Buenos Aires

Volte sempre
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Com vôos diretos de cada vez mais cidades, Buenos Aires está ainda mais perto.

Não existe viagem ao exterior mais fácil e acessível. É a primeira viagem internacional da maioria dos brasileiros. Mas também -- fique sabendo! --  é um dos destinos favoritos de muitos viajantes experientes, que não cansam de retornar.

E por que voltam? Porque Buenos Aires (a exemplo de outras grandes cidades do mundo) fica ainda mais interessante depois que você já bateu ponto em todas as atrações turísticas.

Vai por mim: não deixe para aproveitar a Buenos Aires dos portenhos só a partir da segunda temporada, não. Já na estréia, reserve um tempo para bater perna em Palermo Soho e flanar pela Recoleta. Não jante só em Puerto Madero: vá a Palermo Hollywood e Las Cañitas também. Show de tango é bacana, mas ache uma brecha para ir a uma milonga, que é onde os argentinos de carne e osso dançam ao som de velhos discos de Gardel.

E uma última coisa: não leve a rivalidade na mala. Para os argentinos, ela só existe no futebol. Se faz tempo que você não volta, você vai se surpreender com quantas pessoas no turismo vão tentar falar português com você. Aproveite. Já somos de casa.

819 comentários

Natália (@profissaoturista)

Eu amo Buenos Aires! E concordo com tudo que o texto do Ricardo Freire diz.

A minha primeira vez por lá foi para ficar na casa de uma amiga nascida e criada em Buenos Aires; passei meus dias como uma portenha smile Descrevi minha experiencia e lugares visitados neste texto no meu blog. Convido a todos para desfrutar da leitura. grin

Natália

Caio Braz
Caio BrazPermalinkResponder

Fala Riq! Queria te convidar a dar uma olhada no meu canal no Youtube, muitos vídeos sobre viagem e bons macetes para o viajante: youtube.com/caiobraz wink Espero que curta

Diogo
DiogoPermalinkResponder

Olá! O link para o Linkodromo de BA está com erro. Está faltando o N de Linkodromo no link.

Abraços

Cleunia
CleuniaPermalinkResponder

Estou em Buenos Aires no momento o câmbio esta na moeda Real oficial 3,00 Blue 3.70, o Dolar oficial 10.50 e no Blue 12.00, maioria dos locais aceitam as duas moedas.

Tania
TaniaPermalinkResponder

Estive em Buenos Aires este feriado (18 a 24abr2015) - usei muito as dicas deste site. Conseguimos câmbio comprado em lojas. Ficamos no hotel Facón Grande, no centro (barato e muito perto dos pontos turísticos). Usamos o BuenosAiresBus - excelente para conhecer a cidade, além do circuito Papal (conhecemos vários bairros que não conheceríamos normalmente, de graça - ônibus da Prefeitura). Usamos taxis e fomos muito bem tratados pelos taxistas!!!!
Não deixem de ir no La Viruta, com aulas de tango e milonga - imperdível. Amei a cidade e quero voltar na primavera para ver o Parque das Rosas em Palermo. Um abraço.

Suely
SuelyPermalinkResponder

Posso falar pelo whatssap grátis para o Brasil usando o wi-fi do hotel\\\\/

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Suely! Sim, pode.

Cássio
CássioPermalinkResponder

Estive em Buenos Aires em Setembro/14 e dei sorte. Consegui fazer compras, comer bem e aproveitar a cidade gastando pouco. Gostei tanto que estava com planos de retornar até o final do ano. No entanto, um amigo que retornou há 2 semanas me passou a situação da cidade: TUDO aumentou muito e o dinheiro já não vale mais como antes. Inclusive, o mesmo chegou a comparar os valores praticados lá, com o Brasil. Gosto muito de BAs, mas isso me desanimou bastante.

