Charada da 6a.: prainha

charada28ago

Esta aqui é mais uma dessas charadas que nem eu tenho certeza de onde é. Será que eu fui? Será que eu não fui? São tantos lugares, tantas fotos, tantos nomes gerados automaticamente pelas câmeras…

Não me parece ser uma dessas praias em que a gente consegue comer um camarãozinho no alho. Se bem que eu acho que gostam muito dessas duas coisas por lá.

Será no norte? Será no sul? Será que a resposta a essa charada passa pelo México?

Tô confuso. Me ajudem, por favor.

Leva o Troféu da Bóia quem chutar mais certo a localização desta praia. Levam menções honrosas os que chutarem mais engraçado 🙂

Dicas extras!!!!

Como o tempo urge e ninguém acertou, aí vão dicas para que esta não seja a primeira charada sem ganhador.

Vamos lá: esta praia fica num país que não figura na lista de lugares de praia de ninguém.

Eu nunca estive lá.

A direção é na mão inglesa.

Quem me enviou a foto foi uma blogueira que morou lá.

E agora com licença, que tenho que acabar de arrumar a mala de mão…

RESPOSTA:

Vago
Vago

Ufa! Traumatizado pela charada da semana passada, que foi resolvida de forma relâmpaga pelo Arnaldo, desta vez eu caprichei. Com ajuda da querida Lucia Malla, que mandou essa foto de… Cheju (ou Jeju), na Coréia do Sul. Cheju é o paraíso subtropical sul-coreano, com lugares espetaculares de mergulho e algumas praias bonitas que nem essa. Dá uma passada no blog da Lucia pra ver — e pense em quantos lugares a gente não considera mas que têm muito o que mostrar… Tentei dar uns toques (na Coréia se come muito alho, tem norte e sul, e a Lucia vai se encontrar comigo no México amanhã — mas, tá bem, tava difícil mesmo. Na falta de um vencedor, ficam mais valorizadas as menções honrosas pra Sylvia, que lembrou de Torres (haha), e do Bruno e da Martinha, que pelo menos nomearam a praia em português: Areia Preta! Obrigado a todos, e fiquem ligados — a partir de amanhã vou transmitir por uma semana direto do epicentro mundial da gripe suína: Cancún (com uma esticadinha na Riviera Maia).

128 comentários

Trata-se de uma foto que veio do futuro, através de um envelope deixado por homens de preto na casa do Riq. É o Morro do Pai Inácio, na Chapada Diamantina, após a inundação do mundo em 2012.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.