Avião da CVC pousa em Bariloche (porque Esquel estava fechado)

Andes pousa em Bariloche

A notícia veio no final da manhã: um avião da Andes, que faz vôos fretados pela CVC, tinha pousado no aeroporto de Bariloche. O primeiro desde 4 de junho, quando o vulcão Puyehue começou a tossir cinzas.

Muita gente ficou animadona: parecia que os rumores sobre a reabertura iminente do aeroporto (propagados de maneira inconseqüente por atendentes de 0300 e funcionários de operadoras) estavam certos. O pouso pegou de surpresa o próprio site que deu a notícia primeiro, o AN Bariloche (de onde surrupiei a foto que ilustra o post).


O pouso realmente aconteceu, mas de certa maneira trata-se de um alarme falso. A explicação só veio mais tarde, no Bariloche2000: sob a chamada “Pouso surpreendente e alentador no aeroporto de Bariloche“, o jornal transcreve uma entrevista concedida pelo piloto a uma rádio local. O que aconteceu: o avião ia, como previsto, para o aeroporto de Esquel. Só que o aeroporto de Esquel fechou repentinamente por causa da neblina. As opções que o piloto tinha era pousar em Comodoro Rivadavia ou em Puerto Montt, no Chile. Mas como Bariloche apresentava condições atmosféricas perfeitas — gelo em volta da pista e pouco vento (situação que propicia uma aterrissagem sem levantar muita poeira vulcânica), obteve autorização para pousar em Bariloche.

Ou seja: no episódio, Bariloche acabou sendo a alternativa para o aeroporto alternativo…

Funcionários do aeroporto e da imigração precisaram ser convocados em caráter emergencial para atender os viajantes que chegaram.

O que acontecerá de agora em diante? Será que o sucesso dessa aterrissagem fará com que outros vôos pousem também em Bariloche?

Como A Bóia repete o tempo todo, é preciso acompanhar a situação. As informações são poucas e constantemente desencontradas. Só dá para confiar no depoimento de quem está sofrendo na pele os efeitos da confusão: os passageiros.

Os perrengues continuam:

– Não há assentos suficientes nos vôos regulares via Esquel nem de Lan nem de Aerolíneas, no mês de julho. O sistema de reservas no site não é confiável (confirma vôos diretos a Bariloche, por exemplo, que sabemos não estarem operando) e o atendimento telefônico não está dimensionado para atender à procura.

– A Aerolíneas está cometendo barbaridade em cima de barbaridade, cancelando vôos em cima da hora e deixando grupos à deriva em Buenos Aires (há vários depoimentos na caixa de comentários deste post).

– Quem tem o embarque mais garantido hoje são os passageiros da CVC que compraram pacotes com fretamento pela Andes. Em compensação, a operadora continua cozinhando e enrolando seus clientes que compraram pacotes com fretamento pela TAM. Não houve nenhum vôo fretado TAM desde o início da crise (e especula-se que seus Airbus são grandes demais para pousar em Esquel). Ainda assim, os pacotes só têm sido cancelados às vésperas do embarque, num prolongamento inútil da aflição do cliente (que, não sem razão, têm visto nessa atitude uma tentativa caça-níquel de tentar faturar uma multinha rescisória aqui, outra ali).

Este site reafirma que, a essas alturas dos acontecimentos, só quem está tendo um comportamento exemplar é o vulcão Puyehue, que tem se mantido calmo. Os demais envolvidos estão dando um show de incompetência e descaso com o consumidor.

No dia 4 de junho esta situação era uma catástrofe natural inesperada. 45 dias depois, já é um fato da vida. A essas alturas, a única atitude digna de uma empresa séria é oferecer a devolução integral e imediata do que tiver sido pago. É mais que desconsideração: é sadismo prolongar a agonia de famílias que compraram essas passagens e esses pacotes meses atrás. Ainda mais nesse momento em que sabemos que a neve veio para ficar e todos os passeios (até o Bosque de Arrayanes, retomado ontem) estão funcionando.

No mais, continuamos acompanhando a situação… Tomara que eu esteja errado no meu ceticismo, e que o pouso de hoje possa vir a ser o início da normalização do aeroporto de Bariloche.

Agradeço aos leitores pelas contribuições e à Bóia pela dedicação nas respostas.

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


332 comentários

Olá companheiros de perrengue, parece que o meu está chegando ao fim ou so começando. Ontem peguei o voucher na CVC, confirmado para voo direto Bhte – Bariloche mas, assinei um documento que estou ciente da perreguisse do vulcão e da possibilidade de pousar em Esquel , o restante do trajeto de onibus , tudo por conta da CVC. Como os relatos da viagem de onibus são animadores aceitei esta proposta. O meu pacote sempre foi pela Andes, então não precisei trocar nada so esperei a empresa entrar em contato. Fiquei tranquila porque segui as orientações deste site, ter um plano B. Embarco dia 24/07. Só tenho duvida quanto aos preços da cidade, se estão explorando os turistas etc… Obrigada por tudo , sem este espaço estaria perdida sem saber o que fazer. Com vcs pude me planejar, pensar e tomar as providencias necessarias para ter o minimo de estresse.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.