De Interlaken ao Top of Europe, pela Jungfraubahn

Jungfraujoch: Top of Europe

Uma semana depois de ter passado por rapidamente Interlaken, voltei. Não podia seguir viagem sem ver como é aquele que talvez seja o lerê mais importante da Suíça: a subida ao chamado Topo da Europa — o lugar mais alto do continente aonde se pode chegar de trem.

Separe um dia inteiro para o passeio: o circuito completo dura no mínimo seis horas, combinando linhas convencionais (que servem ao transporte de moradores também) com a Jungfraubahn, o trecho final de acesso ao Top of Europe. De quanto mais tempo você puder dispor, melhor: dá para fazer paradas intermediárias, sem precisar fazer baldeações imediatas.

Quem dorme em Interlaken faz um passeio mais tranqüilo. Estando hospedado em outra cidade você precisa acrescentar mais 1h em cada sentido desde Berna, e 2h em cada sentido desde Lucerna, Zurique ou Lausanne.

glacier express

Suíça de trem

30 roteiros de 2 a 8 dias prontos para usar, com ou sem Swiss Pass

O circuito completo

A viagem começa na estação Interlaken Ost, que funciona como a estação central de Interlaken. O circuito é circular. Em Interlaken você decide se quer subir por Lauterbrunnen ou por Grindelwald (você sobe por uma, e desce pela outra). Os horários são sincronizados com a chegada de trens de Berna, Lucerna e Zurique. O Swiss Pass permite ir até Lauterbrunnen ou Grindelwald (e voltar também, claro), sem suplementos.

O primeiro trem do circuito

O primeiro trem do circuito

Eu subi por Lauterbrunnen. São só 20 minutinhos até lá, e então acontece a primeira baldeação, para Kleine Scheidegg. Neste trecho quem tem Swiss Pass tem direito a 50% de desconto.

De Interlaken a Lauterbrunnen

Baldeação em Lauterbrunnen

O segundo trem do circuito

Eu não tinha tempo sobrando (precisava chegar a Lausanne a tempo de pegar minha bagagem no serviço de Fast Baggage), então não pude fazer nenhuma parada intermediária. Mas morri de vontade de parar em Wengen, a 1.300m de altitude, uma cidadezinha debruçada no precipício.

Wengen

Subindo por um lado ou pelo outro, você vai precisar descer do trem em Kleine Scheidegg, a 2.060m de altitude, que fica a 1h20 de viagem desde Interlaken. Ali você embarca na Jungfraubahn. O Swiss Pass dá 25% de desconto.

Kleine Scheidegg

O último trem do circuito

A ferrovia já tem mais de 100 anos. Foi idealizada numa época em que não havia tecnologia de teleférico, e o único jeito de alcançar grandes alturas era por meio de trilhos. Para chegar a 3.500m de altitude, a solução foi construir 7,5 km de túneis por dentro do Eiger e do Mönsch. A viagem desde Kleine Scheidegg leva uma hora, a maior parte dentro do túnel; na ida há duas paradas para apreciar os montes nevados em mirantes envidraçados.

Antes de entrar no túnel

Parada no túnel

Mirante em Eismeer

Quando o trenzinho sai do túnel, lá em cima, a 3.500m de altitude, você está em Jungfraujoch (o “pé do monte Jungfrau”), um belíssimo plateau para contemplar os picos do Jungfrau, do Eiger e do Mönsch, além de impressionantes geleiras alpinas.

Top of Europe

Mas hoje o Jungfraujoch é mais do que as vistas; foi transformado num parque de diversões nas alturas: por isso o nome-fantasia Top of Europe.

Top of Europe

Jungfraujoch, Top of Europe

Lembre-se que ao chegar a 3.500m você não pode correr nem se apressar. Eu levei uma hora inteira, sem pausa para café, só para andar pelas atrações lá de cima. O circuito básico consiste em dois mirantes ao ar livre e um palácio de gelo.

Jungfraujoch, Top of Europe

Jungfraujoch, Top of Europe

Jungfraujoch, Top of Europe

Jungfraujoch, Top of EuropeJungfraujoch, Top of EuropeJungfraujoch, Top of Europe

Fora isso, dá para visitar a loja da Lindt, assistir a um filme com imagens panorâmicas das montanhas, caminhar (40 min.) até um café que fica num ponto mais alto (não fui) e, no verão (deles!), brincar na área Snow Fun, que tem tubing e tirolesa (e alguma neve garantida em julho, ao contrário de Bariloche).

Tchau, Top of Europe!

