De Buenos Aires a Colonia del Sacramento: como chegar

Imagine se no outro lado da Baía de Guanabara estivesse Paraty

Não foi por acaso que os portugueses fundaram sua cidade mais meridional exatamente ali: Colonia del Sacramento é o ponto mais próximo de Buenos Aires na outra margem do Rio da Prata.

A rota é operada em vários horários por barcos (buques) de três empresas.

Os horários da Buquebus

A Buquebus é a mais tradicional. Tem buques rápidos (1h de travessia) e lentos (3h) e por isso oferece mais horários; todos os buques carregam carros. Há também buques rápidos a Montevidéu (3h).

A Colonia Express é seu concorrente mais tradicional. Só opera com buques rápidos e não carrega carros. O serviço, porém, é bastante instável. A companhia costuma cancelar operações de última hora. Eu evitaria.

A Seacat é o concorrente mais novo. Tem catamarãs compactos e rápidos e não carrega carros.

Mas tem tanta gente assim que sai de Buenos Aires para visitar Colonia?

Não. Os buques a Colonia servem como principal meio de transporte ao Uruguai. Ao desembarcar, a maioria dos passageiros sobe em ônibus de conexão que continuam a Montevidéu (mais 2h30) ou Punta del Este. A passagem já é vendida até o destino final; a Buquebus tem esse nome porque é buque + bus. (Aaaaaahnnnn, intchindji.)

E por que ir de barco + ônibus para Montevidéu quando se pode ir de barco direto? Porque sai um pouco mais barato, e tem mais horários.

À diferença da maioria dos passageiros, porém, nós turistas estamos interessados em Colonia como destino. Seja num bate-volta desde Buenos Aires, seja como escala numa viagem entre os dois países do Prata.

Aqui vai o modo de usar:

Imprima seu e-ticket! (Nem que seja no cyber)

1) Entre nos sites da Buquebus, da Colonia Express e da Seacat para ver os horários e preços do dia desejado. A Colonia Express e a Seacat costumam sair um pouco mais barato, mas não têm tantos horários. (Na Buquebus, atenção: os preços mais em conta são dos buques lentos.)

2) Se você vai fazer bate-volta, clique em “Day tour”, tanto na Buquebus quanto na Colonia Express. Na Seacat dá para comprar ida e volta.

No check-in

3) Chegue com uma hora de antecedência ao terminal. (O da Buquebus e da Seacat fica no canto norte do Puerto Madero, à altura da avenida Córdoba; o da Colonia Express, no extremo oposto, bem longe.) Motivo: é preciso fazer imigração antes de embarcar.

Malas despachadas!

4) Malas grandes são despachadas. E, como o desembarque de um ferryboatão leva um certo tempo, quando você chega no saguão a bagagem já está rolando no carrossel.

Carimbo uruguaxo antes de sair da Ar-rentina!

5) Você faz duas imigrações de uma vez só. Em Buenos Aires, o oficial argentino carimba a sua saída e encaminha o seu passaporte ao oficial uruguaio, que fica ao lado e carimba a sua entrada. Acredito que a mesma coisa aconteça em Colonia — ao contrário, claro.

A caminho do barco

6) Não há poltrona marcada. Se você está em grupo e quer sentar junto, faça logo o check-in e entre na fila.

(A lanchonete tá lá na frente)

7) No Buquebus há uma boa lanchonete a bordo, que aceita pesos argentinos, pesos uruguaios e dólares. Mas o troco vem em pesos (argentinos ou uruguaios, o que você escolher).

O saguão do barcão

8 ) Depois de 10 minutos de viagem abre o free-shop, que permanece aberto até 10 minutos antes do desembarque.

Breve, um terminal hidroviário novinho

9) A rodoviária de Colonia fica ao lado do terminal hidroviário. Querendo fazer de Colonia apenas um pit stop entre Montevidéu e Buenos Aires, sem pernoite, você pode usar os lockers grátis da rodoviária. São pequenos: comportam apenas maletas ou mochilas não muito gordas. Se a sua mala for grande ou os armários estiverem lotados, você pode deixar na lanchonete.

Mas atenção: para passar o dia em Colonia e seguir a Montevidéu (ou, vindo de Montevidéu, para passar o dia em Colonia e seguir a Buenos Aires) é preciso comprar separadamente as passagens de barco e de ônibus. As passagens de ônibus podem ser compradas pela COT (veja aqui tarifas e horários).

Llegamos! (diga: Xegámo')

Leia mais:

Passagens mais baratas para Buenos Aires no Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Mondial Assistance

Alugue carro em Buenos Aires na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões em Buenos Aires com a Viator

654 comentários

Tai um bate e volta que, mesmo com tantas viagens a BsAs, eu nunca fiz. Bom pretexto pra voltar pra la :mrgreen: Alias, viagem deliciosa usar Colonia como recheio do sanduiche BsAs-Montevideu!

