma vista privilegiada e é(e foi) o centro da Cabala séria- off show.

Fui a jordânia em 2008 e aconselho pelo menos 2 dias para Petra. A capital do país, Amã, tb é muito bonita e tem muita coisa p ver. Próximo a Amã tem Jerash e Aqaba, a primeira com ruínas romanas conservadas e a segunda tem antiga tradição em mosaicos. Não deixe de fazer o passeio para o MOnte Nebo, é muito lindo!

Tambem acho que não se justificam 10 dias na Jordania.

Minha sugestão seria alugar em Tel Aviv, e devolver em Jerusalém (onde não se precisa de carro), indo para Ako, Safed (que e a Cidade mistica da Cabala, muito interessante e pouco conhecida, o mais interessante é ir numa sexta feira), Galileia, Massada,Rio Jordão ( A cena dos peregrinos chegando lá é emocionante) Mar Morto, e Eilat ( e de lá para a Jordania, e Petra, deixando o carro 2 ou 3 dias num estacionamento).

Outra sugestão e se hospedar por uma noite em um kibutz, para conhecer este modo de vida israelense, que infelizmente está acabando.

Aconselho a verificar bem como está a situação real no Egito, com jornais locais, serviços estrangeiros, etc.. antes de bancar um pacote para lá.

A parte palestina perto de Jerusalem ( Belem) tambem e interessane, mas também recomendo checar como estão as coisas por lá antes de ir.

Cuidado nos taxis, veja se estão usando o taximetro, e se o preço é o correto, sempre pergunte para um local, pois tive alguns problemas.

No mais e uma grande experiencia.

Fiz essa viagem com a minha mulher neste ano entre abril e maio. Nao tenho nocao de como e o clima em fevereiro mas quando fui pegamos bastante calor durante o dia e frio tranquilo a noite. Nosso itinerario nao foi o mais racional pois inicialmente fariamos so Israel e Egito. Incluimos Jordania (Petra) so depois.

Achei muito boa a ordem do roteiro no Egito pq vai num crescendo de uau! 🙂 Apesar de ter sido colocada como fechada a parte do Egito eu pessoalmente nao gostei de Alexandria. Comecaria direto pelo Cairo, desceria ate Luxor, indo ate Assuã e incluiria a peninsula do Sinai que pra mim e um dos pontos altos. A cidade de Sharm-el-Sheik ja esta muito explorada (tem ate Hard Rock Cafe). Fomos para Dahab, que fica a uma hora de carro e é muito bonita e mais tranquila. A regiao e linda pra mergulhar e se vc tiver pique sugiro fortemente a subida do Monte Sinai para assistir de la o nascer do sol. A experiencia e inesquecivel.

Do aeroporto de Sharm-el-Sheik tem voo pra Aman. So fui a Jordania para ver Petra, como falei. Hoje eu faria diferente. Iria ate Aman, desceria passando pelo mar Morto (os hoteis sao infinitamente melhores e mais baratos que do lado de Israel), Petra, deserto do Wadi rum (aquele de Laurence das Arabias) e cruzaria a fronteira para Israel de Aqaba para Eilat. Subiria de carro passando pelo deserto Negev e mar Morto, Massada indo ate Jerusalem. Minha viagem foi mais curta que a sua e de Jerusalem fomos para Tel Aviv e voltamos para o Brasil. Mas vc tera bastante tempo para explorar o norte do pais.

Espero ter ajudado. Se quiser dicas mais especificas e so falar.

Abs

    Oi Gustavo! Eu e meu marido estamos pensando em ir para Egito e depois Israel em setembro desse ano. Em que mes voce foi? Qual a melhor maneira de ir do egito para israel?Nao estamos encontrando voos. Temos e media 15 dias no total.
    obrigada!

