845 comentários

Olá a todos,

Vou para Buenos Aires no final de maio, e achei um câmbio aqui em São Paulo por $0,52. Achei bom o valor, ma será que o Banco de La Nación lá no Ezeiza tem uma tarifa melhor?

abraços…

    É uma boa cotação. O que você tem que ver é o que vai ser mais confortável para você. Pode ser que você ganhe alguns reais a mais no Banco Nación, mas vai perder um tempo na fila bem na chegada. Se para você é fácil comprar esses pesos, e você estava pensando em trocar todos os reais de uma vez, é uma boa.

    (Isso me faz lembrar outra vantagem… do saque em caixa automático: dá para ir trocando aos poucos, sem ficar carregando muito dinheiro vivo pra lá e pra cá.)

    Olá Ricardo,

    Você sabe quais seriam as tarifas para os saques em caixa automático do Banco do Brasil em Buenos Aires?

    Agradeço desde já a atenção…

    Abraços

    Pode variar de acordo com a conta e com o local onde você retira (os bancos têm acordos diferentes com diferentes redes).

    Tente extrair essa informação via o seu gerente.

    Estou morando em Buenos Aires e recomendo fazer o câmbio no Banco Piano, tem um no Aeroporto Ezeiza e vários na cidade. NUNCA troque seu dinheiro com os cambista da rua, e muito cuidado com as bolsas, documentos, dinheiro e cartões. Buenos Aires não é mais tão segura como dizem.

Vou ser a voz distoante dos outros trips aqui. Acho o Aeroparque acanhado, vai ficar ainda mais lotado com todos os vôos indo pra lá, muvucado e infernal. Bem parecido com o que tinha se tornado Congonhas até 2007… Espero que as autoridades argentinas revejam essa decisão para o bem dos próprios passageiros. Desembarcar em aeroporto que parece rodoviária em véspera da Natal é algo que ninguém merece.

Daqui a pouco colocam vôos Congonhas – La Guardia ou Santos Dumont – Orly.

Da última vez em que fui para Bs As fui pelo Aeroparque, via Pluna. Voo com conexão muito bem feita em Montevideo, rápido, barato e seguro.
E no meu caso – que só tinha uma mala – não foi preciso sequer tomar um taxi: com $1,25 fui até o centro para me hospedar em um hostel da calle Florida. Facilidades que não existem vindo por Ezeiza.

Então para quem vai a partir de Porto Alegre, mesmo que companhias grandes não passem a operar no Aeroparque, já dá para contar com uma alternativa urbana para chegar caindo direto em Palermo. =)

Da última vez que fui a Buenos Aires desencanei também de cambio. Fiquei durante semanas pertubado com isto aqui em Brasília, comprei doláres, travel money e quando cheguei lá descobri que poderia sacar no Banco do Brasil com muito mais facilidade do que aquele drama todo. Saquei mil pesos e debitaram 490 reais da minha conta. Cara, eu não acreditei naquela facilidade toda!
Agora eu já desencanei de cambio, poderia ter ouvido sua dica antes…

Vibanas podem se ligar e guardar 100 pesos prá proxima viagem e não precisar cambiar pro taxi, no Aeroparque.

    Eu aprendi com meu pai, desde pequena: sempre leve dinheiro embora do país que visitou e gostou, para poder voltar. Funcionou como “encanto” e hoje funciona como praticalidade. 😉

Falando em Aerolineas Argentinas, não confio nessa companhia… Uma colega aqui do trabalho foi para a Austrália em janeiro e na volta, o avião teve problemas nos motores e teve que voltar para a NZ, com todo mundo em pânico. A cia. pagou a estadia e alimentação, mas além do susto, foi um transtorno para voltar. Saiu até nos jornais na época, mas estou com preguiça de procurar no Google. Se alguém achar…

muito obrigado.

    Arthur , a gauchada aqui evita a todo custo a cia argentina, pois alem do equipamento obsoleto muitas bagagens não embarcam na volta
    ( e é aquele stress , esperar que cheguem no outro dia).

    Só no final de semana passado , isso ocorreu com 2 amigos , e a justificativa foi : segurança dos pax , excesso de peso da aeronave . HÂ? 🙁

    Sylvia, vcs fazem muito bem em evitá-la. O excesso de peso é o plastic e durepox na lataria…

    Bem…eu como morro de medo de avião, mas não deixo de viajar, amo a Aerolineas. Um amigo meu que era piloto da varig, hj da gol, disse que a Aerolineas tem ( ou tinha) os melhores pilotos da América do Sul.Fora isso, que eu saiba, nunca teve ou já faz tempo ( toc, toc, toc) acidente aéreo relevante com aviões da companhia.Abs

A Pluna também chega pelo Aeroparque.
No ano passado me confundi e acabei descobrindo que ia chegar pelo aeroparque quando já não tinha como levar pesos nem pro café… chegando lá a cotação dolar ou real x peso era PATÉTICA no único quiosque de câmbio. Solução alternativa (emergencial) que me serviu: contratei um remis com uma nota de 100 dólares e o troco, em pesos, tinha uma cotação tão melhor que a ‘corrida’ saiu de graça e ainda me rendeu um tanto a mais, comparando ao que eu perderia na conversão.

Apesar das dificuldades de câmbio, nada se compara a chegar a Bs.As. pelo Aeroparque, e já começar o caminho para o hotel ou apê apreciando a vista da Costanera Norte… 😉

    Mas a dificuldade de câmbio é só para quem ainda não se rendeu ao caixa automático… É a minha primeira opção sempre :mrgreen:

    (Claro que com um Visa Travel Money na manga, com saldo baixinho de 300 dólares ou euros para a possibilidade remota de dar chabu entre a rede local e o meu banco.)

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.