Fernando Pinheiro

Atenção ao chegar depois das 22 horas no Aeroparque, a casa de cambio está fechando cedo, cheguei sexta 15/5, busquei informação e foi confirmado o não funcionamento.
Consegui no sábado (10/13 horas) trocar em casa de cambio no Palermo Soho.
Sugiro levar dólares principalmente para restaurantes, o cambio é na maioria feito entre 12/13 pesos.
Táxis continuam tentando nos enganar, procure de preferência os Rádios Táxi e fuja dos parados em pontos próximos de shopping, pontos turísticos, esses são os piores.

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Olá amigos, para compartilhar a nossa experiência: estivemos em Buenos Aires agora no último fim de semana de Junho/2015. Para fazer as coisas certinho adquirimos o ticket do Buenos Aires Bus em sua própria loja e acabamos pagando $ 110 a mais, por pessoa. Adquirir em qualquer ponto de parada do roteiro, no próprio ônibus, custa $ 260. O serviço é exatamente o mesmo, vai entender? Carlos.

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Uma experiência legal foi usar o TaxiEzeiza... do aeroporto para o hotel e do hotel para o aeroporto... as reservas e horários foram cumpridas com rigor. Recomendo! Carlos.

Dayse
DaysePermalinkResponder

Amei as dicas do viajenaviagem! Voltei essa semana de BsAs e me impressionei com a fidelidade das informações que encontrei aqui, foi praticamente meu guia. Obrigada pelo serviço maravilhoso que vcs prestam! Beijos

Ana
AnaPermalinkResponder

Estive neste final semana em Buenos, a cidade e linda, gostaria de viver por la, mas esta tudo muito caro. Nao deu para comprar nada, gastei muito com restaurante e nao comi nada de bom. Se nao usar todos os pesos que cambiou ,vai ter que trazer de volta pois nao consegue fazer a troca por real . Os passeios comprados por agencia saem o dobro do preco.

Cm
CmPermalinkResponder

A cidade realmente está cara. Fui em julho com minha namorada e as refeições a dois sempre ficavam em torno de 400 a 450 pesos. Algumas chegando a 700 ou 800. Em alguns locais deu pra fazer boas refeições por 300 a 350 pesos. Mas adoramos a culinária e os vinhos.

Fábio Feres
Fábio FeresPermalinkResponder

Pessoal, uma boa noite a todos!
Eu e minha noiva estamos com viagem marcada para o final do mês e lendo alguns blogs e os comentários aqui gostaria de saber se existe realmente alguma burocracia para trazer os famosos potes de doce de leite... Precisamos notificar a alfândega ou alguma instituição para não sermos barrados? Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fábio! O Brasil não permite a entrada. Se o fiscal perceber, vai confiscar.

Cm
CmPermalinkResponder

Não pode trazer, mas com sorte entra com tudo. Passei pela alfandega de sp e foi ridículo. não olharam malas, ngm passou no raio x, nem revista, nada. Monte de gnt trouxe doce de leite e alfajor.

Erika fagundes

Cambio na rua paraguay 640, esquina com a florida, loja 115. Pagaram 12,30 no dolar! Super confiavel!

Alvaro
AlvaroPermalinkResponder

Poxa, pensei que o peso tinha se desvalorizado ainda mais, estive em BA em abril de 2014 e na época fiz o câmbio a 4,05 com pequenas variações diárias, e agora vejo que o real se desvalorizou ? Eu fazia o câmbio na florida, numa galeria, mas não lembro mais o nome, foi uma dica daqui mesmo. Mas como agora o real ficou mais desfavorável em relação ao peso e somando a inflação de la, deve estar tudo ainda mais caro, já achei caro ano passado, imagina agora.

Dica minha para hospedagem que fiquei em 2014 é o Ibis Congreso, no ano passado foi 160,00 a diária com café da manhã muito bom, não sei quanto ta a gora, mas achei baratíssimo pela qualidade. Além disso achei a localização magnífica, perto de tudo, muitas das atrações centrais da para fazer a pé, ou de metrô que está na porta, o entorno na praça do Congreso é bom, não é tão largado com outros lugares, tem boas opções para comer.

