Cidade Limpa

italia450.jpg

Passados os primeiros meses, já dá para ver que o projeto Cidade Limpa (que eliminou outdoors e diminuiu o tamanho dos letreiros comerciais) foi uma bola dentríssima do prefeito (com quem nem simpatizo, não; adoro a definição do Xico Sá, de que o Kassab seria um “Jânio sem álcool”).

republica455.jpg

ipiranga453.jpg

mfontes452.jpg

Por mais que limpem as fachadas, porém, São Paulo só se revela realmente bonita quando a gente fecha o ângulo e abstrai o entorno.

higien450.jpg 

bolonoiva450.jpg

Ninguém aí vai inventar o óculos que já vem com Photoshop?

tomie450.jpg

farialima450.jpg

(Fotos tiradas com o Nokia N75 N73.)

30 comentários

Riq, super off topic: vc viu que fofa a Carmencita tomando capiroskas em sua homenagem no blog dela? 😉

Wow. Cada vez mais eu fico com vontade de passar uns dias em São Paulo.
Quando fiquei sabendo dessa lei achei loucura, mas pelas fotos de “antes e depois” que vi ficou muito melhor. Tentei imaginar como Porto Alegre ficaria se fosse aplicada aqui também. Mas como sempre, toda lei tem seus extremos, sendo que essa impediu que um avião da Gol adesivado com os Simpsons (pra promover o filme – http://www.jetphotos.net/viewphoto.php?id=6021086&nseq=0) sequer sobrevôe são Paulo (http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u320635.shtml).

É verdade, a cidade está passando por uma grande remodelação visual! O mesmo tem acontecido em Belo Horizonte, onde o novo projeto urbanístico tem conseguido vencer a grande batalha comercial de vender empenas e fachadas de prédios para publicidade… Estamos descobrindo por aqui estilos arquitetônicos que nem imaginávamos existir em alguns pontos… Apesar disso, ainda temos pontos estilo Picadilly Circus, onde o marketing ainda impera… Enfim, nem tudo é perfeito! Parabéns pelo post! Abraços ;o)

poxa, se esse post fosse enquete sobre os lugares fotografados em SP, dessa vez eu acertaria quase todos, rs… 🙂

Agora só falta esse projeto de revitalização do centro de SP finalizar.
Sou muito fã da Estação Júlio Prestes e agora, da Estação da Luz com o Museu da Língua Portuguesa.

E Sandra, concordo 100% com vc, faltam calçadas descentes e uma “limpeza da fiação”… mas acredito que isso só te torne possível com a iniciativa privada, como ocorreu na Oscar Freire recentemente.

Jorge, Tb sou fansássa desse prédio… estudei no Mackenzie e namoro esse edifício desde então.

Bjs

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.