Buenos Aires: 10 razões para não se hospedar no Centro

Calle Maipú, Buenos Aires

1. Porque o Centro é feio. Buenos Aires é uma cidade muito bonita. Em alguns lugares, como a Recoleta, fica linda. Em outros pontos pode estar um pouco maltratada, mas dificilmente perde o charme. Pra que, então, desperdiçar sua viagem a Buenos Aires se hospedando numa das partes mais feias, sujas e degradadas da cidade?

2. Porque o Centro morre à noite. 20 anos atrás, o Centro de Buenos Aires fervia dia e noite. De dia, a calle Florida concentrava o comércio elegante. À noite, a calle Lavalle nunca esvaziava, com cafés bem freqüentados e cinemas que, nas sextas e sábados, atravessavam a madrugada. (A cena mais impressionante que já presenciei em Buenos Aires foi a saída do cinema às 3 da madrugada; a rua estava tomada como se fosse a hora do almoço.) Nada disso existe mais. De movimento, no Centro, só restaram os teatros da avenida Corrientes.

3. Porque o Centro é um deserto gastronômico. Se você sair para escolher um restaurante ao acaso, vai acabar almoçando e jantando na praça de alimentação da Galerías Pacífico.

4. Porque sempre há uma armadilha-pra-turista dobrando a esquina. É como ficar em Copacabana. Todos os programas pra turistão são oferecidos na região. Ande três ou quatro quadras na Florida, e você vai ganhar mais filipetas do que será capaz de ler. É preciso ser safo para escapar.

5. Porque você vai acabar indo toda noite a Puerto Madero. A cinco minutinhos de táxi da Florida, Puerto Madero é o destino mais prático para as noites de quem está no Centro. Puerto Madero é urbanisticamente bem interessante e merece ser visitado, mas seus méritos gastronômicos são escassos.

6. Porque é provável que você fique limitado à Buenos Aires dos turistas. Centro, Boca, feirinha de San Telmo no domingo, Puerto Madero, passeio pelo Tigre, talvez uma travessia a Colonia. Caminhadas de manhã pela Recoleta? Tardes namorando vitrines em Palermo Soho? Escapadas noturnas a Palermo Hollywood? Dificilmente entram na programação. Deve ser por isso que muita gente justifica a escolha do centro para “ficar mais perto das atrações turísticas”. Na verdade o que acontece é que você não consegue se livrar delas.

7. Porque é mais inseguro. Não há mais lugar totalmente seguro em Buenos Aires, mas no Centro você estará um pouquinho mais inseguro — tanto nas aglomerações diurnas quanto na pasmaceira noturna.

8. Porque os hotéis são mais antigos. Há bons hotéis no Centro (o Esplendor Buenos Aires, os NHs, os Dazzler top de linha), mas a maioria é antigona.

9. Porque você não se hospedaria no centrão de São Paulo ou no centro do Rio com tanta naturalidade. Estou errado?

10. Porque a Recoleta é central, também. E também tem lá seus hotéis em conta (não espere muito deles, mas tem). Fica 7 pesos de táxi mais distante das “atrações turísticas”. Mas muito mais perto da Buenos Aires mais bacana. (Basta descer do seu quarto e você já está nela.) 

Leia mais:


Onde ficar em Buenos Aires: Palo Santo

159 comentários

Eu também gosto do Centro ! hehehe
Por mais que façam campanha, continuo não conseguindo ter esse sentimento todo por Palermo, por exemplo.
Concordo com outros vibanas que o Centro é a melhor opção para quem vai pela 1ª ou 2ª vez para BsAs. Dá para ir a pé e/ou pegar metrô ou táxi para os principais pontos turísticos / experiências.

Para quem já viu tudo o que tinha para ser visto em termos de “lerês” e quer aproveitar a cidade em si, acredito que sim a Recoleta pode ser uma boa.

Riq, concordo em genero, numero e grau com esse post. Vou muito para Buenos Aires por conta do trabalho e sempre fico em Palermo. Tem coisa melhor do que ir a pé no La Cabrera?? ?Meus amigos sempre me pedem dicas da cidade, e eu sempre digo: existe Buenos Aires fora da Florida e centro. Nao perca sua viagem toda naquela regiao ! ?Hospedagem entao nem se fala….NADA se compara aos hoteis charmosos e atendimento nota 10 da regiao de Palermo Soho. ?Besos!

Na primeira vez que fui a Buenos Aires fiquei na Recoleta, no Art Hotel, graças a indicação do Riq. Adoramos!
É isso mesmo que ele colocou, um bairro lindo para passear de manhã, encontrar moradores fofos e educados, uma lojinha aqui outra ali, e tudo relativamente perto.
Quero testar Palermo, mas a Recoleta é um charme…

É verdade..

Já fui 4 vezes pra lá. As duas primeiras, me hospedei no centro e concordo com tudo, mesmo em hotéis modernos e top.

Nas duas últimas fiquei em Palermo e Recoleta, respectivamente.
Experiências completamente diferente…. pra melhor, claro!

É como o slogan de uma grande rede internacional de hotéis: Não seja um turista, seja um viajante.