Falam muito para ficar na Recoleta, eu visitei o bairro, é muito bonito e tal, mas para hospedagem não vejo vantagem alguma, fica tudo muito na contra mão, mau localizado em relação ao metrô.

cm
cmPermalinkResponder

Depende de onde ficar no bairro. Fiquei na recoleta e tinha uma estação a 3 quadras do hotel. Hotel próximo a calle santa fé. Mts bares e restaurantes próximos tbm

Carlos César Pereira de melo

Se for ao Camenito, sugerinos NÃO irem ao Restaurante LA VIERA ROTISERIA.
Ao nos abordar, o "captador" disse que cobrariam "los cobiertos" e "los acompañamientos". Porém, cobraram. Falamos com ele e ele, em total desrespeito aos consumidores, disse que não tinha dito isso.
Ah, detalhe, como acompanhamento, veio uma micro porção de arroz, o que nos fez pedir uma porção extra (essa veio em quantidade normal).
NÃO RECOMENDAMOS.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Acho que a dica principal é evitar comer no Caminito, tudo muito caro e "pega turista".

Sergio
SergioPermalinkResponder

Eu e minha mulher fomos agora em Julho.
Todas as recomendações do site são válidas. Alugamos um apartamento na Recoleta (Charcas com Bilinghurst). Ótimo bairro, é bem localizado, seguro e com várias possibilidades de transporte. Você pode ir caminhando, de metrô, de ônibus ou de táxi. O sistema de transporte Portenho é muito bom. Pegamos um transfer no aeroporto, em torno de 300 Pesos, até o bairro onde ficamos. Outra coisa muito útil, pegue um mapa, destes de bolso. Ajuda pra caramba. Não deixem de visitar o museu MALBA, a flor Generica ,o cemitério da Recoleta, Porto Madero, a feira de San Telmo (inclusive o mercado de San Telmo) , Plaza de Maio, a Catedral Metropolitana, o Zoológico e o Hipódromo ( tem um belo restaurante lá).

lu
luPermalinkResponder

Estou em Buenos Aires pela segunda vez. Adoro a cidade porém decepcionada com os comerciantes ladrões donos de restaurantes. Cuidado com os garçons, eles te prometem uma coisa e na hora da conta o susto. Nunca tente pagar com real, eles fazem um ótimo câmbio para vc ficar e quando vai pagar ele fiz na dua cara que i vambio subiu enquanto vc comia. Não vá para oa cafés da rua Florida e 9 de julho. Assalto! !!procure comer sanduíches no mac donalds ou outro que vc ja conheça no Brasil. Tudo muito caro. Partilhada é horrível e caro,fuja à tentação de provar.,comi hoje e nem acreditei que era tao ruim. Eles misturam umas carnes de terceira, viceras de porco, frango gorduroso e vendem com o nome de partilhada pata os bobos turistas desavisados. Revoltante a forma de roubar aqui. Também nao comprem passeios nas agências, procure saber porco ta própria, tudo sai pela metade fo preço. Daqui para o dia 15 eu vou postar outras dicas. No mais a cidade é linda.

Roberto Antenore

Lu estive ai na semana passada e existem lugares que vendem comida a kilo no valor de 80 pesos o kilo, na rua Piedras há uma com comida de boa qualidade, só não há lugar pra sentar-se é somente para levar.

CM
CMPermalinkResponder

A culinária argentina é muito boa principalmente a parte de carnes. Passei 10 dias lá em julho e não recomendo a ngm ficar comendo em mc donalds ou afins. Um desperdício viajar pra lá e não aproveitar a boa comida acompanha de cerveja ou vinho.

Tati
TatiPermalinkResponder

Concordo! Conhecer a culinária local faz parte da viagem! No máximo, entro no supermercado e compro pães e frios da região para fazer um lanchinho (gosto muito de fazer isso pois os frios de fora são muito superiores aos brasileiros, não sei por quê...).

Jawer
JawerPermalinkResponder

Oi Lu eu moro na Argentina e a parrillada aqui realmente acompanha as vísceras. De entrada chinchulin (tripa gorda), molleja, riñon (rins) e chorizo (linguiza). Depois vem o vacio e tira de asado. Tudo isso acompanhado do pão e vinho.
Agora é outra cultura e devemos respeitar.

