China: as dicas dos leitores

Xangai, China

Os queridos Mirella e Kiko do Mikix, que estão morando em Brisbane, na Austrália, estavam com uma escapada marcada para o Japão. Nesse momento de incertezas quanto à real extensão da contaminação radioativa, porém, resolveram mudar os planos, e estão indo para a China.

E pedem opiniões e sugestões:

Nosso roteiro será : Pequim, Xi’An e Xangai. Teremos 11 dias inteiros, que dividirei 5 + 2 + 4 respectivamente (pitacos são aceitos aqui também) eheheh…

Pesquisei o seguinte até o momento sobre os hotéis (nosso orçamento é US150 – US220 por dia):

– Pequim: Hotel G – a preocupação aqui é o barulho!!!

– Muralha: estou empolgada em fazer o passeio Jiankou to Mutianyu Great Wall Walk com o Beijing Hikers… alguma dica contra?

– Xi’An: acabei reservando o flat Citadines: super review no TripAdvisor e preço quase inacreditável.

– Xangai: estou vendo as dicas da Tofu na China… mas ainda estou em dúvida sobre a localização.

Sei que está tudo desparceirado, mas como o tempo está curtíssimo para organizar essa viagem, ajudas são mais que bem-vindas!!!

A Tati Akamime, do Por aí, já respondeu com um link para o seu post de planejamento para Xi’an, e sugerindo que em Xangai os Mikix fiquem no bairro French Concession.

E você? Tem dicas de Pequim, Muralha da China, Xi’an e Xangai pra Mirella? Contaí, pufavô!

123 comentários

Esse passeio de bicicleta parece muito legal, mas vcs tem que estar em otima forma. Andei por um pedaço da muralha, e aquilo é uma pirambeira só.
Meu maior conselho, leve muitas barrinhas de cereal, pois a comida é intragavel, pedri 3k em 1 semana.
Tb prepare as maos e papel, pois em Pequim é dificil encontrar quem fale ou entenda ingles, e qdo els falam, nos nao entendemos. É muito legal, mas nao é uma viagem facil.

    Acho a comida um lance bem pessoal. Tem muita coisa boa. Pato a pequim, a versão chinesa do gyosa (por sinal, prato chinês que em chinês chama-se jiaozi) e comidas regionais da China, em especial destaque para a culinária de Yunnan. Claro que, em geral, a quantidade de pimenta nos assusta. Mas uma recomendação pode ser valiosa: bu lada. Significa sem pimenta. Vale acrescentar o “bu lada” na hora de fazer o pedido.

    sobre o inglês, é complicado mesmo. Mas em hotéis e restaurantes dos bairros mais turísticos há staff que fala. E essa é outra vantagem de viajar com empresas como o Beijing Hikers, se a ideia é não passar trabalho. Eles cuidam de tudo, os guias falam em inglês e você só tem o trabalho de pegar um táxi até o ponto de encontro e depois, do ponto de encontro, até o hotel.

Eu não vou sugerir, mas tenho que comentar:
Há algum sítio onde não tenham ido? Isto é que é gente viajada.
Qualquer perguntinha, há sempre uns tripulantes…

Não é boa ideia mudar-me para o Brasil, com ordenado de professora, pois não?… Bem me parecia.

Estou tão cansada de ouvir a palavra “crise” na imprensa escrita e televisiva que só me apetece fugir.

PS Bóia – Depois pode apagar, para o tema ficar “limpinho”.

    Isabel,
    Nós somos muuuuuuitos e brasileiro tem muita curiosidade.
    Fique aí mesmo porque as crises são cíclicas, para todos.
    Vai pasasr. Abraços

    Isabel. Infelizmente, em geral, os professores são mal remunerados por aqui. Há algumas exceções: professores do 3° ano do EM de escolas privadas caras e professores universitários de escolas públicas, que possuem alta titulação ( livres docente e titulares ) com dedicação exclusiva e bolsas de pesquisa. Há uma escassez imensa de professores de Português, qualificados, em todos os níveis.

    Isabel. Infelizmente, em geral, os professores são mal remunerados por aqui. Há algumas exceções: professores do 3° ano do EM de escolas particulares de alto padrão ( o correspondente ao 12° ano ) e professores universitários de universidades públicas nos mais altos graus ( livres docentes e titulares, com dedicação exclusiva ). Esses nichos oferecem salários competitivos. Há uma escassez imensa de professores de Português com qualificação adequada para todos os níveis.

Posso dar algumas dicas de Xangai. Primeiro leve em conta que os táxis são extremamente baratos e o metro vai a todos os lugares que voce vai querer ir. Assim eu aconselho ficar em algum hotel perto da linha 2 do metro, que é a mais turística. A linha dois começa na linha do maglev, atravessa Pudong ( a parte nova ), passa pelo century park, museu oriental, atravessa o rio, passa pelo bund, passa pela people square,yu yu garden, xiantindi e por ai vai. Então estando perto da linha verde vc. não precisa de mais nada para se locomover. Entretanto caso não ache um bom hotel perto dela não se preocupe. Literalmente os táxis em Xangai são os mais baratos do mundo. (pelo menos no meu mundo). Vc. vai do centro ao aeroporto, coisa em torno de 45 km, por R$ 40,00. Dentro da cidade é difícil corridas que custem mais de R$ 15,00. E vc. aproveita e vai vendo a cidade, pois seja a parte nova ou a antiga é muito mais bonita do que vc. espera. A comida é barata, a bebida não, mas não se esqueça que em Xangai quase tudo é HOT. (apimentado sem perdão). Não deixe de ir ao templo do buda de jade, é um templo de verdade aonde os chineses vão para orar, no final da tarde realiza-se uma cerimonia muito bonita. A estátua do buda de jade é realmente o buda mais bonito que já vi. Xiantindi é o melhor lugar para se comer ( preços idem ). Mas para provar a culinária local qualquer esquina vc. come bem e barato (lembre-se do hot). São 2 aeroportos internacionais, hong qiao e pudong, caso chegue ou saia pelo último, utilize o maglev como transporte, da estação ao aeroporto em 8 min!!! a inacreditáveis 433 km/h!!!!. Ele é o preço do táxi normal mas vale como experiência. Estando com o orçamento mais folgado, o bund é O esquema em Xangai, prédios históricos com boates e restaurantes incríveis ( preços idem). Yuyu garden é aquela farofa turística impossível de não ir.
Espero te ajudado! Abraços e boa viagem.

