Com o meu cordial boa noite

Praia da Conceição, Noronha

Sim, pessoas, estou em Noronha. Passo os próximos dias atrás de algumas pautas interessantes. A Tim não está colaborando com a conexão por celular, então não vou estar o tempo todo online, não. Mas a gente vai se falando…

23 comentários

Fui em Noronha em 2001. Era um sonho de consumo. Felizmente um dos poucos realizados. 🙂

De todas as dicas possiveis a que eu acho mais interessante é que eu aprendi lá falando com os locais e não havia lido em nenhum guia quando fui.

Há duas Fernão de Noronha. Ou melhor, duas estações distintas com diferentes possibilidades.

Uma quando as praias boas são do mar de dentro (prais voltadas para o Brasil). Se não me engano esta estação vai de fevereiro a agosto, mas não tenho certeza. Época de curtir as melhores prais: Sancho, Baia dos Porcos e Praia da Conceição. Bons mergulhos e ótima época para nadar e mergulhar nas praias cartão postal.

De setembro a janeiro (a confirmar) é a época em quw o mar de fora fica mais calmo e o mar de dentro mais “nervoso”. As praias citadas acima ficam mais para surf que banhos de mar no estilo caribenho. Em janeiro é que acontece o campeonato de surf com ondas do estilo hawaiano. Em compensação ficam acessíveis os melhores pontos de mergulho no mar de fora.

Fui em junho e aproveitei o mar de dentro tanto a praia quanto mergulho. Quando voltar outra vez para fazer os mergulhos do mar de fora provavelmente escolherei o mês de setembro.

Se eu nunca tivesse ido, e para quem não vai realmente mergulhar acho que deveria escolher a época do mar de dentro e curtir a melhor praia do Brasil: a baia do Sancho.

Pena que é tão caro especialmente para o que oferecem em infra-estrutura (ou ofereciam em 2001 mas acho que não mudou muito).

Acho que tem que ser preservada mas podiam flexibilizar as construções para melhorar as condições dos turistas e da população local.

Eu consigo me imaginar indo a Roma sem ir ao Vaticano. Mas não consigo pensar em Noronha sem mergulho. 80% da beleza da ilha está naquele aquário natural. Cheguei a meio metro de um tubarão em Noronha. Era um lambaru. Bem diferente dos tubarões “maus” do Spielberg.

Falar nisto bom mesmo era os tubalhau (bolinhos com carne de tubarão processada de maneira semelhante ao bacalhau). Não sei se ainda oferecem a “iguaria”. Nem é tão bom, mas rende um bom papo de boteco na volta…

Também tenho uma proposta radical para Noronha: eu proibiria que os cruzeiros aportassem na ilha. Pelo que me contaram inviabiliza tudo. Mas isto é a minha opinião de leigo e metido.

Só não te invejo mais porque SP está com chuvas refrescantes todos os dias [tradução: vamos morrer afogados]. A velha fábula da raposa e as uvas revisitada.

Riq, estive por aí em novembro (pela terceira vez) e levei o seu livro “100 praias que valem a viajem” para o Jorge e a Edna do Tricolor. Eles adoraram. Passando por lá, mande um abraço.
Eu sei que você irá postar muitas dicas interessantes, mas a melhor de todas (na minha opinião) é a seguinte: ao chegar, dispense o transfer da sua Pousada (que muitas vezes passa por diversas outras, além de “empurrarem” uma Palestra de introdução e pacotes de passeios), pegue um taxi direto para a Pousada (R$ 17,00), coloque as malas no quarto (faça o check in depois) e vá para o final de tarde no Duda Rei.

Ric, estive aí em novembro e corria um boato de que estavam querendo proibir o turistas de visitar as praias por iniciativa própria, só seria permitido com a companhia de um guia, como já é feito na Praia de Atalaia.Aquela coisa de alugar bugresinho e saí por aí iria acabar. Será verdade? Noronha não vai me ver mais, se for.
abração e aproveite

Estos dias muitas publicaçãos espanholas falavan de Noronha, porque algum ator e atriz havian passado a noite do ano novo em a ilha…

Ih, meus pais então se deram bem mesmo! Vão viajar com dicas fresquinhas!!! 😀

e eu crente que vc tava vindo pro siará!
rsrsrsrs
aproveite esse paraíso! Boa noite, boas fotos e boas pautas!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.