Com o meu cordial boa noite

Eu e a tartaruga

Quem tirou essas fotos foi o Danny, capitão do catamarã da Calabaza Cruises em que eu embarquei para um passeio de barco pela costa oeste de Barbados. Uma das paradas-padrão do passeio é para mergulhar com tartarugas. Eles jogam peixe para as cascudas e elas vêm bem onde a gente está.

O capitão conseguiu pegar o momento em que eu…. quase tive coragem de tocar a tartarugona. Quem sabe na próxima 🙂

A tartaruga!

Em tempo: os barbadianos me esclareceram sobre a cor da água. O mar está virado há duas semanas por conta de alguma corrente maligna. Normalmente tudo aqui é azul-bebê. Fica o registro…

Em tempo 2: estou refugiado novamente no mesmo restaurante onde escrevi/postei a crônica do Estadão. A internet do hotel dançou novamente, e como é um flat, não tenho com quem reclamar (a recepção funciona só até às 5). Então se eu não responder às perguntas é porque a conexão não voltou.

Agora com licença, que eu tenho que ir à muvuca de Oistins, um mercado de peixe que vira freje todas as sextas. Tschüss!

23 comentários

Ricardo,
Estou indo para Barbados em janeiro e fiz reserva no hotel que você indicou; meu vôo entretando chega apenas as 20h – como fazem para entregar a chave já que a recepção só funciona até as 17h?
A propósito, ótimo site; as suas matérias sempre são muito úteis!

Vamos aguardar seu post dos passeios, então. Valeu mesmo! As crianças estão muito animadas pra conhecer tudo em Barbados. Uma perguntinha: eles querem comprar aquelas “tranqueirinhas” eletrônicas, games e tal…. por lá tem algum bom lugar pra isso? Muito obrigada!!!

    Panamá ou Flórida. Nos duty-frees do Caribe o que rola são jóias, pedras preciosas, perfumes, cosméticos e roupas de grife.

Olá Ricardo. Eu e minha família embarcaremos para barbados dia 17. Como não tivemos tempo de ver nada sobre lá, suas dicas estão sendo muito úteis!!! Pra fazer com crianças, o que indica? Vamos ficar no Turtle Beach. Conheceu?

    Até lá vai sair o post dos passeios. Há muita coisa para ver e fazer, não se preocupe. O hotel de vocês fica na costa sul, que é a mais movimentada, mas tem esquema all-inclusive, o que faz você prescindirem dos restaurantes e bares das redondezas.

Olá Ricardo e viajantes. Montamos umas dicas legais sobre Barbados lá em nosso blog que cobre muito do que vocês estão comentando aqui. Quem quiser ver, por favor vá a http://www.visitebarbados.com/blog . Tem desde mapas do Google Maps com seleções de pontos de mergulho, snorkeling, surf etc. até calendários de eventos, álbum no Flickr e coisas do gênero.

Ricardo, vamos providenciar junto a Netuno que a corrente maligna não volte mais 😉

Riq, meu cuore bate mais forte quando vejo você com uma máscara de mergulho. Quem sabe vc não se anima a mergulhar antes da próxima encarnação?

Riq,

Recomenda algum outro passeio além desse mergulho? Li algo sobre um safari?

Falando em compras, que tal o Duty Free do aeroporto de Barbados?
Eu também li algo sobre duty free shopping na cidade de Bridgetown. Chegou a conhecer?

abs
Sergio

    Vou fazer um post sobre passeios nos próximos dias. Tem muitos programas: a caverna Harrison, o Concorde Experience, a plantation house da St Nicholas Abbey, as praias do leste, os macaquinhos e tartarugas da Natural Reserve, a visita à destilaria de rum Mount Gay, o freje de Oistins na sexta à noite.

    O “safári” é um ilha-tour de jipe, que leva às praias do leste e enfia algumas atrações do interior da ilha no meio do passeio. Não fiz, mas acho uma ótima para quem não alugar carro.

    O free-shop do aeroporto é bem pequeno. Há muitas lojas duty-free em Bridgetown, de olho nos cruzeiros. Mas, como sempre digo, não são compras à la outlet da Flórida. O forte são cosméticos, perfumes, jóias, destilados, roupas de grife. Para eletrônicos o canal é o Panamá (ops).

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.