Carnê 10 tickets x Paris Visite x Navigo, no Conexão Paris

Ticket T+Muita gente pergunta minha opinião sobre o Paris Visite, um passe de transporte público que dá direito a descontos em museus e atrações da cidade. Outros também perguntam sobre o Navigo Découverte, um cartão magnético para visitantes (é preciso foto 3×4) que custa €5 e pode ser carregado com a Carte Orange, um passe semanal válido rigidamente entre uma segunda-feira e o domingo seguinte.

A todos eu costumo responder que a minha fórmula preferida é o Paris Museum Pass, o passe que dá entrada livre e sem filas em quase todos os museus que interessam, combinado com um Carnet 10 tickets, que nada mais é do que a compra de 10 tickets de metrô de cada vez, a um preço mais camarada do que o da viagem unitária. O carnet não dá trabalho para fazer, é bom negócio em qualquer dia da semana e ainda pode ter os tickets usados por pessoas diferentes.

Fui procurar o que a Maria Lina do in-dis-pen-sá-vel Conexão Paris tinha escrito sobre isso, e fiquei feliz de saber que ela também é defensora do carnezinho de 10 tickets de cada vez. Melhor do que isso: ela tem um post incrível comparando todas essas modalidades de passe de transporte. Não deixe de ler.

E nem preciso repetir, não é? Simplesmente não dá pra viajar a Paris sem viajar antes pelo Conexão Paris, aproveitando as dicas de insider da Maria Lina e o riquíssimo fidibeque dos seus leitores.

Leia:

Comparação entre o Paris Visite, o carnê de 10 tickets e o Navigo Découverte, no Conexão Paris

47 comentários

Ola. Muito bom discutir sobre transporte publico, porque em Paris é muito necessario para quem fica pouco tempo e tem tanta coisa para conhecer. Eu recomendo a carte navigo, que é a semanal e custa 17,20. Tem que cudiar muito para nao levar multa dos controleurs, que estao semrpe de olho.

Concordo com o Riq: 10 tkts de uma vez é sempre a melhor opção. Pra ter uma idéia, eles não vendem 9, porque fica mais caro que 10. O que sobra, eu até chego a guardar pra próxima viagem.
Sobre andar de ônibus em Paris é, com certeza, mais proveitoso sob o aspecto da view, mas não dá em horário de rush e isso a Lina explica bem direitinho.
Riq, assim como os sites da Lina (França) e da Eneida (Londres), você conhece algum sobre a Itália?

O Edson tem razão, andar de ônibus em Paris é muito melhor que de metrô. Os ônibus são novos, limpos, não muito cheios (exceto nos horários de rush), paga-se com o Navigo (o mesmo do metrô) e ainda por cima vc vai apreciando a linda vista de Paris. Já o metrô, apesar da excelente malha, é um pouco sujo, pichado, cheira um pouco mal, tem o incoveniente das escadas, vc caminha verdadeiras distâncias pra fazer conexões entre as linhas, entupido nos horários de pico e muitos trens são velhos, além de se perder a vista da cidade. Se a distância não for muito grande ou se vc tiver tempo sobrando, não tenha dúvida, consulte o seu itinerário, veja se tem uma linha que te serve e vá de buzão sem medo.

Também prefiro o carnê. Fiz isto desde a primeira vez na cidade, por indicação de quem já tinha ido muito. É mais prático, mais rápido, não tem preocupação com validade. E aceito no ônibus também, no qual me aventurei (e adorei) após conselho da Maria Lina. Recomendo muito.

VnV e Conexão Paris são leituras diarias. Também usei o carne com 10 ticktes, que foram suficientes para uma semana, e andei muito a pé.

Riq
Uma coisa importante é que para os passes de metrô (não sei se os passes do carnê que vc fala são os mesmos do metrô comum) é importante guardar o tkt para poder sair da estação; há algumas saídas que pedem o tkt, e a gente aqui no Brasil está acostumado a jogar fora… eu fiquei bem confusa com isso, em algumas saídas bastava pisar para a “abrir a porteira”, em outras tinha que colocar o tkt… nem entendi o porquê da diferença.

    Sim, o carnê de 10 tickets nada mais é do que 10 tickets comuns comprados de uma vez só, com desconto.

Pra quem quer visitar museus e as outras ‘zilhões’ de atrações que fazem parte, o Paris Museum é imbatível (cuidado com os prazos, que contam a partir do primeiro lugar visitado). Quanto ao carnê de 10 tickets, achei o mais prático e com uma boa economia. Alguém já disse também (acho que no blog da Maria Lina) que é uma boa andar de ônibus em Paris, pra poder apreciar a paisagem. Não sei se tem alguma dica para isso (carnês, etc).

    Os tickets e passes valem para todos os meios de transporte — inclusive para transbordos feitos num determinado intervalo (acho que 1h30). Se você sai do metrô e vai pegar um ônibus, ou vice-versa, guarde o ticket usado e use na catraca seguinte; se estiver dentro do intervalo, será aceito pelo leitor.

Como foi ficar de segunda a domingo e vou visitar Versalhes, Disney e vou até o aeroporto CDG, vou de Decouverte!

Já li vários Posts da Maria Lina e adorei. Simplesmente indispensável.

Além disso, comprei o excelente guia sobre Paris e recomendo a todos.

    Vc pode me ajudar dizendo onde e como posso comprar o carne com os tikets e o navigo.
    Ah outra coisa,eu comprei o guia noblog da Lina,mas ja se passaram um mes e nada.O seu demorou tbem?

    Compra-se o carnet e faz-se o Navigo nas próprias bilheterias dos metrôs.

O Conexão Paris me ajudou demais na primeira visita à Paris. Foi graças à Lina que degustei a melhor refeição da minha vida, no L’Atelier de Joel Robuchon.
Também usei o carnezinho de 10 tickets e RER separado. Eu e minha mãe usamos 30 tickets em 10 dias. Andamos muito a pé e durante os 2 primeiros dias usamos o Open Tour (ônibus panorâmico). Apesar de caro e bem turistão, recomendo porque minha mãe adorou poder ver tudo sentadinha e do alto, algumas fotos ficam muito boas e ajuda a reconhecer a cidade para as futuras caminhadas. nos dias seguintes ela sofreu um pouco com as escadas do metrô e sentia muita saudade do Open Tour :D.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.