Passei por Israel em julho passado. Infelizmente tive apenas 6 dias, então resolvi ficar em Jerusalém e explorar os arredores. Deu para aproveitar bastante. Como disse a Michelle, o país é pequeno e as estradas são excelentes.
Certamente com todo este tempo você poderá aproveitar muito.
Eu deixaria mais dias para Egito e Israel e um pouco menos para Jordânia, pois não sei se justificaria 10 dias só lá.
Abraço.

Fui a Israel em 2003, onde mora a família do meu marido. Fiquei por 16 dias e não consegui ir a Eilat, maravilhosa região de praia no sul do país. O tempo foi curto. Tudo bem que ficamos bastante tempo em Tel Aviv, para aproveitar os familiares, mas eu reservaria, fácil, metade desse período para Israel.

O país é pequeno, mas tem cidades lindas e muita história para explorar!

Não posso falar sobre a Jordânia, que não conheço, só sei que falam maravilhas de Petra, mas deve ser um país bem interessante.

No entanto é altamente recomendável que o Erick termine a viagem em Israel, pois terá o passaporte carimbado, não importa por onde ele venha. Apesar de Israel ter relações diplomáticas com a Jordânia, o fato de ter um passaporte carimbado por Isarel pode ser visto com desconfiança por alguns *indivíduos*, como por exemplo, alguém do balcão de check-in de hotel. Não é proibido, mas pode ser um pouco desconfortável(ou não, sei lá).

Quanto a Israel, reservaria (no mínimo)3 dias inteiros(sem contar chegada e partida) para Jerusalém, pois há muito para ver. Perto de Jerusalém está a fortaleza de Massada, e logo ali o Mar Morto.
Lembrando que faz frio no Oriente Médio nessa ocasião(fevereiro) e poderá até nevar, principalmente em Jerusalém.

Mas faria um percurso ou de norte a sul ou vice-versa(apesar do país ser cruzado de um extremo ao outro em 6 horas.

Ao norte de Israel dedicaria 4 dias, visitando lugares como Ceasrea, Haifa, Nazareth, Tiberias, Rosh Ha Nikra, entre outros.

Ao sul, se gostar de mergulhar tem Eilat, do outro lado do golfo de Akaba(Mar Vermelho), onde dizem ser um dos lugares mais bonitos para quem gosta de mergulhos, mesmo os mais simples. Eu não mergulhei na ocasião. Dois dias estaria bom.

Por fim Tel Aviv, onde há bastante o que ver da “Bubble”: museus, cafés, vida noturna intensa para quem gosta de sair na “night”. Aí depende mais do que o Erick gosta mais de fazer. No mínimo 2 dias inteiros.

    O meu depoimento é bem semelhante ao da Clara. Também não conheço a Jordânia. Fiz Israel, Egito e Turquia numa mesma viagem em 30 dias. Foram 13 dias no Egito (fiz o “cruzeiro” pelo Nilo numa Felluca e subi o Monte Sinai, saindo de Dahab) e fiquei 8 dias em Israel, com incursões aos estados palestinos, inclusive uma visita à Faixa de Gaza – levada por uma agência palestina de Jersualém. Sobraram cinco dias para Istambul. Os outros quatro dias, para fechar a conta, foram gastos com chegada e saída de um lugar para o outro. Também recomendo terminar a viagem em Israel, por conta do carimbo no passaporte. Muitos países da região não aceitam sua entrada se vocer tiver um carimbo de Israel. Vai que o Erick queira mudar alguma coisa no meio da viagem, sei lá! É melhor deixar Israel por último!

    Ah… só para lembrar que você pode pedir para eles não carimbarem o passaporte. Peça para o carimbo ser num papel a parte.

    Estou indo para Israel e Jordânia em maio e gostaria de indicações de agências de turismo (no Brasil ou Israel) para fechar os passeios. Alguém tem indicações?
    Obrigada!

    Olá, Rubiana! Deixe para fechar os passeios por lá. Nos seus hotéis você terá catálogos e panfletos.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.