Desrespeito é ruim e a gente não gosta

A Karinissima deixou esta mensagem numa caixa de comentários; achei que merecia o destaque.

Aproveitando o gancho de companhias aéreas, vou fazer um comentário off-topic mas que me emp*t*ceu e melou o começo do meu feriado! Comprei uma passagem pela OCEAN AIR para voar Congonhas-Galeão na manhã do 7 de setembro. Comprei o bilhete via internet, não havia nenhuma indicação de codeshare com nenhuma companhia aérea. Fiz o check in na Ocean Air e fui para o embarque. E cadê meu vôo na telinha das televisões com saídas e chegadas?

Espero. Espero. Espeeeero.

Então anunciam que vou voar de BRA e que o vôo está super atrasado. Vejam só que delícia. Economizei alguns reais e deixei de voar TAM para prestigiar a Ocean Air (sobre a qual ouvi falar muito bem) e sou enfiada num avião caindo aos pedaços da BRA sem ser avisada previamente?

Enfim, a viagem foi um lixo. Não jogam nem um amendoim para os passageiros e nunca vi poltronas tão apertadas. Não havia nenhum empregado da Ocean Air disponível para esclarecimentos, apenas uma atendente da BRA que me deu um formulário de reclamações.  🙁  É brincadeira, né?

Achou pouco? Então leia esse depoimento da Dani Velloso:

Comprei há quase dois meses pacote pra Buenos Aires voando Varig e há coisa de duas semanas antes do feriado, a Varig anuncia que está proibida de voar para Buenos. Quase morri do coração, mas contactei imediatamente a agência que me garantiu que todos estariam sendo realocados.

Pois bem! Tive que esperar até a véspera da viagem para ser comunicada de que fomos alocados NA IDA num vôo da TAM, quase o mesmo horário do da Varig. E a volta? Só saberíamos lá em Buenos…. OK OK

Chegamos 3 horas antes para embarcar no vôo da TAM que somente ao chegarmos no aeroporto, descobrimos que este vôo faria escala em Campinas e conexão em Curitiba. Bom, já estamos aqui vambora!

Aí vem a melhor parte: o avião, ou melhor, a manete sei lá das quantas do avião quebrou quando pousamos em Campinas; ficamos 2 horas parados dentro do avião aguardando a manutenção e suposta tentativa de conserto e claro, sem sucesso. Nos fizeram descer e nessas alturas, nossa conexão em Curitiba para Buenos Aires foi pro espaço!!!!

Depois de muita confusão no aeroporto de Viracopos, sem informação dos funcionários da TAM, gritaria por parte dos passageiros, a fome, o cansaço e o desgaste, nos levaram em um ônibus da TAM para um hotel próximo ao aeroporto. Isso já eram 1 da manhã!!!

Dormimos, ou melhor, cochilamos em Viracopos pois às 6 da manhã, um ônibus da TAM nos pegou no hotel para nos levar a Guarulhos!!!!!! Pois somente de lá, às 10:30 da manhã, sairia um vôo para Buenos Aires. Conclusão: chegada em Buenos as 5 da tarde do dia seguinte e um dia inteiro de pacote perdido….

A volta??? Sem passagem na mão, somente localizadores GOL que nos passaram por telefone. Madrugamos no aeroporto e nos deparamos com uma fila enooooooooooorme de pessoas que haviam dormido lá e estavam em situação igual ou pior do que a nossa, pois nem localizadores tinham. O jeito foi “dar uma furada na fila de leve”, aliás fila nem tinha, foi mesmo gritar um pouco mais alto para ser atendido, endossar as passagens VARIG para GOL e conseguir finalmente embarcar para o Rio de volta!

E os outros? Ninguém mais embarcou! Quem deu “sorte” (?!) teve que dormir em Florianópolis e só voltar no dia seguinte….

O que me resta? Juizado de pequenas causas? Contra a Varig? Tam? Gol? Agência? Vou atirar para todos os lados….

E tem mais: viajar com esta crise, nunca mais!!!

Eita! Mas acho que a história mais triste deste feriado é a da Carla2:

Bom, comigo foi assim no feriado: compramos um pacote com vôo, hotel e translado em BSAS. Para aproveitar ao máximo o feriado, escolhemos viajar na quinta as 8:30 e retornar no domingo as 16:30. Poucos dias antes do embarque, nos comunicaram que nossos vôos haviam sido cancelados ( o de ida e o de volta) e estávamos nas listas de espera!! Acabaram confirmando o vôo da ida as 12:30 e da volta as 11:40. Conclusão: o Vôo da ida atrasou 5 horas (no momento do check-in já recebemos um voucher para almoço), e acabamos chegando em Bs As as 23:30. O vôo da volta saiu no horário, mas foi BsAs – Santiago – SP. Conclusão: nos dias de viagem, quando planejamos ter uma tarde, uma noite e uma manhã para passear, passamos em aeroportos. Mas o melhor do desrespeito foi chegar em BsAs e não ter o tal transfer, ligar para o numero de lá e ninguem atender, até que alguém de lá disse para pegarmos um táxi e depois pedir reembolso… Mas depois de uns berros apareceu um transfer uns 40 min depois…

67 comentários

Putz! Viajar de avião tá essa joça toda?!?! Já viajei de avião duas vezes na vida… estava com saudades de viajar de novo, mas… pensando bem…

Tamara, você que fez certo. Mas nós estávamos com nossos pais e era um pacote, aí já viu!

