Charada da 6a.: tão perto, tão longe

charada6nov2

Não, esta foto não é minha. Aliás, também não é do lugar de onde eu surrupiei. (A propósito, preciso descobrir a origem para poder dar crédito certinho.)

Tenho pensado muito neste lugar. Queria muito ir. Não está longe — pelo contrário. Mas não vejo como encaixar este desvio em nenhuma viagem próxima.

Todo mundo que vai adora. Por mais bonita que pareça esta igreja, a cidade antiga é talvez o menor dos motivos para se ir até lá. As estradas da região levam a paisagens incríveis.

Sei que estou sendo vago demais, mas é que se eu entregar um tequinho já vem um e mata na hora.

E aí? Quem se habilita? Quem disser que lugar é esse leva a posse temporária do Troféu da Bóia. Chutes interessantes serão honrosamente mencionados :mrgreen:

RESPOSTA:

Gabe Britto
Gabe Britto

Salta uma resposta certa pra já! Sim, a foto é da igreja de São Francisco em Salta, cidade colonial encravada no norte argentino, a 1.500 km de Buenos Aires (mais ou menos a distância entre São Paulo e Porto Seguro). Além de ter preservado como nenhuma outra cidade argentina a arquitetura colonial espanhola, Salta ainda oferece arredores de belíssimas paisagens áridas. A cidade, que já é relativamente alta — fica 1.200m acima do nível do mar –, é também o ponto de partida para o Tren a las Nubes, a mais alta ferrovia da América do Sul, subindo a mais de 4.000m de altitude. (Os passeios acontecem todo sábado.) De volta ao pé da cordilheira, a estrada de 200 km até Cafayate também é superpanorâmica. O Gabe Britto não falou tudo isso, mas leva o Troféu da Bóia pela segunda vez em poucas semanas. E aí vão umas menções bem honrosas pra Dani G., que confirmou imediatamente o resultado, pra Rosa, que identificou primeiro o São Francisquinho, e pra Carla, que entendeu o espírito da Turma da Bóia: boiar em tudo quanto é charada :mrgreen: Parabéns, Gabe! Semana que vem tem mais!

60 comentários

e api que eu cheguei aqui pq estou planejando uma viagem pro norte da argentina nesse ano novo. planejando menos que deveria, já qu eestá em cima da hora.

minha idiea primeira era ir de carro, mas não consegui comp

Eu tenho uma proposta. Que tal fazer as charadas, em níveis de dificuldade, ao longo da semana? Como as palavras cruzadas do NYT: segunda dá pra encarar, terça aumenta um pouco o grau de dificuldade, e por aí vai. A de domingo é de lascar, mas do jeito que nosso grupo é craque vai ter gente acertando, sim.
Assim pelo menos os cafés-com-leite e extracomunitário com fuso atrapalhando podem ter alguma chancezinha….. 😉

Êêê!

Agora serei honesto e direi como foi que matei a charada.

Primeiro identifiquei o “FRA” que aparece no canto inferior esquerdo da foto. Sim, eu poderia ter identificado a estátua de São Francisco também, mas nessa parte visual do catolicismo eu sou lesado, então fui para a parte escrita mesmo. Como o Riq disse que era um lugar próximo, coloquei “Igreja São Francisco”, em português, no Google Images. Não deu nada. Então tentei “Catedral San Francisco”, deduzindo que seria algum lugar sul-americano. E ela estava lá, na segunda página, bem bonitona.

Daí foi só correr pra comentar e, depois, pro abraço.

Valeu!

=)

Vou chutar Sintra (ou seria Cintra) em Portugal, sem tive saco de googlar para ver o nome certo, e não deve ser mesmo.

melhor do que a charada só mesmo as piadas… todas ótimas: a que mais fez rir foi a “da turma da bóia que esta sempre boiando…”

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.