Quando estou em Buenos Aires, fico mais na rede NHs, e outros na 9 de Julho e também já me hospedei na Ricoleta, mas, o que eu curto mesmo é as casas de Tango com jantar (claro) e minhas cervejadas lá pelo Porto Madeiro. Se tiver num domingo, gosto de passear pela feirinha de San Telmo.

Também terei de discordar. Fui a Buenos Aires três vezes e nas 3 me hospedei no centro e adorei! È bem verdade que eu não sou baladeira e em geral, lá pela meia noite já estava no hotel, mas nao achei o centro inseguro (talvez pq esteja acostumada à insegurança do RJ). Sujo ele é. Concordo! Mas ainda acho q o centro de Buenos Aires tem um charme decadente todo próprio.
DE qqr modo, acho que a Recoleta tbm é um ótimo bairro para se ficar. Só não ficaria em Palermo por achar longe de tudo o que mais me interessa, incluindo aí Puerto Madero que é um dos meus lugares favoritos de passeio (para comer é meio caro mesmo).
beijos

Riq, assino embaixo! Evidentemente encontraremos opiniões divergentes, mas fui duas vezes a BsAs e fiquei hospedado na Recoleta, que também é central e mil vezes mais charmosa. E com um táxi tão barato, já cogito ficar hospedado em Palermo na próxima oportunidade.

Fui ao Centro na primeira viagem pra conhecer e evitei o quanto pude na segunda vez. Infelizmente fui obrigado a fazer uma rápida passagem pela região para “apresentar” o Centro a quem não conhecia.

Olá Ricardo,
tenho que descordar de vc (nunca imaginei que eu fosse dizer isso…hehehe). Creio que p/ quem vai p/ BsAs pela primeira vez, o centro continua sendo o local ideal p/ se hospedar, justamente por estar bem perto de todos os pontos turisticos. Na primeira vez em uma cidade a maioria das pessoas vão no “basicão” mesmo, caso em BsAs da Casa Rosada, Congresso/Avenida de Mayo, Feita de San Telmo, etc…

    Concordo. Da próxima vez que eu for, até quero me hospedar em Palermo ou na Recoleta. Mas na primeira, que a gente não conhece nada e tem que fazer os lerês, o centro é melhor.

    Caroline, o que eu digo no texto é que a Recoleta está apenas 5 ou 7 pesos mais distante de qualquer lerê. Se você comprou a idéia de que é mais gostoso não ficar no Centro, não há por que recomendar que alguém gaste essa primeira vez em Buenos Aires num lugar feio e degradado de Buenos Aires.

    Na minha primeira (e única) vez em Buenos Aires fiquei no centro e fui todos os dias para a Recoleta ou Palermo – dia ou noite ou ambos. E mesmo tendo ficado no centro durante 8 dias não fiz todas as turistadas – sendo que várias nem são no centro.
    Gostaria muito mais de ter ficado num dos bairros e ter onde caminhar sem destino, especialmente à noite, com um café charmoso por perto…
    Concordo totalmente com o post!

    Dependendo da dsposição vc vai tranquilamente by foot da Recoleta até o centro. Fiquei no Loy Suites (fica em frente ao cemitério) e durante o dia eu fui andando até o centro. Flanando e aproveitando para parar na lojinhas do caminhou ficar apreciando a arquitetura.
    Quando eu conheci o centro eu não consegui entender pq as pessoas ficam ali com a Recoleta coladinha e tão mais lindinha e agradável.
    Enfim, o que acontece é que quem vai de pacote muitas vezes recebe das agências a informação que ficar no centro é que é cool. Como eu sou uma leitora voraz deste espaço, não cai nesta esparrela e bati o pé que queria ficar na Recoleta e não me arrependi.
    Abraços para todos.

    Discordo de vc. Fui a Buenos Aires a primeira vez ano passado e como já era fã desse site, já segui a dica do Riq de se hospedar na Recoleta. Certeiro! Não poderia ter feito coisa melhor, taxi lá é tão barato e a Recoleta é tão perto do centro que não compensa ficar num lugar decadente por conta de proximidade dos lerês. Quando fui na calle Florida e vi o hotel onde pensei em me hospedar, quase que ajoelho a agraço aos céus por ter seguido a dia do Riq! Nada se compara a acordar e dormir num bairro tão lindo como Recoleta, faz toda a diferença na viagem.

    Eu também. Fui pela primeira vez em janeiro e fiquei na Recoleta. Escolha perfeita! O táxi é muito barato, então dá para usá-lo sempre.

No começo de Abril, iremos a Buenos. Quem pode dar indicação de um hotel BB na Recoleta?

    Olá, Ernesto! Clique no post Onde ficar em Buenos Aires: hotéis na Recoleta. Ali há uma seleção de econômicos também!

    Majo

    Vamos ficar apenas 3 dias, então não compensa alugar u ape.

    Brigado pela dica.

    Sim, não compensa. Se bem que já aluguei apê por 4 dias que era o intervalo livre no calendário e paguei proporcionalmente, foi bom para as 2 partes 😉 Foi pela ByTArgentina.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.