Charada da 6a.: beira-rio

cha26out.jpg

Não, não é o Guaíba. É um rio, digamos, ligeiramente mais famoso.

Esse restaurante é de um hotel — atualmente administrado por uma rede européia.

É um lugar que eu recomendaria para a lua-de-mel da Fê e do Luca.

Alguém arrisca?

106 comentários

Ernesto, não sei se estou preparada para enfrentar fuzis nas ruas e ainda fazer cara de paisagem, mas vou realmente pensar com carinho na possibilidade de um dia conhecer Israel. Mas, vc disse que o ano novo judaico não é uma boa época, porque fica tudo cheio e congestionado, me conta mais sobre isso, como são as comemorações? Parece que é uma “festa” mais familiar, época de fazer um balanço pessoal… Acertei?

Pôxa, Arnaldo… Jura que Olimpia não impressiona? Eu tô toda entusiasmada para ver de perto as ruínas de uma das sete maravilhas do mundo… Mas é bom saber, assim a decepção é menor… Vou dar uma conferida no flickr, como vc sugeriu.

LUISA, minha sugestão acerca de Olímpia é NÃO esperar muito, aliás, quase nada! Olímpia está entre as ruínas gregas mais decepcionantes, porque só restam pedrinhas…uma ou outra peça de coluna e nada mais.
Eu recomendo entrar no flickr e ver fotos.

Micenas, Epidauros e Nafplion são muito bacanas. Mystras interessa pelas construções bizantinas e fica junto a Esparta, que de fato não tem quase nada, poucas ruínas gregas. Mas se você for até lá, vale uma esticada até Ghytion (ou Gythion, sabe-se lá – preguiça de googlar) e, se for o caso, pegar um barco até Hânia, em Creta, pois é uma cidade linda. E Creta merece uma boa semaninha.

Arnaldo e Sylvia, valeu pelas informações… Às vezes eu me esqueço que o meu parâmetro de comparação para estradas são as estradas brasileiras e, quando leio nos guias editados na Europa que as estradas gregas não são boas e que a Grécia possui o mais alto índice de acidentes da Europa, me assusto! Fico imaginando uma estrada ruim brasileira e pior: com placas em grego!

Que as ilhas devem ser mais interessante turisticamente não tenho dúvidas, já tenho um roteirinho montado pra lá também, estou só esperando o “clima” certo, no frio não rola.

O Peloponeso é curiosidade desde criança, da época das aulas de história do colégio, assim aproveitei o preço baixo da passagem aérea e a oportunidade de visitar Olimpia, Micenas, Epidauro, Mystras e até Esparta, se der (dizem que não tem nada lá, mas gosto de conferir pessoalmente)

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.