arraial-dajuda-ecoresort-suites

Arraial d’Ajuda Eco: um resort pra quem não gosta de resort

Arraial d'Ajuda EcoResort Faz muito tempo que eu sou fã do Arraial d’Ajuda Eco Resort — para ser mais exato, desde 2003, quando vi que aquele hotel genérico e sem-graça (inaugurado em 1990) estava sendo transformado pelos novos donos num pequeno resort de charme. De imediato, os móveis de plástico da piscina foram substituídos por boas espreguiçadeiras acolchoadas e mesas idênticas às do Quadrado de Trancoso (só isso já faz um hotel ganhar infinitos pontos no meu caderninho). Depois o hotel adquiriu orixás de Tati Moreno (primeiramente instalados dentro do rio, depois transferidos para o jardim), que naquela época só existiam no Dique do Tororó, em Salvador.

Os apartamentos foram renovados; os restaurantes também. De quebra, este foi o primeiro resort a liberar o acesso a seu parque aquático sem custo para os hóspedes. Hoje o Arraial d’Ajuda Eco Resort oferece tudo o que se espera de um resort, e mais o que não se espera: ambientes acolhedores, música boa na piscina e acesso fácil e gratuito ao centrinho da vila do Arraial d’Ajuda.

Protocolo de higiene na pandemia – Arraial d’Ajuda EcoResort

Buffet: os alimentos estão em réchauds com tampas de vidro. Os clientes se servem depois de higienizarem as mãos na entrada. É obrigatório uso de máscara no salão de buffet.

Recreação: Atividades de recreação infantil com monitores de máscara, mas crianças não. Todas as atividades estão sendo feitas ao ar livre. Os Monitores estão atuando com crianças a partir de 04 anos. O espaço infantil Clubinho está temporariamente fechado, assim como as atividades noturnas. Aulas de tênis, caiaque, jogos e brincadeiras lúdicas acontecem ao ar livre.

A localização

Arraial d'Ajuda EcoResort

Fica num cabo — a ponta do Apaga-Fogo, na barra do rio Buranhém. Porto Seguro fica do outro lado do rio, com acesso por balsa (saídas de hora em hora na baixa temporada, de meia em meia hora nas férias; a travessia dura menos de 10 minutos, mas pode haver filas grandes na temporada). O acesso à balsa para Porto Seguro fica exatamente em frente ao portão do hotel. O centrinho de Arraial d’Ajuda está a 5 km.

O hotel oferece transporte gratuito à vila à noite (é preciso reservar lugar na recepção). Há kombis que fazem a linha balsa-vila com saída a cada chegada da balsa. Do aeroporto de Porto Seguro são 60 km pela estrada (asfaltada) ou menos de 10 km via balsa (sempre lembrando que na temporada há filas). Se não houver trânsfer combinado, recomendo pegar um táxi até a balsa (R$ 25) e atravessar com o barco do hotel, que faz a travessia gratuitamente dia e noite para os hóspedes. Deixe para alugar o carro mais para frente, quando você for fazer passeios.

A praia

Arraial d'Ajuda EcoResort

Apesar de estar na esquina do rio, a praia é voltada exclusivamente para o mar. Uma barreira de recifes próxima à areia e paralela à praia forma uma piscina na maré baixa, boa para andar de caiaque. (Mas nas luas cheia e nova, quando a diferença das marés é mais radical, o auge da maré baixa pode fazer a praia secar demais.) A proximidade do rio freqüentemente turva a água.

A praia continua para a direita (sul) e logo recebe o nome de Araçaípe. O mar por ali é mais bonito. Há barracas transadas. Minha favorita é a do Sting, que fica a menos de 15 minutos de caminhada do hotel. (A propósito: descobri esse bar em 2003 graças a uma dica recebida no resort!)