Ernesto, dá um help exatamente do que devo fazer para processar todo mundooooooooo!

Pôxa, cada vez mais estamos deixando de ser tratados como passageiros e sendo vistos apenas como números. Por isso vou me dar o trabalho de ir duas vezes ao aeroporto. Uma pra fazer o check in (as 11 da manhã) e depois pra embarcar as 15 (recomendação dos atendentes da Varig, caso cancelem o vôo pra ser reacomodado, sem problemas, em outro Varig ou mesmo em um da Gol – isso tudo pra fazer um Porto Alegre – São Paulo, pois vai ser feriado aqui).

Aproveitando que o assunto também é aeroporto, alguém já fez o tour que é oferecido pelo aeroporto de Frankfurt? Vale a pena? Sabe como é, sou meio louco por aviões e como dizem ser possível estar na cabeceira da pista vendo um 747 decolar, além de passear pelo pátio das aeronaves, etc… Estou na dúvida, ainda mais que o meu tempo lá será curto, pois fazer essa passeio implica em, provavelmente, não ter tempo pra dar um pulinho “no centro”.

Riq, é muito importante colocar as situações ocorridas com todos para denunciar a situação!!!Muitos acham que isso é coisa “de televisão”, que estão exagerando e etc. Eu mesma pensava iso até tentar assistir os jogos do Pan…
Meu vôo de Campinas para o Rio atrasou em duas horas (isso porque o teto de Viracopos nunca fecha). Levei numa boa, estava passeando mesmo…Na volta o problema fio muito pior. Era uma segunda-feira e o vôo da Gol partia ás 9:00 da manhã. Esperamos três horas pelo embarque, o salão estava lotado, pessoas no chão e delegações inteiras de outros países largadas pelo aeroporto sem saber o que fazer. Depois de toda essa espera entramos pra sala de embarque, o Vôo foi anunciado e formamos a tal da “fila”. Eu estava ajudando um sr. de quase 90 anos e sua esposa que estavam passando mal, qdo percebi que estavamos á UMA HORA de pé na fila de embarque!!! Qdo fomos reclamar, descobrimos que o avião, já atrasado há quatro horas, não poderia decolar porque o piloto e atripulação tinham ultrapassado suas horas de vôo e não havia outros para substituí-los. As pessoas ficaram nervosas, ninguém dava explicação, não informavam que outro vôo pegaríamos e nem liberavam vouchers de almoço. O casalsinho de idosos passou tão mal que foi embora, desistindo de viajar, e nós ficamos brigando, porque precisávamos voltra pra trabalhar (muitos perderam negócios, conexões, dia de trabalho, etc.). Resultado, o Vôo saiu com OITO HORAS de atraso, depois que o capitão e a tripulação foram pro hotel dormir,descansar e retornaram (enquanto nós ficamos largados, abandonados num aeroporto lotado e sujo). Reclamamos para a Anac, fizemos boletim de ocorrência e tudo o mais, e pelo jeito não adiantou: a situação continua caótica!!
A imagem que deixamos para outros países, e para nós mesmos, nos jogos foi péssima e, pelo jeito, não tende a melhorar…

Infelizmente temos que correr atrás do prejuízo por conta própria, se quisermos ter algum ressarcimento dos danos causados pela ganância de empresas e falta de fiscalização por parte dos órgãos competentes… Será que isso muda um dia? Aiai…

Caramba, que absurdo. Eh por isso que adiei minha visita ao Brasil esse ano. To roxa de saudade (moro em Nova York), mas nao tenho peito pra voar no Brasil, nao. Vixe. Quando eh que essa crise vai acabar???

Ano passado no feriado de 07 de setembro em Ilhéus tb tive esse perrengue. E a Gol, achando que estava sendo “magnânima”, deu uma “ótima solução”: de Ilhéus, a gente pegava um ônibus para Salvador, e de lá, no fim do dia seguinte, a gente voltava.
Pasmem vcs, a maioria dos passageiros TOPOU uma viagem de 5 horas para Salvador para no fim do dia seguinte pegarem um avião para São Paulo.
Em Ilhéus ficamos eu e mais uns 6 gatos pingados (que voamos no dia seguinte).
Isso acontece porque ninguém faz nada. A gente reclama, mas não processa. Então sai mais barato pra eles fazer essa “terra de ninguém”…

Recentemente viajei de LanChile, e me surpreendi. É uma companhia das mais organizadas, com atendimento 100%, serviço de bordo nota mil, mais de 60 filmes pra escolher durante o vôo, e quando soube que iria atrasar um pouco (coisa de 2 horas), recebi uma sms no meu celular avisando. Se não bastasse, abri o note e ali no meu e-mail tbm constava um aviso deles avisando do ocorrido, e dando prazo final para a espera. Em seguida, voei tranquilamente, depois de saber quanto tempo esperaria, e me ocorreu o seguinte: a pior coisa do mundo foi a Lan não ter conseguido comprar a Varig. Aaahh, como seria bom, organizado, moderno e com excelência de atendimento…

O négocio é geral.
Melhor coisa é viajar de ônibus e torcer para um dia ter trem para todo lugar.

Entrem na justiça!!! pode demorar anos, mas vale a pena!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.