Blogueiro ofilaine

Pessoal, vou precisar sair do ar até o fim do feriado para terminar um trabalho que já deveria ter entregado.

Volto aqui só para postar o texto da Época assim que a revista sair nas bancas.

Enquanto isso, não se acanhem: a cabine fica temporariamente transferida para a sala de embarque, digo, para a caixa de comentários.

Não se esqueçam dos blogs amigos ali do blogroll (que já está desatualizado, eu sei!). Vale a pena visitar e trazer links de posts novos.

A propósito — quando trouxer links, dê um copy/paste e nunca ponha o link entre parênteses ou colado a nenhum sinal de pontuação (ponto, vírgula, tracinho). Para o link virar link precisa estar soltinho.

Bom feriadão procêis tudo!

138 comentários

Riq, relax, se precisar distribuir trabalho com a tripulação, manda ver, tem gente doida aqui pra trabalhar :mrgreen:

Ivana,
A Carla, claro fez as recomendações certas, mas você sairá do Galeão com carro alugado?

Fui à Petrópolis hoje, maravilha sem engarrafamento. No sentido contrário, bem engarrafado. Não entrei numa bifurcação na Linha Vermelha, tive que seguir para ilha do Governador 🙄 mas ufa até que consegui pegar um retorno mais na frente, e seguindo a sinalização para ilha do Fundão consegui entrar de volta na Linha Vermelha e pegar a direção de Petrópolis. Maravilha subir aquela serra ligando o ar condicionado natural=mata, tudibom 🙂

Olá,

Estou planeijando uma ida a Mauá e gostaria de saber se alguém tem informações sobre a pousada Jardim do Passaredo e Recanto do Pinheirão? Muito obrigado!

Eu já fiz o Circle Line, no verão e no final da tarde. Foi muito gostoso, bonito e barato. Fizemos um happy hour no barco. Jantar no barco, estou fora.

Eu também fico offilaine agora. Amanhã, tamos aí na Cidade Maravilhosa!!!

Thiago, nesses passeios de barco com jantar o grande programa de índio costuma ser o jantar… Não posso falar desse especificamente, mas sempre fugi desses jantares à máxima velocidade…

Por outro lado, o passeio diurno da Circle Line é super interessante! Dura 3 horas, dá a volta completa na ilha de Manhattan e você pode ver as diferentes paisagens, desde o sul da ilha, mais movimentado, ao norte, quase bucólico. É uma delícia! Quando eu fiz (em mil novecentos e lá vai fumaça!), paguei 22 dólares. Deve ter subido, claro, mas não deve chegar nem perto dos 90 dólares do passeio noturno com jantar…

Com todo respeito, THIAGO, deve ser (porque nunca o fiz) o MAIOR programa de índio de NYC. Maior até do que ir à Estátua da Liberdade.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.