As instalações

Arraial d'Ajuda EcoResort

O terreno ocupa toda a ponta, com frentes para o mar e para o rio. O prédio principal tem dois andares (sem elevador) e foi construído paralelo ao mar. A arquitetura não tem nada demais, mas a decoração é de muitíssimo bom-gosto. Arraial d'Ajuda EcoResort O restaurante-buffet fica entre a recepção e a piscina. A piscina se estende ao longo do hotel, no centro do terreno. À direita (de quem olha para o mar) fica o kid’s club e as quadras esportivas; à esquerda, o spa e a sala de ginástica — tudo isso com vista para o mar. Um anexo à esquerda, com vista para o rio, abriga o restaurante noturno. O centro de convenções fica num prédio à parte, à direita. Arraial d'Ajuda EcoResort Arraial d'Ajuda EcoResort O parque aquático (Arraial d’Ajuda Ecoparque) fica na praia do Araçaípe, a cinco minutos de carro. O hotel oferece transporte gratuito.

Os apartamentos

Arraial d'Ajuda EcoResort
São mais de 150, todos no mesmo prédio. Você anda pouco até a piscina e não pega chuva para ir aos restaurantes. Os apartamentos standard têm vista para os fundos e decoração clean; os banheiros (que já são bastante OK) ainda devem passar por novas reformas.

Recomendo que você cacife algum dos apartamentos da categoria “especial”, que são encantadores: têm chão branco e uma salinha integrada pequena porém gostosíssima. Esses quartos entregam completamente aquele ar de Búzios baiana que fez a fama do Arraial. Arraial d'Ajuda Eco Resort Se você estiver podendo, as suítes master têm uma varandona com solário e jacuzzi.

Veja tarifas exclusivas do Arraial d’Ajuda Eco Resort no Zarpo

Piscina

Arraial d'Ajuda EcoResort

Comprida e estreita, aproveita bem o espaço entre o prédio principal e o mar. (Provavelmente, se fosse construída hoje não poderia estar tão debruçada na praia). Tem música, mas o volume não é alto; na seleção, nenhum dos hits associáveis a Porto Seguro. Arraial d'Ajuda EcoResort Não tem bar molhado, mas tem uma ilha-bar. Arraial d'Ajuda EcoResort A sauna funciona num iglu com comunicação com a piscina; você pode sair da sauna direto n’água (funciona apenas à tarde).

Kid’s club

Arraial d'Ajuda EcoResort

Está ao lado da piscina e em frente ao mar; tem três casinhas e um pequeno playground ao ar livre..

Copa do bebê

Fica próxima ao lobby. Papinhas são preparadas pelo restaurante, segundo instruções das mães.

Refeições

Arraial d'Ajuda EcoResort

A  meia-pensão inclui o jantar, mas não inclui bebidas. Arraial d'Ajuda EcoResort Arraial d'Ajuda EcoResort Como alternativa para almoço ou petisco, há barracas de praia esparsas ao longo das praias do Apaga-Fogo e do Araçaípe. (A mais bacana atualmente é a Coqueirão, mais ou menos em frente ao hotel Santa Fé; vá de kombi.)

Bebidas

Em 2011, quando visitamos, as bebidas eram Ambev e Coca-Cola. Se este item for importantíssimo na sua tomada de decisão, ligue para o hotel, porque os acordos sempre podem mudar.

Entretenimento noturno

Arraial d'Ajuda EcoResort

Fazer o footing no Arraial é o fecho mais bacana para a sua noite. O Beco das Cores tem barzinhos e ótima música ao vivo (não é aquela voz e violão triste não). Os mais jovens vão gostar do La Morocha. Há vários restaurantes no centrinho que valem você perder o jantar no hotel. O que não recomendo em hipótese alguma: pegar a balsa para ir à Passarela do Álcool, em Porto Seguro (bastante deprê, sobretudo para quem tem o Arraial tão à mão).

O spa

Arraial d'Ajuda EcoResort

Compacto, tem duas salas de massagem, duas piscinas de hidro e um solário protegido do vento, de frente para o mar.

A sala de ginástica

Arraial d'Ajuda EcoResort

Pequena mas bem-equipada, também tem vista para a praia.

