Com o meu cordial bonne nuit

Teatro L'Astral, Montreal

Depois de dois dias visitando o Zé-JET, a Débora e os Jetsons lá em Burlington, em Vermont (foi minha primeira vez na Escandinávia!), pegamos um bumba da Itapemi…, digo, da Greyhound e em pouco mais de duas horas chegamos a Montreal.

Skyline de Montreal à beira do rio St.-Laurent


O ônibus saiu uma hora atrasado e ainda ficou retido por meia hora além do previsto na fronteira, devido a problemas de documentação de um passageiro (que não pôde seguir viagem). Quando desembarcamos na rodoviária de Montreal já eram mais de sete da noite. Mas ainda deu tempo de reservar um restaurante pelo Open Table (a T! Brasserie, que fica ao pé do Museu de Arte Contemporânea). Comi uma saucisse de Montréal, que vem a ser uma lingüiça de galinha d’angola, com mostarda forte e gratin dauphinois.

Museu de Arte Contemporânea de Montreal

T! Brasserie, Montreal

Saucisse de Montréal

Vamos ficar aqui pelo leste do Canadá pelos próximos dez dias. Se quiser deixar suas dicas de Montreal, esta é a melhor hora 😀

Região do Museu de Arte Contemporânea, Montreal

Merci!

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


40 comentários

Olá Ric!

Já li e reli todos os comentários sobre o Canada mas ainda tenho umas duvidas e queria sua ajuda. Como vc, vou ficar alguns dias em Vermont e depois quero ir ao Canada mas de carro. Estou pensando em Montreal e Quebec (tenho aproximadamente 10 dias) porque tenho que voltar para NY depois. Quantos dias vc me recomendaria para conhecer as duas cidades? Existe algum parque ou alguma outra cidade no caminho que vc acha que valha a visita? Li aqui sobre o Mont Tremblant, mas vale a pena no verão também?

Agradeço muito a ajuda!

Abcs!

    Olá, Jana! Aqui quem responde é A Bóia. As paisagens montanhosas do Canadá, tanto no leste quanto no oeste, ficam mais bonitas no verão. Vale passar sim. Para cidades grandes o Ricardo Freire recomenda sempre pelo menos quatro dias. Québec é menorzinha, pode ser feita até em um dia, mas o Ricardo Freire recomenda só ficar uma noite em qualquer lugar se o tempo disponível para a viagem for muito exíguo.

Oi MIlton, tb vou em julho!
Estou de olho nas dicas!!
Aliás, procurei tanto aqui estas dicas!
Este post veio na hora certa!

Tem muitos restaurantes legais na Rue Duluth, alguns deles com o conceito de Apportez votre vin (traga seu vinho). Você leva, eles abrem, servem e não cobram taxa de rolha. É só procurar a plaquinha na frente e tem sites com a lista também. Em lojas chamadas SAQ (Société des alcools du Québec) são vendidos os vinhos, algumas ficam perto dos restaurantes.

Vou deixar minhas dicas:

– Existe uma rota do vinho aqui no Quebec que n é muito conhecida, mas é bem legal alugar um carro e visitar o interior do QC http://www.laroutedesvins.ca/en/resto.php

– O parque olímpico é bem legal e vale a pena tanto conhecer o jardim botânico que fica ali bem pertinho, como o Biodôme http://www2.ville.montreal.qc.ca/biodome/.

– Gosto muito da cervejaria 3 brasseurs, tem 3 ou 4 filiais na cidade, a cerveja é de fabricação própria. O clima é bem típico, principalmente em dia de jogo dos Canadiens, time de hoquei de MTL.

_ A poutine é o prato típico do QC, o lugar mais famoso é o La Banquise http://www.restolabanquise.com/ . Tem zilhoes de opções de “sabores” e fica aberto 24hs.

Aproveite MTL!!
Bjos

Se vcs viram o primeiro episódio de Frasier chamado “My Coffee With Niles” vão gostar de ir a Tratoria Nervosa em Toronto , onde o filme foi rodado. As pizzas são ótimas , e as ruas do entorno são as mais agradáveis da cidade http://www.eatnervosa.com/

Ricardo, tenho uma grande amiga q mora em Ottawa e sempre me convida p/ ir nesta época do ano por conta do festival das tulipas naquela cidade. Se puderes, vai e aproveita por mim: http://www.tulipfestival.ca/
Sou mega fã de seus escritos: livros, blogs, artigos, whatever. Boa viagem!

Não sei como está o Jardim Botânico nessa época do ano, mas fui no verão e fiquei encantada com a beleza do lugar!

    É bonito, mas ainda não está florido. Mas dá pra visitar a exposição “Papillons en Liberté” que é bem legal, várias borboletas voando dentro da estufa

Legal ! Espero bastante dicas, pois estarei indo para esta região em julho próximo… O que dá para fazer em 15 dias entre Niagara Falls – Toronto – Montreal – Quebec ?

    Olá, Milton Lucio! O Comandante anunciou que vai passar 10 dias entre essas cidades. Então você vai fazer uma viagem muito melhor que a dele 😀

    Dá pra fazer muita coisa em 15 dias. Niagara Falls é um bate-volta de Toronto e Quebec pode ser um bate-volta de Montreal também, apesar de ser bom passar pelo menos mais um tempinho. Ainda dá tempo de conhecer Mont Tremblant e Ottawa.

    Ok…
    Estou pensando em dividir esta passagem pelo Leste do Canadá mais ou menos assim:
    3 noites em Quebec, 4 em Montreal, 1 em Ottawa, 2 em Niagara Falls e 4 noites em Toronto. O meio de locomoção entre elas será de carro. O que acham desta divisão?
    Em julho faz muito calor lá tbem ou o clima é mais agradável, se comparado com NY ?

