Charada da 6a.: inspire-se, Kassab!

Charada de 5 de fevereiro de 2010

Parece que São Paulo vai investir numa rede de túneis para desafogar as avenidas. Depois deste verão, porém, está claro que a única maneira de desafogar as avenidas (e a cidade, e a população em geral) é transformar algumas delas em vias navegáveis de caráter permanente, como esta aí da foto.

Alguém tem idéia de onde fica este lugar? Tudo o que eu sei é que por lá se fala uma língua estranhíssima.

Deixe seu palpite na caixa de comentários e concorra à posse temporária do Troféu da Bóia — agora com 150 pixels! Quem relatar suas experiências neste lugar e nos ensinar algumas frases no idioma local ganhará as devidas menções honrosas.

Um, dois, três, fui!

RESPOSTA:

MARTINHA TRAVEL & TRIPSE a charada até que durou pouco: foi desvendada aos 35 minutos do primeiro tempo, pela Martinha do Travel & Trips. Enquanto o povo estava distraído com a língua esquisita com que eu despistei todo mundo da Itália, a Martinha tascou a resposta certa: Trieste, cidade italiana na fronteira com a Eslovênia. Quem trouxe a informação de que a língua eslovena é oficial por lá foi o Igor, logo em seguida. E depois a Sylvia nos ensinou algumas expressões úteis, como ‘Dobro jutro’ (bom dia). Se bem que o glossário da Sylvia será mais útil do outro lado da fronteira, já que apenas 10% da população triestina domina o idioma. Não me olhem assim: se eu não arrumar esses despistes as charadas não duram nem trinta segundos! Parabéns, Martinha! Sintam-se honrosamente mencionados, Igor e Sylvia! Semana que vem tem mais!

48 comentários

Trieste – Canal Grande (q nem é tão grande assim” com a Igreja de “Santo Antonio”

    Trieste – http://migre.me/iUUn

    A província de Trieste, além de ter a língua italiana como oficial, é o único local italiano tem a língua eslovena como oficial também (devido à fronteira). Mais de 10% de seus habitantes falam mais em esloveno que em italiano. O dialeto triestino também se destaca.

    Link para o vocabulário – Triestino/Italiano – http://migre.me/iUWx

    “A construção da igreja começou em 1828, e foi concluída em 1849. Ela está em uma localização perfeita, não muito longe da Dell Piazza Unità d’Italia e do canal. Esta posição foi propositadamente escolhido pelos Habsburgos para facilitar o tráfico comercial. A igreja é construída em estilo neoclássico, e tem uma fachada com seis colunas jónicas que suportam uma tympaneum e um sótão decorado com estátuas dos mártires locais. Há uma cúpula eliptic no centro da construção. A simplicidade linear da fachada lembra templos romanos, e do Pantheon, em particular. Os ícones dentro da igreja foram financiados por mecenas locais: Pietro Nobile e Domenico Rossetti, e foram pintados por artistas alemães e venezianos. A abside semicircular é decorada com um afresco que representa a entrada de Cristo em Jerusalém, e é por Sebastiano Santi. Os seis altares são também interessantes e são pintados de uma forma bastante incomum. Eles incluem “São José”, de Giuseppe Schönmann (que basicamente mostra uma vista panorâmica da cidade), “A Crucificação” de Ernesto Tunner, “The Education of the Virgin”, de Michelangelo Grigoletti, “A Apresentação no Templo”, de Felice Schiavoni, “Santo António tomadas para o céu”, de Odorico Politi, e do martírio “dos Santos Aquiléia Eufémia, Tecla, Erasma, e Dorothy” por Lodovico Lipparini. A Igreja pode ser visitado antes ou depois da missa.”

    E eu que pensava que era uma igreja Ortodoxa e não Catolica.. 😳