O parque aquático

Arraial d'Ajuda EcoResort

Não é tão mega quanto o Beach Park de Fortaleza, mas é gostosíssimo, com toboáguas radicais e outras brincadeiras bacaninhas, como tirolesa e parede de escaladas. O acesso é gratuito aos hóspedes em todos os dias que o parque abrir (veja o calendário de 2010 aqui e o de 2011 aqui). Arraial d'Ajuda EcoResort Arraial d'Ajuda EcoResort

Os passeios

Em vans (saídas com um mínimo de passageiros) você pode ir à praia do Espelho (R$ 60), ao Rio da Barra perto de Trancoso (R$ 60), fazer um city-tour em Porto Seguro (R$ 60) e ir à reserva indígena da Jaqueira em Coroa Vermelha (R$ 60). Há um circuito de quadriciclo na mata, que termina na praia do Taípe (mas os quadriciclos não trafegam na areia, parabéns), por R$ 150 para duas pessoas na mesma máquina. Os preços são de 2011; espere pagar um pouco mais. O resort oferece transporte para a noite do Arraial d’Ajuda em três horários. Kombis fazem esse trajeto por R$ 2,50, saindo da chegada da balsa. Dali também partem ônibus de linha para Trancoso (uma hora de viagem; informe-se sobre os horários para não perder a volta). Recomendo alugar um carro por três ou quatro dias para fazer os passeios pela região (Trancoso, Espelho, Caraíva, Santo André da Bahia).

Um cantinho

Arraial d'Ajuda EcoResort

Qualquer um dos quiosques à beira-rio. Ou, se você foi para uma suíte master, a sua varanda com jacuzzi. É pra você… que estava à procura de um resort à prova de axé — e que de lambuja não prende você à noite. Talvez não seja pra você… que gosta de estruturas maiores, e curte mais ficar o tempo no resort do que sair para passeios e programas noturnos. Arraial d'Ajuda EcoResort

Leia mais:

Passagens mais baratas para Porto Seguro no Kayak

Encontre sua pousada ou hotel no Booking

Veja tarifas exclusivas do Arraial d’Ajuda Eco Resort no Zarpo

Alugue carro em Porto Seguro na Rentcars em até 10 vezes

293 comentários

Hei!
Desculpe. Esperei 4 horas para que a pergunta aparecesse e como não havia entrado digitei de novo!
Aí, apareceram as duas.
Favor ignorar a primeira.
Foi mal!

Riq e trips, HELP!!!

Depois que decidi ir para Arraial, mesmo doendo por Punta Cana, apareceram diversas pessoas dizendo que no período em que pretendo ir (29/01/2011 a 06/02/2011) o lugar estaria ultra “MUVUCADO” e que com certeza me arrependeria.
Riq e/ou trips sabem me dizer se a informação procede?

    Estive no Arraial no fim de janeiro deste ano. Estava tranqüilo.

    A altíssima temporada hoje em dia em lugares longe de grandes capitais vai só até o início de janeiro, depois é retomada no Carnaval.

    Certamente Arraial vai estar menos muvucada que Búzios, Maresias, Porto de Galinhas ou Ferrugem. E com certeza absoluta vai estar menos muvucada que PUnta Cana, que só tem mega-resorts que devem estar entupidos em janeiro.

    Arraial tem farofa na praia do Mucugê, logo na descida da ladeira; no Parracho, que é uma sucursal de Porto Seguro, e na Pitinga, que também é point dos passeios de quem não está hospedado lá. O Araçaípe é supertranqüilo, porque há pouquíssimos pontos de acesso. É todo tomado por casas de veraneio e uma ou outra pousada.

    À noite o Arraial comporta alguma muvuca, porque tem estrutura. Cheio é mais interessante que vazio. Só deve ser ruim para quem está hospedado na rua do Mucugê no trecho do barulho.

    Verifique se essas pessoas realmente estiveram no Arraial nesta época; onde se hospedaram; onde foram à praia; há quanto tempo isso aconteceu. Ou se estão apenas passando adiante um preconceito contra o Arraial muito comum entre paulistas.