    Outra duvida: é possivel atravessar a fronteira com os EUA, em Niagara, com carro alugado no Canadá ?

    Bem, na volta, postarei um trip report da viagem…

    Olá, Milton! Duas noites em Niagara Falls é um pouco exagerado, a não ser que você use o segundo dia para ir a Buffalo. Estando de carro, não seria interessante arranjar uns dois dias para ir ao Monte Tremblant?

    Monte Tremblant vale muito a pena, a cidade é uma graça. Tem um outlet conhecido por aquelas bandas, pra quem gosta. Eu não fui mas vi várias pessoas (brasileiros, claro) saindo de Montreal no sabado para ir a Mte tremblant com uma passadinha no outlet.
    Quebec também é muito bacana mas, acho que em 3 noites voce não terá muito o que fazer.

    Ola Karina
    Vou pro Canadá e tive dificuldades pra achar outlets por lá. Você comentou que existe um perto de Tremblant, sabe me dizer o nome. Alguém teria o nome de algum outlet na Costa Leste Canadense? Perto de Ottawa, Montreal ou Quebec? Obrigado

    Eu também acho a hospedagem em Niagara Falls desnecessária. Dá pra fazer um bate e volta tranquilo e ainda passar por Niagara-on-the-Lake que fica no caminho e é uma graça 🙂

    Em Niagara Falls, a atração principal é o passeio nas cataratas e o resto é uma rua lotada de museus meio bizarros, e acho difícil que alguém queira ir em todos eles, hehehe. Só se for o caso que mais de um dia seria necessário.

    Legal!
    Tava na duvida mesmo em incluir Mte. Tremblant no roteiro, já que estaria indo no verão (e não na “temporada de ski”), mas agora vou rever o meu roteiro (e remanejar 1 noite).
    Quanto a Niagara, pensei em atravessar para o lado americano, a principio para compras (vi que tem um Fashion Outlets na Niagara Americana) e esticar até Buffalo (vale a pena?)

    Lendo outros posts aqui no VnV, surgiram algumas duvidas com relação a imigração na “pont” Rainbow Bridge entre os dois paises… é preciso pagar pelo formulario I94 na imigração (alem do pedagio normal da ponte)? É demorado o tramite alfandegário ?

    Meu voo para Montreal será pela AA, com conexão em Miami… é necessário passar pela imigração americana para pegar esta conexão, ou só passarei pela imigração canadense quando chegar la ? Na volta, depois de sair de Toronto, farei um stop de 12 dias em Miami/Key West/Orlando… Então, quando devo devolver o tal canhoto do formulario da imigração ? Quando embarcar na ida para Montreal ? Quando voltar de Toronto para Miami ? Quando atravessar na ponte Rainbow de volta a Niagara Canadense ? Só quando voltar ao Brasil a partir de Miami… fiquei meio confuso (deu pra perceber, né?) com isto.
    Aguardo pelo post de utilidade publica ultra-esclarecedor do nosso Comandante !! 🙂

    Obrigado pelas dicas, pessoal !!!

    Olá, Milton! Já faz algum tempo que não existe mais a figura do passageiro em trânsito nos Estados Unidos. É preciso, sim, fazer a alfândega.

    O Ricardo Freire vai fazer imigração e passar a noite em Buffalo, aguarde seu relato daqui a mais ou menos uma semana 🙂

    Se vc vai passar em Miami na volta, acho besteira ir até Buffalo só fazer compras. No seu lugar, eu gastaria esse dia no Canada. Mas é só uma opinião muito pessoal de quem adora esse país 🙂

    É verdade, Márcia.
    Também acho… mas o difícil vai ser deter o ímpeto
    consumista da “Patroa”… 🙂
    Mas, vou trocar uma das noites em Niagara por outra em Toronto ou Mte. Tremblant, como foi recomendado aqui…
    Outra dúvida: o parque Canada´s Wonderland vale a pena ou seria dispensável para quem vai também a Orlando (tenho uma filha de 10 anos) ?

    Merci!!

    Milton eu não visitei esse parque então não posso te ajudar. Mas conheço pessoas que moram em Toronto e tem crianças pequenas e que gostam muito dele.

    Mas ja deixei essa dica aqui e vou deixar de novo. Próximo a Ottawa e também a Mont Tremblant, tem um parque incrível com vários animais “típicos” ( cervos, bufalos, esquilos, urso) e acho que é uma alternativa bem mais interessante pra sua filha. Chama Omega Park e o link é esse aqui:

    http://www.parc-omega.com/en/

    Bom passeio 🙂

    Se você não entregar seu I-94 quando sair de Miami, você não precisará pagar quando entrar nos EUA via terrestre. Mas se você entregar, você terá que pagar 6 ou 8 dólares pelo I-94 terrestre.

    Quanto ao calor, eu dei a sorte ou azar de pegar a maior temperatura registrada na história de Montreal: 33ºC, num mês de setembro, há uns dois anos.

    Valeu, Márcio!
    Então, se entendi, ao fazer a conexão para Montreal, o “negocio” é não entregar o canhoto do I-94 ainda, e deixar para entrega-lo somente quando for pegar o voo de volta ao Brasil, em Miami.

    Marcia,
    Quanto ao Parc Omega, tá anotada a sugestão.
    Obrigado !!!

Vale a pena comer um sanduiche de carne defumada (viande fumée) no Schwartz’s. E se tiver estômago, provar uma poutine, uma mistureba bem típica.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.