Charada da 6a.: para outra amiga

Charada de 14 de maio de 2010

Repetindo a inspiração da charada da semana passada, cá estou eu de novo aproveitando a viagem de uma amiga.

Trata-se de uma ilha que eu nunca tinha pesquisado direito. Pensava que era um lugar que só tinha uma finalidade de uso — mas pelo jeito é bem mais bacana do que eu imaginava.

Charada de 14 de maio de 2010

O pior é que eu fiquei morrendo de vontade de ir. Alguém aí tem idéia do que se trata?

Charada de 14 de maio de 2010

Deposite seu chute na caixa de comentários e concorra à posse temporária do Troféu da Bóia (e a menções honrosas para os palpites mais hilários).

RESPOSTA:

DIOGENES
DIOGENES

Não sei qual é a especialidade do campeão da semana, o Diogenes — mas no mínimo o cara é bom de Animal Planet. Botou o olho no lindo bicho da foto, reconheceu o tubarão-baleia, juntou lé com cré e tascou: se isto é um tubarão-baleia, essa deve ser a ilha Holbox, na costa da península do Yucatán, no México! Sim, pípols, para alguns é fácil assim. A zoologia encontra a geografia e desemboca no turismo. Mentes viajandonas é o que temos por aqui. Eu só não entendo de onde tiraram esse nome, tubarão-baleia. Tubarão-onça não seria melhor? Tubarão-pintado? Tubarão de bolinhas? Itsy bitsy teenie weenie polka dot shark? Eu só conseguiria acertar uma dessa se desse pra jogar A FOTO no Google e ele responder o que é… A charada foi desvendada na bucha, mas a brincadeira continuou em busca das menções. E aqui vão elas. O Fabio NG voltou da licença-paternidade pra homenagear a padroeira dos tubarões Lucia Malla: “Ilha Luccia, do arquipélago Mallais. Fica ao norte da Patricius Island, locação de Lost no Oceano Índico”. O Alessandro A. também fez coro com a ilha de Lost e disse que o tubarão-baleia vai ser o único sobrevivente, já que todos os outros personagens vão morrer no final; a Adri Lima inclusive identificou selos da Iniciativa Dharma salpicados no corpo do bicho. Na categoria trash, o Kober falou que só podia ser Quintão, no Rio Grande do Sul, e a Juliana Amorim identificou Paquetá e os mutantes que estão sendo criados pelo acúmulo de sujeira na Baía de Guanabara… Só não descobriram a amiga que inspirou a charada. Gente, é a Carmen, que perguntou outro dia da ilha Holbox e eu respondi que achava que lá era só pra ver tubarão. Daí fui pesquisar fotos, vi esse mar maravilhoso e já fiquei morrendo de vontade de ir… Parabéns, Diogenes! Obrigado, pessoal! E gràcies, Carmen!

68 comentários

Não acredito que agora que minha viagem pro Mexico ta todinha marcada, aparece um lugar como esse. Já vou ter que voltar outra vez.

    Ah, Mary! Vc vai quando? Será q a gente monta uma mini-conVnVenção por lá? 😉

    (Me manda por email a info…)

Um motivo pra eu voltar a Playa, conhecer a Ilha de Holbox 😉 Aliás, Playa é um lugar perfeito para uma conVnVenção, BBB.

Paquetá! Os animais são os mutantes que a Baia de Guanabara está criando com sua sujeira acumulada

Cheguei atrasada para a charada, pra variar – viva o fuso horário! A única q eu sabia já na 1a foto, perdi a chance de acertar. 😀

    Então, Lúcia. Mas estes tubarões filtradores não têm amigos não filtradores? Eles não recebem visitas dos parentes??? 🙄

    Ah, mas se receberem visitas, melhor ainda, né? Pelo menos para mim. 😀

    (Lena, eles são animais solitários. Difícil tb ver outros tubarões por perto…)

    Eu tambem Lucia, a unica ate hoje que eu sabia!

Esse tubarão tem que ser bonzinho, caso contrário… Aquele que mergulha do lado dele já não deve existir mais.
😉

    Léo, o tubarão-baleia é um animal filtrador. Humanos definitivamente não estão em seu cardápio.

Que lugar lindo hein, nunca tinha ouvido falar… já virou pauta para a reunião familiar sobre as férias de 2011 😉

Diógenes, congratulações pelo chute certeiro em apenas um minuto! 🙂

Diogenes-shooting é mais rápido que Clint Eastwood em os films de Sergio Leone…
Linda Ilha de Holbox! Eu, também, quero ir!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.