Cajón del Maipo: quem dá o caminho das pedras?

Lago no Cajón de Maipo, ChileA Simone Lobo está considerando aproveitar sua estada em Santiago para dar um pulinho na região do Cajón del Maipo, do ladinho da cidade. A região toma emprestado o nome de um cânion no vale do rio Maipo, mas esconde muito mais do que isso: por lá você encontra banhos termais, lagos, trilhas.

As dúvidas da Simone são como chegar — e se é melhor ir por conta própria, de carro, ou em passeio organizado.

Na net o que eu achei foi um site que tem cara de oficial, o CajondelMaipo.com. A melhor informação sobre como chegar, porém, achei foi mesmo no Frommer’s. O site de Cajón lista 6 destinos de passeios no vale; o Frommer’s destaca dois e sugere também uma parada em Pomaire, um vilarejo indígena onde são produzidos objetos de cerâmica.


É difícil achar passeios organizados online; o mais próximo que cheguei foi a este tour que combina uma visita à Concha y Toro (que fica no vale do Maipo) com vistas do cânion.

Você foi ao Cajón del Maipo? De que jeito? Curtiu? Diz pra gente, vai! Gracias!

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem


97 comentários

Ola ! Estou em Santiago fazendo um estagio e estou com muita vontade de conhecer cidades bonitas por aqui! Alguem pode me dar dicas de locais em que seja possivel conhecer em um Fds ? Pensei em Mendoza (de onibus mesmo), alem de Vina, Valparaiso … Vou ficar mais 3 meses e estou sozinha ! Obrigada !

Também to interessado em um relato sobre o Cajon, especialmente pra quem não foi de carro e não pagou preços abusivos por excursão ou transporte. Tá difícil de achar material interessante pela net, o destino é mesmo pouco explorado. Abraços.

Nossa que pena,
Fiquei fascinada com as fotos do lugar, do hotel, e fui lendo tudo para chegar logo a parte em que a Simone relatasse sua experiência…que pena que não deu certo!!!
Mas agora quem sabe eu vá esse ano e volte para contar tudinho!!!
Já está na minha lista de pesquisa para incluir no roteiro!!!
Obrigado a todos por tanta informação…principalmente ao Ricardo e as Bóias. Não sei como viajava “sem vocês” rsrs!!!
Abraços

Olá pessoal!
Infelizmente não fui à Cajón del Maipo. Minha decisão tomou força quando o guia que eu havia contratado (parceiro indicado pela Refúgio Lo Valdés), depois de baixar o preço do traslado, baixou também o tempo em que nós ficaríamos por lá.
Saimos de SP com quase tudo fechado, telefones de contato e etc., e, quando chegamos, ele nos informou que, por ter baixado o preço, nos pegaria no hotel pela manhã, levaria até o Refúgio Lo Valdés para almoço e retornaria logo em seguida. Segundo ele, o tempo entre ida e volta seria de 5 horas. Achamos muito puxado e desistimos. Nesse caso, ficaria bem melhor se tivéssemos tempo de pernoitar no Refúgio.
De qualquer forma, agradeço ao Ricardo Freire, Bóia e a todos que vieram aqui dar sua contribuição!

ola Bóia!!!
Alguem sabe me dizer qto tempo de Santiago tem Cajón del Maipo!!???De carro ou ônibus!!??Me interessei!!!

A dona do B&B que ficamos em Santiago nos indicou a Casa Bosque en Cajón del Maipo(casabosque.cl), misto de restaurante/hotel que tem toda uma lenda em torno de sua construção. Não fomos por falta de tempo, mas fica aí a dica.

Simone,
Também queria conhecer Cajón del Maipo, mas acabei ficando sem carro e desisti da idéia. Pelo que pude apurar, a estrada para certos pontos do parque não está boa, e no inverno pode ter trechos fechados. Acho que é melhor no verão…(pode ser invejinha de quem não foi!) Boa Viagem!

    Oi Fernanda,
    No inverno há muitos passeios, só que eu teria que pernoitar e, como tenho pouco tempo, vou e volto no mesmo dia. O que eu sei que não dá para fazer no inverno são os banhos termais, mas o passeio até o Parque El Morado (o da foto do post), é possível sim.
    Estou quase fechando com o Refúgio Valdes, indicado pela Joana. Eles farão o traslado e ainda vou dar uma paradinha na pousada, que é linda demais, para almoçar.
    Quando tiver os valores, coloco aqui para quem, como eu, está encantado com a ideia de conhecer esse lugar tão lindo!

    E ai Simone?! Vc já sabe os valores do translado? To muito afim de conhecer também. Estou indo em Outubro, a partir do dia 21 e fico 9 noites, então acredito que tenho tempo suficiente pra visitar o Cajon del Maipo. Aguardo notícias!

Fui de carro também, super tranquilo. Dicas: coma umas empanadas caseiras na estrada e também um bom Küchen (eu prefiro os de doce de leite, mas vai do seu gosto). Além disso lembro ter comido uma ótima cazuela em uma reserva florestal que nao me lembro do nome, mas olhando no Google maps parerece ter sido o Santuario de La Naturaleza Cascada de Las Animas.

    E já ia me esquecendo, o Küchen seria ideal para Las once (ou La once) pergunte também se há outro significado popular quanto ao termo Las Once.

    Olá, Philipp! “Las once” começou como um código para designar a pausa para “aguardiente”, que tem 11 letras. Hoje significa lanche, mesmo 😀

    Ahhh bóia estragou a surpresa, eu sabia disto, era para a Simone descobrir lá 🙁 hahahaha

    Mas tudo bem, jé vai preparada 😉

    Olá, Philipp! Desculpe, não era essa a intenção 😳

    Nós Bóias somos treinadas para não deixar dúvidas quicando 😀

    Ei Philipp, uma charada hein, mas a Bóia é muito rápida e eficiente…rs
    Obrigada pela atenção de ambos!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.