Com o meu cordial boa noite

Itacaré

Desculpem aê — hoje o dia foi pesado, com bastante trabalho de escritório para fazer. Consegui responder perguntas durante o dia, mas só deu para pôr posts novos agora à noitinha. Para não dizer que não pus no ar nenhum material original, aí vão algumas fotinhos do entardecer, ontem, na foz do Rio de Contas, aqui em Itacaré.

Itacaré

Amanhã eu conto com detalhes como cheguei aqui desta vez…

Itacaré

ItacaréItacaréItacaré

97 comentários

Ricardo e demais leitores, bom dia a todos.
Estou indo com a minha mulher pra Itacaré no fim de março. To na dúvida entre o Eco Resort e o Village Itacaré. Me recomendaram o Village por ser mais novo e mais perto da praia, mas falaram mal da comida (mt boa no a la carte pago, mas no buffet incluído). Além disso, ainda to mais simpático ao Eco Resort, mas nem sei porque… Alguém me ajuda, por favor. Abs

Olá, Riq!
Gostaria de uma ajuda sua. Eu, meu noivo e um casal de amigos, estamos querendo ir a Itacaré agora em Janeiro, porém temos algumas dúvidas em relação a como irmos. O que vc acha? Estamos pensando em ir de carro, parar em Itaúnas, depois seguir a Abrolhos e depois, Itacaré. Ou, irmos de ônibus ou avião, e alugar um carro por lá.
Nos ajudem, por favor!!
Obrigada.

Ricardo,

Eu e minha namorada conhecemos Itacaré em agosto de 2008 e adoramos. Gostariamos de viajar agora no final de junho para algum lugar parecido: cidade pequena (para fazer tudo a pé e esquecer do carro), belas praias e um pouco de calor (mesmo no inverno).

Tem alguma dica?
Obrigado

    Em Jericoacoara o pior das chuvas já deve ter passado.

Riq, espero que as estradas agora estejam em melhor estado, pq os solavancos dos ônibus deixaram péssimas recordações na minha coluna.Quando fui de Ilhéus a Valença, pulava tanto que eu chegava a sair do banco!

    Sem precisar pegar a BR 101 nem o antigo trecho de Travessão a Camamu, a viagem ficou bem mais confortável.

By the way, Manu, antes que vc me chame de ricaça desocupada, saiba que ralei muito um ano inteiro pra poder curtir uma semana de merecidas férias na Bahia! No ofense…

Manu, vc entrou no blog errado, no post errado e na hora errada.

Riq, conta aí no próximo post se passou por Barra Grande/Taipús/Cassange nessa sua trip de Boipeba a Itacaré, please! Estou indo pro Cassange na primeira semana de fevereiro, curtir o sossego da Pousada Terraços Marinhos que vc indicou. Bj!

    Deu tempo não, Andréia! Dessa vez o foco da aventura é o deslocamento por ônibus! :mrgreen:

Pessoal,
Como amante do turismo e de tudo que existe, sinto o desejo de me expressar. Acredito que o que todos estão fazendo aqui é incrível: por meio de uma comunidade virtual de turismo estão refletindo sobre diferentes assuntos, que vão desde desenvolvimento sustentável a até turismo. Acredito que todos tem um fundo de verdade nos posts que estão escrevendo e que todos trazem um “background” social e econômico diferente e que isso é, afinal, o que faz o nosso país. Só não apoio criticar pessoas tão preocupadas, divertidas e interessantes como Ricardo Freire por explorar o assunto principal do seu website: turismo. É claro, seja na Bahia ou no Haiti, muitas pessoas sofrem em razão do turismo de exploração e isto é causado por pessoas ruins e não capitalistas porcos como muitos pensam. Estes capitalistas porcos são responsáveis por sermos o que somos hoje. E se criticarmos eles, estamos, na realidade nos criticando. Me desculpem pelas minhas opiniões “radicais”, mas a verdade é que sempre haverá desigualdade e a única maneira de acabarmos com essa desigualdade é com informação, porque, se soubermos de onde vem tal produto que consumirmos ou qual o impacto socioeconômico na comunidade em relação ao hotel que vamos ficar. Mas não temos o direito de continuar na mediocridade da desinformação e nos considerarmos melhores e os outros não entendem o nosso ponto de vista. A USSR, o Fascismo, o Comunismo e a Ku Klux Klan começaram assim. Reflitam por favor. E a todos os trips que apoiaram o Ricardo e todos que não: parabéns pela discussão…me fizeram pensar à meia-noite. Riq, parabéns pelo blog e por este post. Fui !

Ansiosa pela chegada do post sobre o modo roots de ir a Itacaré via Boipeba…eu tenho o maior prazer em passeios roots.Fazer o quê? Esses périplos viram sempre histórias divertidas para recordar, ainda mais porque sempre aparecem uns personagens pitorescos que vc nunca encontraria em uma viagem “fácil”.Quanto mais ônibus eu pego e quanto maior o número de paradas, mais eu acho a viagem divertida. Cada louco com sua mania! Por falar nisso, adoro quando cai um de para-quedas (com ou sem hífen) por aqui. O melhor a fazer nesses casos é não contrariar. Vai por mim!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.