Adivinha pronde eu tô indo :-)

18 comentários

Vocês viram o caso do Wanderson, que está querendo desencalhar. Depois que ele arrumar uma noiva, podíamos ajudá-lo na escolha de um lugar para passar a lua de mel. Será que é um viral, Riq? ; )

Riq, se precisar de algum suporte por aqui, não se acanhe. Pode entrar em contato. Vai que precisa de um tradutor …

Olá,
Meu nome é Bruna e trabalho na Edelman, agência de comunicação da Jorge Zahar Editor.
Como o tema do blog é viagens, tenho indicação de leitura: “Ateliê Culinário para viagem – Crônicas, receitas e um pequeno guia gastronômico” de Vera Saboya http://www.zahar.com.br/catalogo_detalhe.asp?id=1171&ORDEM=A&SINOSUM=SINO. Conta com um guia com restaurantes, bares, mercados e feiras do Rio, São Paulo, Tiradentes, Nova York e Paris, lugares que marcaram a trajetória da autora.
Acredito que irá gostar!
Abraços

“Quali foi o estepô que atiçou-lhe a bucica?” Sendo o “que” um pronome relativo, não deveria ter sido usada a próclise? Ah, esqueci que é outra língua… 🙂

Desculpe, segurei-me para resistir quando li no Twitter, mas quando li aqui também foi impossível resistir! 😀

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.