Austrália, agora com site em… português o.O

site da Austrália

Ambilívabol. Enquanto o Brasil não conseguiu sequer resolver o rice-and-beans de um site decente em inglês, a Austrália me aparece com um site completo em português brazuca.

Não que o Brasil e Portugal sejam mercados assim tão importantes, mas o idioma pátrio é um dos dezessete — eu disse DEZESSETE — contemplados pelo novo site da maior ilha do planeta. Você também pode descobrir os encantos da Austrália outras seis línguas européias, mais uma variante sul-americana do espanhol, e ainda em russo, japonês, chinês tradicional, chinês simplificado, coreano, tailandês, vietnamita, bahasa malaio e bahasa indonésio. Tá bom ou quer mais?

A navegação é ótima e incorpora de maneira inteligente conteúdo de mídias sociais: frases deixadas por turistas (começando obrigatoriamente com “Nada se compara a…”) servem de títulos para páginas de destinos e experiências.

Um ehpetáculo, senhores.

Pra não dizer que está perfeito, o último nível de navegação (lá pelo terceiro ou quarto clique dentro de uma mesma seção) está dando pau neste momento. Mas nada que eles não corrijam rapidinho.

Viaje na Viagem adverte: clicar neste link dá uma vontade louca de correr pra Austrália.

Veja:

Site da Austrália em português brasileiro

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


21 comentários

O site esta muito bacana mesmo!!!

O bacana é que logo logo outros países vão entrando na onda tambem…

Ai, Riq… Nós não temos nem mesmo um site em português para brasileiros!Simplesmente porque não há como fazê-lo. Acabo de chegar de uma viagem à Itália (sozinha), fui de Veneza a Pisa, parando em várias cidades, planejei tudo, e comprei passeios, entradas (obrigadíssima pelo post sobre Galleria Uffizi e Academia!)traslados e tickets , sentadinha no sofá, como sempre planejo todas as viagens aqui na Europa. O que eu não comprei, sabia exatamente onde encontrar: que ônibus (urbano) tomar, em que parada, onde comprar os bilhetes,custo, horários, tudo! E estava tudo lá! Sem falar das apps para smartfone, que dizem quanto tempo o ônibus/trem vai demorar, qual o trajeto mais curto, etc. E no Brasil? Tentar algo parecido para os transportes públicos seria uma vergonha! No Rio por exemplo, para ir da Tijuca onde mora uma amiga ao Leblon, a indicação do ponto do ônibus é um poste (ou o que sobrou dele) em frente à Casa de Macumba Zé Pilintra ou algo parecido, onde obviamente não há nehuma placa, é só para “iniciados” Ninguém merece!

Recomendo a Austrália tbm! Usei bastante esse site nas pesquisas, ele já tinha em português, mas agora está de cara nova.

Dezessete ou Dezassete???

Problema que a Australia esta muito cara, mas tambem fiquei com vontate imensa de ir pra lá.

Voltei de lá semana passada.
O tratamento ao turista brasileiro foi muito, mas muito cordial. A infra-estrutura para o turista é algo impressionante. Você sai do finger do avião e já se depara com um enorme toten com todos os guias e mapas em diversos idiomas de Sydney, por exemplo.
Lugar maravilho com um dos povos mais simpáticos que já vi.
Se me pedissem para descrever o destino em poucas palavras, diria que é o Brasil que já deu certo em todos os aspectos. Um dia chegaremos lá. Fé!
Brevemente postarei uma série sobre o destino.

    bah, e quando eu chego num aeroporto internacional aqui, digamos Porto Alegre, onde desço bastante, e não tem nem mapinha chinfrim da cidade, tenho vontade de gritar.

Este é nosso Brasil véio de guerra! Depois reclama que só recebe 2 milhões de turista por ano, não consegue nem montar um site decente para divulgar o turismo.

Vou dar uma olhadinha no site, claro que da Austrália!

Ambilívabol mesmo. Eu fiquei sabendo do novo site ontem, adorei navegar nele, e concordo que dá baita vontade de viajar djá. Aliás, eu já tinha pensado sobre o quanto estamos ridiculamente atrasados enquanto pesquisava info antes da minha viagem pra Jordânia e vi que o site do turismo local tem o português entre os doze idiomas oferecidos. Como diria Denise Mustafa, #osso.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.