concordo com o comentario acima: em Xangai é legal ficar próxima a área que era concessão francesa, apesar de nao existir mais essas divisoes, a cidade ainda é conhecida como tal. Esta área é a mais nobre, digamos, com restaurantes, lojas e atrações bacanas. Fiquei hospedado em Pudong, o centro financeiro, que é um espetáculo, mas se voltasse escolheria esta outra regiao.
Shanghai Tang café em Xintiandi, area central, é uma atração a parte pra uma refeição que explora os 5 sentidos. (Shanghai Tang é uma marca de roupas famosa e espetacular).
Quando visitar Pudong, onde está a torre de tv, hj simbolo de Xangai, (e vale a visita com alguns dos predios mais altos do mundo, fiquei hospedado no 90andar de um deles, que podem ser visitados para uma visao da cidade) se aventure no HunagPu River Ferry, vendo os dois lados de Xangai.
Quando visitar o Bund, e claro que vais visitar, recomendo um jantar no Mr. e Mrs. Bund, com uma vista e cozinha espetacular, preços chineses e depois mais um drink e uma balada no Bar Rouge, ali mesmo no Bund. Nesta area vale conhecer o Rockbund Art Museum, de arte moderna chinesa.
Para restaurentes típicos que os locais adoram, vá até a Yunnan Road, na Old Town, centenas de restaurantes.

Oi !
Meu nome é Leticia e moro em Shanghai há pouco mais de 01 ano…

Ficar na French Concession é uma boa (área com ótimos restaurantes e lojinhas legais) ou mesmo aqui em Xintiandi (região onde moro). O taxi aqui é barato, os motoristas amigáveis e com o endereço escrito em chinês – saindo de qqr um desses lugares acima – vc chega em qqr lugar de Shanghai em menos de meia hora pois a cidade não é tão espalhada qto Beijing, nem o trânsito tão pesado…

Se quiserem qqr outra informação, dica de restaurante, de passeio ou se tiverem alguma dúvida e quiserem saber se algo ´uma roubada.. podem me mandar um e-mail : [email protected]

Olá, pessoal. A localização do hotel G é tudo, o hotel é tudo e lá dentro é silencioso. Em Shanghai, gosto da French Concession e do Bund também, principalmente se você conseguir ficar à beira do Rio Huangpu, a vista do skyline ao escurecer é fantástica. Eu moro em Beijing desde 2007, amo a cidade, chego lá sexta e posso dar várias dicas. Há poucos dias, fiz um texto pro blog Inquietos justamente sobre turismo. Tem uma matéria minha publicada na Viagem sobre Shanghai ( http://origin.viajeaqui.abril.com.br/vt/materias/vt_materia_556561.shtml ) e uma sobre Beijing na Trendlinemag ( http://www.trendlinemag.com.br/?p=1292 ). Não consigo linkar direto para as páginas, mas a matéria sobre a capital chinesa está entre as páginas 28 e 31. Tou sempre super à disposição para dicas chinesas. 😉 Beijos e super boa viagem.

    Oi Jan,
    Sem querer abusar… será que você já ouviu falar do hotel “Donghu Garden Hotel”(No. 70 Donghu Road, Xuhui District, Xuhui
    Shanghai, 200031). Vi revisões interessantes no Tripadvisor, mas estou com um pulga atrás da orelha (risos!).
    Com certeza gostaria muito de dicas, especialmente de restaurantes, melhores horários para ir nas atrações e como sair fora das roubadas 🙂
    Mas vamos nos falando! Estou tentando aproveitar o final de semana para definiri melhor o roteiro e o que fazer em cada dia!
    🙂

em shanghai, eu fiquei no Astor Hotel (ou Richard’s Hotel), dica do Riq ( http://www.pujianghotel.com/ ). fica super bem localizado, barato (com cheiro… histórico, mas nada ruim) e perto do Pudong, do metrô e das compras ali no Bund.
dá para andar de metrô para todo lugar, os táxis são baratos (e têm tarifa fixa até certa distância) e não perca o túnel psicodélico que leva do bund ao pudong. compre chá nas lojinhas na beira do rio (o de “flor” é lindo), e se aventure na zona dos eletrônicos (fica fora da área central, cheia de shoppings onde os chineses olham pra vc com aquela cara “turista, aqui não é teu lugar!” 🙂
e reserve uma noite pra jantar nos restaurantes do Bund – são chiques e incrivelmente baratos pro nosso bolso.
vá ao Zôo ver os red pandas e os pandas de verdade e se perca no shopping do Pudong, gigantesco e com a maior Toys’r’Us que já vi

    Valeu PêEsse,
    Já dei uma virada em todos os links. Obrigada!
    Pretendo depois colocar todos os achados no blog, mas sobre a Muralha, a melhor fonte que encontrei até o momento foi essa aqui: http://www.greatwallforum.com/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.