    Última coisa: daqui até janeiro você não vai ficar me alugando a cada insegurançazinha que pintar na sua viagem, certo? Obrigado.

    É, o Riq sabe tudo de Arraial. Como moradora e pousadeira há mais de 20 anos por aqui, posso garantir que ele está certíssimo em tudo que disse.
    Realmente época mais cheia acaba no fim de janeiro, com o início das aulas, mas o movimento continua garantindo uma noite legal.

    Sei que isso é muito subjetivo, mas acho o Arraial um dos vilarejos mais legais do Brasil. Talvez isso decorra exatamente do preconceito de que o Riq falou. O turismo de massa fica em Porto Seguro, e o tal preconceito acaba espantando um certo esnobismo que passou a povoar, por exemplo, Trancoso e Búzios (Meninos eu vi: mulheres de scarpin na Rua das Pedras (scarpin e pedras não são conceitos excludentes?) em pleno outubro o-o. O Arraial é um meio termo agradável, pois tem infra mas não lhe aplicaram Botox. Estive em início fevereiro lá e estava perfeito. É um lugar charmoso e desencanado. Tirando as cadeiras de plástico e o assédio de barraqueiros nos acessos às praias, que são pragas já quase universais, adorei.

Riq, Help!!!
Após decidir ir pra Arraial, ainda doendo por Punta Cana, encontrei um MONTE de pessoas me dizendo que no período de 29/JAN/2011 a 06/FEV/2011 arraial seria muito muvucado quase inviável e que me arrependeria amargante. Isso procede????

Super obrigadaaaa!! Valeu pelo esclarecimento, foi bom, pois assim já desisti do nordeste, aliás, do Brasil… eu vou é “descobrir a minha ilha no Caribe!!”
Beijos
Juliana

Oi Ricardo! parabéns pelo seu blog, tem sido de extrema utilidade!! Bom, eu tinha programado de ir em abril, uma semana antes da semana santa, comemorar meus 15 anos de casada em Arraial d’ajuda e Porto Seguro, “cacifando” (como vc diz!) um bom ecoresort!! Mas em quase todos os posts que li da Bahia, o comentário sobre o mar me decepcionou, ou a água é turva, ou mar forte, ou “cor de toddynho” (adorei essa!), etc.
Enfim, minha prioridade não é o hotel, mas sim O MAR! tenho loucura para ir a algum lugar com aquele mar e areia das ilhas maldivas, hehehe… Bom, a pergunta é, para não ter que ir muito longe, qual “mar” no nordeste você me sugere? (que não seja em PE, Recife nem porto de galinhas, etc, que já fomos e meu marido ficou com medo de entrar na água por causa dos tubarões… foi um stress!!) ou será que tenho q ir ao Caribe para encontrar AQUELE mar dos sonhos e não só dar muitos mergulhos, como ficar de molho?… hehehe!!
Super obrigada e mais uma vez parabéns!!
Juliana.

    Em abril dispense o restante do Nordeste, é época de chuvas. O sul da Bahia tem chuvas espalhadas durante o ano e nenhuma estação hiperchuvosa, então o comum é pegar sol e chuva em qualquer época.

    É muito difícil garantir mar perfeito no Nordeste; o mar mais bonito o ano inteiro é o da costa entre Pernambuco e Alagoas, e ainda assim, se chover demais, pode turvar.

    O forte das praias brasileiras é o ambiente, a vegetação, a possibilidade de caminhadas e, em alguns casos, o isolamento (no seu caso, praia do Espelho uma semana antes do feriado seria show).

    Mas se o que você está procurando é mar espetacular, então no Brasil as opções se reduzem a Noronha e Arraial do Cabo, com Búzios e algumas praias de Santa Catarina entrando para completar o time.

    O primeiro semestre no Caribe é perfeito.
    https://www.viajenaviagem.com/2010/04/pequeno-guia-para-descobrir-a-sua-ilha-no-caribe/

    Pretendo viajar no final de abril. Estou quase me decidindo ir pro Summerville em Porto de Galinhas. Lá chove muito em abril também???

