Alitalia falência

Alitalia: venda adiada (e passagens garantidas) até outubro

Alitalia garantida

A novela da venda da Alitalia ainda não tem desfecho à vista. Recapitulando: em maio e em setembro de 2017, o governo italiano fez empréstimos-ponte para a Alitalia, que entrou em regime de administração especial até encontrar um comprador. O prazo final para a Alitalia ser vendida ou encerrar suas operações foi fixado em 30 de abril de 2018.

A decisão seria executada pelo novo governo italiano que emergisse das eleições de março de 2018. Mas com o malogro das eleições (nenhum partido conseguiu até agora montar uma coalização para formar um novo governo), o processo perdeu legimitidade. Com isso, o ministro da indústria — que continua no cargo até que outro governo se forme — adiou a venda em seis meses.

A Alitalia tem agora até o fim de outubro para conseguir um comprador — e o novo comprador, até dezembro para pagar o empréstimo-ponte do governo.

Ou seja: as passagens Alitalia compradas para voar até 31 de outubro estão garantidas.

É seguro comprar passagens para depois de 31 de outubro?

100% seguro não é. As circustâncias, porém, apontam para a Itália empurrar o problema com a barriga, já que os partidos que se saíram melhor na última eleição têm propostas populistas (de esquerda e de direita) e provavelmente não queiram meter a mão nesse vespeiro.

Talvez só o que acabe forçando a venda da Alitalia seja a investigação de uma comissão da União Européia que analisa irregularidades na concessão do empréstimo-ponte pelo governo. Pelas regras da União Européia, essa espécie de socorro governamental é tida como concorrência desleal.

Então é com você. Se você acha que não vai aparecer um governo forte o suficiente para liquidar a Alitalia, vá em frente. Mas se você acha que a Europa pode forçar a Itália a fechar a sua cia. aérea na falta de um comprador, não compre passagens para depois de 31 de outubro.

Lembre-se que, no caso de liquidação da cia., é bastante difícil você conseguir recuperar seu dinheiro.

O que aconteceu nos últimos 6 meses?

Desde a última prorrogação da administração especial, em novembro de 2017, a Alitalia expandiu sua malha, iniciando novas rotas e aumentando freqüências. O faturamento tem crescido, mas não o suficiente.

Três cias. se habilitaram a comprar a Alitalia — Lufthansa, easyJet e Wizzair. Todas se interessam pelas rotas, mas não querem herdar o quadro inchado de funcionários da cia.

Leia mais:


Vai por mim

30 comentários

Já estamos em janeiro 2019. Alguma atualização sobre a novela italiana?

    Olá, João! Já está claro que a coalização populista de extrema direita e esquerda vai empurrar o assunto com a barriga indefinidamente. A não ser que a União Européia dê um ultimato ou a Itália vá à falência, a Alitalia não parece mais correr risco de liquidação.

Não comprem. Viajei com eles e perderam meu carrinho de bebê. Não quiseram pagar e tive que entrar na justiça. O advogado deles disse que não tem dinheiro para pagar pois estão nessa situação de falência/venda. E que uma ordem do dono italiano para os advogados é de não fazer acordos. Então se quiserem evitar dores de cabeça, fiquem longe dessa bomba.

Comprei pra novembro de 2018. Estou apavorada!
O site é uma droga. Marco os acentos, confirmo, salvo e nada acontece. Quando entro no site novamente diz que eu não marquei os assentos! Pânico total

Tirei bilhetes para 2019 com milhas. em caso de suspensão dos voos, há como reaver as milhas ou a companhia deve me colocar em voo de outra companhia?

    Olá, José! Se forem milhas de uma cia que fechou, esquece. Se forem milhas de um programa de milhagem de uma cia. parceira, elas devem voltar para a sua conta.

Com os anos, já se foram o Mappin, Mesbla, Sears, Banespa, Pan Am, agora, vamos perder a Alitalia. Já fiz mais de 20 viagens pela empresa. Que triste

comprei uma passagem para o dia 5.12 na executiva
vou pagar a 2 parcela agora dia 15.05
Posso cancelar a compra?

    Olá, Nelson! Precisa ver as condições de cancelamento da sua tarifa. Veja: não há indício de que a cia. vá realmente ser liquidada. O alerta é para quem ainda não comprou.