Fiz este caminho e é realmente maravilhoso. Ótima dica.
Adorei teu blog, o mais completo que já visitei. Embora eu creia que a maior parte dos meus leitores já conheçam, vou recomendar lá no meu blog.
abraços

Riq, eu e meu marido fomos de carro de Montevideo até Colonia. A estrada é super tranquila e bem sinalizada. Aliás, Colonia é minha cidade preferida no Uruguay.

E replico o comentário do Lucas pq concordo 100%:
“Passar a noite em Colônia é uma experiência que vale MUITO a pena. A cidade é super simpática e a iluminação noturna dá um charme a mais.”

Mas uma noite é mais do que o suficiente.

Eu também fiz esse bate e volta e adorei! Foi totalmente surpresa eu gostar já que mesmo lendo os relatos achava que nao ia gostar…
E o dia estava lindo!
Eu comprei o buquebus de 3 horas…mas durou só uma hora…não sei o motivo.
Comprei numa loja do buquebus acho que na Posadas…linda super moderna…me chamava pelo nome hehehe só não sabia que a imigração durava taaanto…e muita diferença da estação de BsAs e de Colônia…mas estão construindo uma nova né…

    Carla ca estou eu!
    Agora em Montevideo, vou colocar em pratica suas dicas agora.
    Amanha a noite ou quinta de manha vou pra Punta e retorno pro Brasil sexta a tarde.
    Estou em duvida, a noite daqui de MOntevideo, esta me parecendo muitoo.. mais muito morta. Estou na Ciudad Vieja.

    Fabio, até onde eu sei, o melhor bairro para se curtir a noite de MVD é Pocitos – mas se você quiser um programinha mais tranqüilo, tipo restaurante / barzinho, Punta Carretas também me pareceu uma boa pedida! (Mas faço a ressalva de que eu estive aí já faz quase 3 anos, e foi durante o Carnaval…)

    Fabio, aí na Ciudad Vieja tem uma rua chamada Ciudadela, que sai da praça Independencia em direção ao rio (lado direito de quem está no meio da praça olhando para o Palacio Salvo). É nessa rua, na calçada direita de quem desce, que fica o Baar Fun Fun, onde tem tango e candombe às sextas e sábados. Descendo um pouco mais, quase chegando ao rio, e na outra calçada (esquerda), tem uma quadra de barzinhos animados — um botequim tradicional e dois moderninhos — freqüentados pela moçada. Não sei como é no meio da semana, mas na sexta feira de madrugada tava bombando.

    Em Pocitos, vá ao Tranquilo, 21 de Setiembre 3000, esquina Graseras. E ao Bar 62, Barreiro esquina Chucarro (pra lá da avenida Brasil).

Buquebus, Riq.
Estou achando muito estranando.
Vou retornar de um voo de Montevideo, onde devera ser carimbado a saida, mas como, se nao tem a entrada?
Antes de ir para a rodoviaria, vou passar pelo porto para colher informacao com outra pessoa.

Riq, como sao os taxis em Monte. Precos similares aos argentinos?

    O importante é o canhoto do cartão de embarque, que funciona como cartão de entrada no Uruguai. Eles vão pedir para você no check-in do aeroporto. (Quem entra com carteira de identidade também não ganha carimbo.)

    Quanto aos preços, tudo é um pouquinho mais caro, táxi também. Mas é difícil passar dos 10 reais.

    Riq!
    Ca estou eu em Montevideo, o taxi do terminal rodoviario ate a Ciudad Vieja custou 84.00$, justo e barato!

    Quanto ao carimbo, olhei novamente meu passaporte, ha 3 carimbos, um da entrada na Argentina um da saida, e na outra pagina um terceiro, onde nao eh possivel ler se eh Uruguai ou Argentina. Me recordo que no Buque Bus la em Buenos Aires havia 2 pessoas na cabine da PF, sera que foi la que saiu o carimbo made in Uruguai, ja que em Colonia nao houve carimbo nenhum.

    Riq! Tudo resolvido, li o seu post novamente. o carimbo eh na saida da Argentina, tudo certo.
    = )

Ai que saudade que deu desse bate-volta!
Foi tão bommmm!
Colonia é linda! O passo-a-passo está perfeito! 😉

Ola Riq, acabo de chegar a Colonia, cidade linda! Gostei!
O servico migratorio uruguaio nao carimbou o meu passaporte, perguntei se haveria necessidade me informaram que nao.
=/ estranho…

Ric, não sei se vc ficou sabendo, mas seu twitter e blog foram recomendados ontem no programa “Scrap MTV”. Achei até engraçado pois nunca assisto esse programa (aliás, nem a MTV), mas ontem por acaso parei para ver do que se tratava e tive essa surpresa.
Abraço!

    Uau! Então agora se explica porque rolou um monte de adds novos no Twitter ontem 🙂

Eu não conosco Colonia del Sacramento, mais tenho lembranças dos posts de a doutora Carla e de Emília. Gostei então das ruas de Colonia e do seu sabor tranqüilo. Espero com impaciência os novos posts do lugar.

    Bacana, Carmen! Eu também estou esperando…achei Colonia um encanto. E um bate-e-volta muito tranqüilo.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.