Cirque du Soleil, amanhã? Só em Las Vegas :-)

"O", no Bellagio

Confesso que sempre tive o maior preconceito com Las Vegas. Provavelmente se não fosse por causa da demanda de informações sobre o destino no site eu ainda demoraria mais um pouco para vir.

Mas eu lembro a primeira vez que me deu realmente vontade de visitar Las Vegas. Foi em 2008, em Lisboa, num jantar na Bica do Sapato em que conheci o grande Luiz Gama Mór, um dos bambambãs da TAP. O Luiz estava de viagem marcada para ir com a família para Las Vegas pela seilagésima vez. E antes que eu acabasse de franzir a minha testa, ele explicou:

– Me diz uma coisa, Riq. Onde é que tu consegue comprar ingresso pro Cirque du Soleil pelo preço normal pra dali a dois dias?

Foi só então que eu acordei para o fato de Las Vegas ser também esse lugar em que dá para assistir a coisas e jantar em lugares dificílimos de conseguir na vida real.


Corta para 2011. Acabei demorando a acertar os detalhes finais da viagem porque, tão logo saí do Brasil, apareceu a possibilidade de eu precisar voltar antes da hora por causa de um compromisso novo. A parte de Las Vegas acabou só se confirmando 100% no meio da temporada californiana. E com tantas coisas para fazer, acabei descuidando dessa parte de shows.

Fui tratar do assunto anteontem, já preparado para não encontrar ingresso para os shows que eu queria (ainda mais que neste fim de semana é feriado de Memorial Day).

Mas não é que a definição do Luiz Mór se mostrou verdadeiríssima? Consegui dois ingressos para assistir a “O” hoje, no site oficial. E descolei também dois ingressos com desconto para assistir a “Love” no domingo.

Agora: conseguir ingresso pro Elton John em cima da hora não deve ser tão fácil…

E com licença que eu tenho que retirar o ingresso na bilheteria.

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


102 comentários

Riq,

você vai ver três shows em seis dias, é pouco, assista ao KA, sério. Em Vegas a ordem básica é KA e O, LOVE, e depois Le Reve no Wynn. O Mystere, Cris Angel e Zumanity pode deixar pra bem depois, aliás depois de ver o KA algumas vezes.

Sério. É como ir a NYC e não ir na Times Square. Ou ir ao Rio de Janeiro e não caminhar pelo calçadão de qualquer praia.

Para muitas pessoas que eu conheço, Vegas não é a cidade do pecado, é a cidade do Cirque du Soleil.

(Você fica até qdo no US?) Pq em junho estaremos no Hit the Road por Austin e NYC.

Abraços e aproveite a cidade mais divertida do mundo.

    Guto, na verdade já são quatro shows: sábado tem o Recycled Percussion. E na segunda pouca coisa funciona…

    Parto dos EUA dia 2, para destino que quero informar só na hora 🙂

    Então essa é a charada da quinta ?
    Acho q vcs vão encontrar a Manu para um ceviche 😎

    Pâtz, essa tá faltando MUITO mesmo, né? Mas acho que vai ficar pra época seca (de Cusco) do ano que vem… 🙁

    Então .. os chutes continuam :
    e o meu último é ceviche com o Nilo 😀

    ola Ricardo que grata surpresa saber que vc tambem esta por aqui eu e minha esposa(este termo ainda e novo para mim…rss) estamos em lua de mel em vegas, ajudando a todas as definicoes aqui,digo..ISTO AQUI E UMA DISNEY PARA ADULTOS, UM SHOPING A CEU ABERTO a cada hotel que se entra e uma surpresa com as lojas e a decoracao do local.
    Ricardo va conhecer o HOTEL VENEZIA , com gondolas,pombos de verdades e tudo mais..

    abracos

Adorei o espetáculo ó!!! Ouvi dizer que a Celine Dion está com uma temporada no Caesars desde 15/3, deve ser muito bom também! Amo Vegas!

Viva Las Vegas!!!!
Vc não quer ir assistir o “Viva Elvis” no Aria para falar se é bom também?! rsrs
Vi o Ká e amei!
Eu achava tb que Las Vegas seria over, fake, mas o legal é que ela é tudo isso, mas você faz parte do espetáculo! Uma cidade feita para se andar e isso me ganhou! Além dos preços bons p/ qq um poder aproveitar!
Eu fui e quero voltar!
bjus

    Além do Love, ainda vamos ver Le Rêve. Três em seis dias tá bom, né?
    🙂

    Quando vi o título do seu post na hora pensei “preciso sugerir o Le Rêve”. Imperdível, você não sabe se presta atenção no show ou se fica tentando descobrir como a mente humana é capaz de concretizar as idéias mais aparentemente impossíveis para um show como este. Fiquei impressionada.

    Ricardo dizem que o Le Rêve supera todas as expectativas, inclusive está como um dos melhores shows de água em LV, dito por pessoas que já foram algumas vezes e assistiram a vários espetáculos.
    Estou com viagem marcada para novembro e muito animada com essa minha primeira passagem pela cidade! Estou de olho também nas atividades fora da cidade, como a represa Hoover Dam o Grand Cannyon … se alguém tiver mais informações agradeceria!

    Ta ótimo! rs! Então pelo jeito vou ter que incluir o Le Rêve tb na lista de shows p/ ver em Vegas na proxima viagem!

Na minha opinião, todos os lugares turísticos onde vão, bem, muitos turistas, deve ser porque têm alguma coisa boa a oferecer. Se não fosse bom, não ficaria tão famoso! Las Vegas é exatamente um desses casos. A gente tem preconceito porque vê muita coisa na TV sobre adolescentes enlouquecidos casando com prostitutas, e muito pouco sobre a cidade em si. Hoje em dia ela é muito segura e tem alguns lugares verdadeiramente chiques: Wynn, Palazzo, Belagio, com seus cassinos, lobbies, boutiques e restaurantes. E o melhor, não precisa gastar os tubos pra entrar lá e conhecer. Basta uns trocados pra jogar no cassino, e um pouco de dinheiro pra comer nos restaurantes menos caros.

Os shows com certeza são a melhor parte da cidade, mas uma dica importante para curti-los (um por noite, se possível), é fazer uma adaptação do fuso horário (5 ou 6 horas dependendo da época) antes de sair do Brasil. Comece a dormir cada vez mais tarde, caso contrário pode acabar dormindo no meio de um show maravilhoso!

Vale a pena conhecer algumas atrações “autênticas” da cidade também – não só hotéis e cassinos. Hoover Dam, museu nuclear, Red Rock Canyon são algumas delas… Levamos até criança pra LV e foi fantástico!

familiarecomenda.blogspot.com

Eu assisti Love, achei muito emocionante! Além de lindo, foi meu primeiro contato com o Cirque. Muito mágico.

Também assisti Zumanity, que achei formidável e muito divertido. Vale demais a pena!

Ah, e eu também tinha o maior preconceito com Vegas. Acabou sendo um lugar muito legal pra onde adoraria retornar para curtir sol, shows, restaurantes e boa vida.

Tenho a maior vontade de assistir esses dois espetáculos do Cirque. Depois você nos conta como foi?

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.