Jungfraujoch, Top of Europe

Volta-se a Kleine Scheidegg e de lá toma-se o trem para descer pelo lado oposto ao que você subiu. Em Lauterbrunnen ou Grindelwald o seu Swiss Pass volta a valer sem suplementos.

Kleine Scheidegg

Desci por Grindelwald, a 1.035m de altitude, que é — dizem, não tive tempo para dar um rolê — o mais arrumadinho e perfeitinho dos vilarejos montanheses suíços (dizem que é até perfeito demais). Ali perto fica Grindelwald First, onde há um lindo lago à beira da geleira. Só não desembarquei por causa da minha bagagem me esperando em Lausanne…

Grindelwald

Entre Grindelwald e Interlaken

Entre Grindelwald e Interlaken

Entre Grindelwald e Interlaken

Cheguei a Interlaken a tempo de pegar o trem coordenado que me levou a Berna e depois a Lausanne, onde minha mala, despachada de manhã cedo em Lucerna, estava à minha espera. Deu certo!

Os trechos Interlaken Ost-Wengen e Grindelwald-Interlaken Ost custam, somados, 25,80 francos suíços. O trecho é gratuito para portadores do Swiss Pass.

O circuito Wengen-Kleine Scheidegg-Top of Europe-Kleine Scheidegg-Grindenwald custa 210,40 francos suíços. Portadores de Swiss Pass têm 25% de desconto. Crianças até 5 anos (inclusive) não pagam.

Ricardo Freire viajou à Suíça a convite do Swiss Travel System.

Leia mais:

362 comentários

Boa tarde, Bóia. Pelo jeito você é o “nosso google”, quando se trata de visitar o Jungfrau… rsrsrs. Bacana, cara! Estive nesta montanha há 15 anos atrás e, realmente, é de tirar o fôlego. Grundewald é qualquer coisa de fantástico. Só que agora, no final de junho estou levando um grupo de 50 pessoas comigo, quase todos acima de 60 anos, inclusive eu. Acho que não haverá grandes dificuldades de conduzir um grupo assim; o que você acha? Meu muito obrigado pela tua opinião!

    Olá, Ademir! Não entendemos nada de conduzifr grupos por aqui 😀

    O único conselho que posso te dar é entrar no site da Jungfraubahn e fuçar sobre preços para grupos.

Olá! obrigado pelo excelente conteúdo. Vou fazer o passeio em jungfrau em maio e vou seguir exatamente suas recomendações.

O único porém é que não pretendo comprar um swiss pass. Você podia explicar como proceder sem o passe? Tem que comprar cada trecho individualmente? Se na volta eu parar em Grindelwald para conhecer, teri que comprar mais um bilhete pra continuar depois até interlaken?

Sabe dizer quanto custa o swiss pass, e onde comprar?

muito obrigado pelas exelentes informações dos site!

Moçada,

Estou com dúvidas quanto às roupas. Pretendo ir lá em junho e as temperaturas não estarão tão baixas.
Mas tenho preocupação quanto a calçado (levar uma bota de neve seria necessário, ou um tênis normal já dá?) e quanto às blusas, vi que o Riq sugeriu uma de plumas de ganso, que é a que mais esquenta. Será que acho isso para comprar por lá? Será que acho isso para ALUGAR por lá? Não costumo viajar no inverno, não gosto de frio, só viajo no verão, mas esse passeio, pelo que o pessoal diz é tão imperdível que até estou disposto a encarar um friozinho para fazê-lo.
Se puderem me ajudar, agradeço.

    Olá, Leandro! No passeio do Top of Europe você não ficará mais do que alguns minutos em temperaturas extremas. O casaco que você levar para o resto da viagem (não se vai à Europa sem casaco, você só não pega frio no sul do continente no alto verão), com um ou dois suéteres (neste caso está valendo o efeito cebola, porque você bota quando estiver lá em cima, e depois é só tirar), serão suficientes.

    Obrigado, Boia. E quanto aos sapatos? Será que um tênis encharca de pisar na neve, ou pelo fato de serem poucos minutos dá prá aguentar sem ficar molhado o dia todo?

    Olá, Leandro! Use calçados impermeáveis. Tênis encharcam ao contato com gelo ou neve.

    Olá, Fernanda! Precisa ser impermeável se você quiser pisar na neve/no gelo.

    Sobre isso só mais uma coisinha: é aconselhável comprar aqui no Brasil ou melhor em Lucerna, onde montarei minha base? Mais uma vez agradeço!

    Olá, Fernanda! Aqui no Brasil você pode comprar nas lojas Decathlon, tem pela internet.

