Bariloche sem neve: bonito de todo jeito

Vista do Cerro Campanario

Esta é a minha primeira vez em Bariloche. Nunca vim pra cá antes porque não tenho toda essa fascinação por neve, não (já basta a que tenho com praia). E de livre e espontânea vontade nunca viria  na muvucona máster das férias de inverno (OK, talvez um dia tenha que fazer isso pra registrar aqui no site).

De todo modo, há muito tempo tenho lido e ouvido que a região é linda o ano inteiro. E que depois que a neve derrete (ou antes que ela volte) fica mais gostoso curtir a região. Aproveitei esse finzinho de verão patagônico para fazer o tira-teima.

Vista de um ponto panorâmico da av. Bustillo

Chegamos sexta à noite, num vôo bem caro da Aerolíneas (260 dólares desde El Calafate, 1h20 de duração). A sexta-feira tinha tido temperaturas altas (chegou a 22 graus), mas no sábado um vento gelado derrubou a sensação térmica para uns 8, 10 graus. (Minhas Havaianas continuam virgens na mala.)

Só aluguei carro a partir do domingo, então no sábado, ainda sem rodas próprias, resolvi fazer meu segundo city-tour de panoramas da viagem pra ver como era. Nos encaixamos numa saída para o Circuito Chico (chico de “pequeno”;), que em três horas percorre a costeira oeste da cidade e leva a três mirantes belíssimos — um deles, o Cerro Campanario, aonde se chega de teleférico.

Subindo para o mirante do Cerro CampanarioO teleférico do Cerro CampanarioO café do cerro Campanario

Nosso guia fez questão de dizer que o mirante lá do Campanario foi eleito pela National Geographic como um dos 17 com as vistas mais bonitas do mundo. Parece uma coisa meio Jericoacoara no Washington Post, mas uma vez lá em cima, não tive como contra-argumentar.

A vista do Campanario, bis

A segunda parada é num mirante à beira da estrada, de onde percebemos perfeitamente por que o hotel Llao Llao está na melhor localização possível nas cercanias barilocheanas.

O Llao Llao (diga: jao jao)

De lá partimos para rodar pela península onde está o Llao Llao e ir até Puerto Pañuelo, de onde saem os passeios lacustres (incluindo o cruce de lagos). Ali se avista o Llao Llao de outro ângulo, mas é só.

O Llao Llao, de outro ângulo

O que tem pra fazer em Bariloche nesta época?

Bem… sem neve, as montanhas ao redor servem basicamente para trekking (tô fora). Os passeios pelo lago — incluindo pesca esportiva — continuam valendo (mais até do que no inverno). Num esporádico dia quente, dá pra tomar sol (entrar n’água, só no altíssimo verão, e olhe lá).

Mas o grande atrativo de Bariloche sem esqui está na região em torno, onde lagos, montanhas e bosques se combinam de maneira a criar um cartão postal instantâneo não importa para onde você olhe.

Dá pra fazer esses passeios em tours e voltar para dormir todos os dias em Bariloche, mas o mais bacana é pegar um carro, sair por aí e dormir em hoteizinhos charmosos fora da cidade.

É isso que estamos fazendo desde domingo. Voltamos na quinta a Bariloche só para continuar viagem ao Chile na sexta. Fiquem logados…

Leia mais:

425 comentários

Gostaria de saber se a travessia dos lagos andinos é ida e volta no mesmo dia.

    Olá, Maria! A travessia é para quem quer ficar do outro lado, não dá pra voltar no mesmo dia.

Estou programando ir à Bariloche na primeira quinzena de novembro. Como posso saber sobre preços dos passeios? Tenho 7 a 10 dias, qtos dias é suficiente em Bariloche? Desenho ficar alguns dias em Buenos Aires.

Cheguei hoje de Bariloche. Foi uma viagem maravilhoso, ficamos 09 dias . Fomos em família com meu esposo e uma criança de 08, tivemos dias de sol e outros de frio e neve. O Real está muito valorizado encontramos de 3,5 a 4,5 pesos e o dólar notas de 50 e 100 é possível trocar até por 10 até 11,5 e notas pequena por 8 ou 9. Cidade linda. Valeu as dicas. Obrigada

Estivemos em Bariloche nesta ultima semana (15 a 21/05/14),e compartilho o aprendizado: os preços por lá em nada estão melhores que os de cá; a moeda é o Peso (claro): a vantagem de levar dolar é o volume menor, mas em vários lugares o cambio é o oficial (hoje em torno de 8/1), trocando nas casas de cambio paga-se até mais que 10/1, mas somente para notas de US$ 50,00 e US$ 100,00 – não trocam notas menores, e os que aceitam essas (blue) pagam bem menos (a ultima foi 9/1).
Uma dica: no aeroparque (por certo o mesmo no Ezeiza) o ideal é ali mesmo trocar alguns dolares por pesos para gastos imediatos, evitando pagar com Real ou Dolar (tive o dissabor de pagar conta (lanche no Aeroparque) de 178 pesos com R$ 135,00).
No mais, é como a nota inicial: Bariloche vale a pena em qualquer época.
J.Luiz

OLA pessoal!!!Morro em Bh Minas Gerais e estou com planos de passar minha lua de mel em Barilohe que sera no comeco de setembro e estou com duvidas em oque levar de roupa pq aq nao tem lojas com essas opcoes de roupa de frio msm.Compensa deixar p comprar la?E mto caro vestuario la?

Já estive em Bariloche duas vezes, ambas sem neve. E já estou querendo ir a terceira – sem neve, claro.

Acho a neve limitante. Se você não gosta de esquiar ou fazer snowboard, não terá mais nada de interessante para fazer na cidade. OK, comer é interessante, mas isso eu também faço sem neve.

E a vista do Cerro Campanario é realmente de tirar o fôlego!

Olá,
Estava planejando ir a Bariloche no início de maio pois não pretendia pegar o período de neve, mas após ler os depoimentos já vou mudar a viagem pro fim de junho. Pegarei chuva?? Estou indo com meu marido e meu filho(7 anos) e pretendendo me hospedar no Llao Llao. Conseguirei fazer um bom passeio no Circuito Chico esse período?

    Olá, Flávia! O Circuito Chico está disponível o ano inteiro. Pode chover o ano inteiro também, é uma questão de sorte. No inverno, a chuva vira neve 🙂

Olá Bóia, estou indo pela primeira vez a Bariloche em junho, período entre 23 de junho até 30 de junho. Como estará o clima? A temporada de ski já deverá ter começado? Obrigado!

    Olá, Murillo! Não temos como garantir. É mais garantido a partir de julho. Cruze os dedos e fique de olho nas notícias 😉

Bóia,
Estou pensando em passar o carnaval de 2014 em Bariloche, ou seja, no mês de março. Vc acha que seria legal? E minha primeira vez em Bariloche.
Obrigado

    Olá, Alberto! Haverá muitos argentinos; o clima estará frio, mas ainda não haverá neve.

ola, queria saber se existe algum motivo para as passagens de porto alegre para bariloche é mais cara em março do que em fevereiro? tem alguma coisa acontecendo em março2014 ai? Fevereiro é muito cheia a cidade?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.