    Preciso achar um resort com boa estrutura para crianças (o Summerville tem de sobra!!) e com boa gastronomia.

    Quais as opções paramim, considerando a época em que vou viajar? Minha intenção é curtir a estrutura de um bom resort com meu filho de 2 anos e meu marido.

    Abraços!
    Edilene

    Olá, Edilene! Veja o comentário acima que esclarece a questão do clima 🙂

Boa tarde Ricardo, estou com reserva em janeiro de uma semana no Arraial D´Ajuda Eco Resort com Map, lendo seu post fiquei um pouco preocupado em relação ao jantar, já que gosto muito do estilo buffet,com muita fartura e opções de comida, e pelo que li parece que não é assim que funciona, você por favor poderia me dar mais explicações de como é o jantar no resort? No aguardo, obrigado.

    Tem um buffet farto de saladas e entradas e três opções de prato principal e três opções de sobremesa. Achei muito melhor que buffet convencional.

    Se você quiser, pode trocar o jantar pelo almoço, que é um buffet tradicional.

Riq,

D+!
Como não consegui ir a Punta Cana com milhas estou em busca de um resort. Já havia desistido do Arraial D’Ajuda Eco Resort por pensar que dificultaria muito o acesso à vilinha. (Se for complicado meu marido não sai do hotel.) Agora, acho que vou pra lá.

A praia em frente fica sempre muito rasa ou em geral dá para um bom banho?

    Dá pra banho, mas é uma praia que fica junto a um braço de rio, sendo então água salobra, mais marrom.

    Na sua opinião qual a melhor praia com águas calmas e boa estrutura em Arraial?
    Por acaso sabe a distância entre o resort e a barraca do Sting? (Meu marido é um bocado preguiçoso e eu preciso de praia boa.)

    A praia em frente não é ruim, não. Em luas minguante e crescente não seca demais.

    Em cinco minutos para a direita você está numa praia sem influência do rio. A barraca do Sting está a 15/20 minutos de caminhada, está escrito no post, leia com atenção.

    Obrigada mais uma vez, Riq.
    Tinha lido no post o tempo em caminhada sim, mas pensei em Km, sem passar pela praia para ir de carro.

    O único porém quanto a praia do hotel é que já ollhei a tábua de marés para o período que vou e chega a dar 0.3 bem no meio do dia, tendo como referência o porto de salvador. É lua cheia.
    Tem como me ajudar a interpretar melhor essa informação? Seria esse o porto mais próximo para consulta?

    O porto mais próximo na tábua de marés é Ilhéus. Nâo sei se muda.
    De carro a barraca do Sting está a menos de 5 minutos. Nâo há problemas com maré no Araçaípe (fica mais vazia mas não seca).

Em fev de 2009, por indicação do Riq fui ao Arraial Eco Resort e não me arrependi. Aliás, adorei e todos os meus amigos que foram junto tb adoraram: a comida, o clima, a localização…vale super a pena.

    Aliás, a definição do Riq se encixa perfeitamente no meu perfil: “É pra você… que estava à procura de um resort à prova de axé — e que de lambuja não prende você à noite.”

Estive no EcoResort em setembro e concordo com tudo que foi dito. O resort é muito bom! Só faltou dizer que, para os hospedes, existe um pier e uma balsa privativa do resort que sai de hora em hora em ambos os sentidos. Mas vale lembrar que essa balsa é só de passageiros, e não de veiculos.

A ida pra o point de arraial é fácil? se o resort oferece transfer 3x por noite, não parece suficiente caso esteja na alta temporada, hotel lotado, como em janeiro. Pra pegar as kombis, é tranquilo? dá pra caminhar com criança do resort até o ponto de saída das kombis ao lado da balsa?

    Facílimo. Só sair pelo portão. Rapaz, que stress! Cê tá precisando de férias mesmo…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.