Ola, estou montando meu roteiro para europa e estou com algumas duvidas apesar de ja ter pesquisado muuito…
Bom,vou fim de outubro,chego em londres, fico 4 dias , vou de aviao para amsterdam,onde fico por 3 dias, depois pego um trem noturno para Lucerna.Chego la dia 31 de out pela manha, e fico ate dia 04 de novembro. Gostaria de fazer um passeio de trem panoramico e um dia em alguma estacao de esqui ( sou iniciante). Pensei em jungfrau ou titlis ou grindelwald. Gostaria de sugestoes!!! Por favor! Por mais q eu pesquise, fica dificil sem saber as distancias, se vale a pena… Da suica vou para paris, so ainda nao sei se de trem ou de aviao.

Sei que ainda esta cedo, mas se nao decidir isso logo, enlouqueco! rsrsrsr muuito obrigada!

    Olá, Luana! Lucerna é a base ideal para subir ao Titlis. E de Lucerna também dá para ir ao Jungfrau num bate-volta puxado de um dia. O Ricardo Freire está acabando de postar sobre a Suíça. Fique de olho em posts detalhados nesta e nas próximas semanas.

Obrigado Boia.
Surgiu-me uma duvida após ter pesquisado alguma informação na Net.
Basta apresentar o cartão nos comboios, ou teremos que passar pelas bilheteiras, e levantar um bilhete, para poder circular?
O Swiss Pass também é valido nos comboios Panoramicos, apenas tenho que fazer a reserva do lugar não é?
O Preço da reserva é consoante o trajecto efetuado?
Ou seja se fizer só metade do trajecto do Glacier Express quanto tenho que pagar pela reserva.

Um abraço a Todos

    Olá, Luis! Nos trens convencionais, basta estar de posse de um Swiss Pass válido (ou de um bilhete avulso válido para aquele dia).

    Para embarcar nos vagões panorâmicos é preciso passar na bilheteria, pagar o suplemento de reserva e o seu respectivo recibo, que precisará ser mostrado ao cobrador.

    É possível fazer o trajeto do Glacier Express no todo ou em parte sem precisar usar o vagão panorâmico. Usando os vagões convencionais você só precisará do seu Swiss Pass, sem necessidade de reserva.

    Leia:
    https://www.viajenaviagem.com/2011/10/zermatt-a-st-moritz-no-glacier-express-o-mais-famoso-trem-suico/

Ola Pessoal

Para subir ao Jungfrau (Top da Europa)com o Swiss pass temos desconto de 50% apartir de Kleine Scheidegg, ou temos que tirar logo bilhete em Grindewald ou Lauterbrunne.
Se eu quiser fazer um circuito de Grindewald a Lauterbrunne passando por Wengen e Kleine Scheidegg, tenho que tirar bilhete extra ou posso viajar só com o swiss Pass.

    Olá, Luis! O Swiss Pass dá direito até Grindenwald e Lauterbrunne. A partir daí é preciso pagar extras. De qualquer um desses luagres ao Kleine Scheidegg o Swiss Pass dá 50% de desconto. No último trecho (Kleine Scheidegg-Jungfrau), o desconto é de 25%.

Oi pessoal!

Estou montando um roteiro pela Suíça para o meio de setembro deste ano (quando concluir mando para pitacos!!). Estou com uma dúvida: o que vale mais a pena, ficar hospedado/montar base em Interlaken ou Lauterbrunne – Grindelwald? Levando em conta que estaremos vindo de montreux de trem, somos 5 mochileiros, com orçamento “apertado” e que querem fazer os passeios da região (Jungfrau e outros.. A preferência $$$ é pelos passeios ). A idéia, em principio, é comprar o swiss pass para transporte entre as cidades…mas tb temos disposição para caminhar bastante no que for possível!! 🙂

    Olá, Carol! Setembro é uma ótima época.

    O Swiss Pass dá direito 100% até Grindewald ou Lauterbrunne. São duas cidadezinhas para curtir o que seria um vilarejo de montanha (não tão autêntico, porém, por causa do turismo). Interlaken tem mais o que fazer à noite. Procure albergues em http://www.hostelworld.com .

Oi Bóia,

Muito obrigada pelas informações. Andei verificando, embora o Monte Pilatus tenha neve no pico o ano todo, nessa época que vou (primavera/verão)me parece que é muito pouco, não dá pra esquiar ou fazer outros esportes ligados a neve como o Jungfrau.. Você não conhece nenhuma outra opção?

Fico grata,

    Olá, Nat! O Pilatus é o ponto mais alto perto de Zurique.

    Invista num passeio ao Jungfrau.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.