Charada da 6a.: politicamente incorreto

Plaza de Armas, SantiagoJá tinha usado esta foto em março, num post sobre lerês em Santiago. É uma escultura que fica na Plaza de Armas, bem no centro da cidade.

Na época tentei descobrir o nome e o autor da obra, sem sucesso. Pois bem. Acontece que desta vez consegui descobrir mais coisas sobre a figura de pedra.

Me contaram o apelido da coisa. É bastante politicamente incorreto, mas pelo que me contaram virou o jeito das pessoas se referirem à escultura. Ela funciona como ponto de encontro — para manifestações por exemplo. “A saída é a tal hora, embaixo/em frente”… ao apelido.

Achei que googlando o apelido eu conseguiria apurar o nome do escultor. Nada.

Então repasso o quebra-cabeça para vocês aproveitando o dia da charada. Leva o Troféu da Bóia, em princípio, quem descobrir o apelido desta escultura. Mas quem vier com o nome do escultor (comprovando com o link) se torna o vencedor, mesmo se o nome já tiver sido acertado 🙂

E aí? 3, 2, 1…

RESPOSTA:

PATRICIA
PATRICIA

Ops… pelo jeito a charada, além de vencedora, tem um perdedor: EU! Pelo jeito o apelido que me contaram — “El Indio Feo” — não é tão generalizado assim 😯

Mas sim, agora já sei que a escultura é de Enrique Villalobos — como a Patricia do Temperos da Vida achou rapidinho (como que eu nunca achei essa informação? Incompetente!). E que presta uma homenagem ao povo mapuche, dizimado pelos conquistadores (vai aí uma menção honrosa pra Dani G.) e que na verdade tem váááários apelidos (menção pra Fran).

Então tá. Semana que vem prometo fazer melhor o dever de casa antes de pôr no ar :mrgreen:

26 comentários

Riq
como estão as coisas no Chile com o último terremoto?

    Não fez cosquinha, Ana Carolina. Só é notícia no Brasil por causa do terremoto de fevereiro.

Charada resolvida! Vencedora proclamada! Parabéns, Patricia!

    \o/ Nem acredito! Mas Riq, não perdeste não! Fizeste muita gente quebrar o “curuto” tentando decifrar esse enigma! Eu, por exemplo, acabei descobrindo como se diz apelido em espanhol. VnV também é cultura!

    Essa foi difícil mesmo!! Ele tem mesmo muitos apelidos e ninguém conhece o oficial 😀

Riq, lembro que era chamado de muitas coisas:
El índio mapuche
El cabezón
Em mono feo
El cholo
El chueco
El monumento a los peruanos

etc etc

“Da “gente da terra” – quatro tribos a norte e uma dezena de outras no sul – resta o Monumento al Pueblo Indigena, na Plaza de Armas. Ironicamente, lembra uma imagem estilhaçada que se tentou reconstruir sem sucesso.”
Mas, o apelido que é bom ainda não sei…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.