A Parrillada tradicional de Argentina eu recomendo duas:
El boliche de Dario
Lo de charly
As duas tem página de internet.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

A Parrillada é assim mesmo, não é para turista bobo desavisado! É costume deles e vai ser com carnes de segunda, rins e etc em qualquer parrilla que se vá. Conhecer um pouco da cultura local, antes de ir, faz parte e evita perrengues!

Julio Campos
Julio CamposPermalinkResponder

Escrevo aqui para agradecer ao site viajenaviagem pelas dicas de Buenos Aires, foi baseado aqui que fiz meus roteiros. Fiquei lá com minha familia de 17 a 23 de julho e só tenho elogios a Cidade. Passeamos muito e foi muitíssimo agradável. Não tive nenhum problema com táxis, segurança, alimentação, hospedagem e câmbio. Este último inclusive fiz inicialmente no banco do aeroporto a 3 pesos o real e depois na calle Florida em 3 lugares diferentes (4 pesos o real e 13,50 a 14,00 o dólar) e também durante a feira de San Telmo na calle Defensa numa loja de antiguidades. Na Calle Florida o mais prático é no numero 142 loja 36, sem problemas. Fui muito bem tratado por todos os argentinos que tive contato, em todos os lugares. Infelizmente não deu tempo de ir em Palermo e no Caminito... A única furada que achei foi fazer um dia de passeio nos outlets da Córdoba e Villa Crespo, pois é meio fraquinho e os preços não são diferentes da avenida Santa Fé em Recoleta, por isso não indico outlets em Buenos Aires. Já estou com saudades. Muito obrigado!

Lucas
LucasPermalinkResponder

Primeiramente parabéns pelo site/blog.
Estou indo pra BSAS em setembro, e coincidentemente terá o clássico River x Boca em um dos finais de semana que estarei por lá, e obviamente, estou louco pra ir assistir.
Porém, estou encontrando muita dificuldade para comprar ingresso.
Será que alguém poderia me ajudar?
Obrigado!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucas! Esta agência é especializada em levar turistas ao estádio, com ingresso. Clique em "calendario de partidos/solicitar reserva". River x Boca está lá:

http://www.gofootball.com.ar/

José
JoséPermalinkResponder

Recentemente fiz uma viagem para lá, caso queiram ver algumas fotos ou tirar duvidas: https://instagram.com/jskaiper/ -

Daiana
DaianaPermalinkResponder

Retornei de Buenos Aires dia 03/08/15. Achei uma cidade muito bela. Arquitetura linda...inspirada na Europa. Visitei muitos pontos turísticos, mas um que recomendo a todos não deixarem de ir é na visita guiada do Tetro Collón. Um teatro de ópera simplesmente maravilhoso. Fiquei apaixonada com a beleza daquele local. É necessário comprar um ingresso (custou 180 pesos) vendido no próprio local. A visita dura em torno de 50 min. Vale muito a pena.

Eduardo Silva Coelho

O teatro cólon tem um dia de apresentação gratuita. Estive lá. Basta retirar os ingressos com antecedência. Só não me recordo o dia. Chegue cedo, por causa da fila. Mas vale a pena.

Pablo Lima
Pablo LimaPermalinkResponder

Acabo de voltar de Buenos Aires, passei 5 dias lá e segui praticamente todas as dicas do blog, foi maravilhosa a viagem, muito obrigado pelas dicas do roteiro ! Além da sorte de chover até o dia anteior ao qual cheguei.

Fabricio Moura

Eu estive esse fim de semana em Buenos Aires a convite. Cada vez a cidade está mais suja, mais mal cuidada. Uma pena.

Carolina
CarolinaPermalinkResponder

Oi Bóia! Estou pensando em ir a Buenos Aires em novembro, mas provavelmente será no período de eleições, entre o primeiro e segundo turno, será que é um período ruim para visitar a cidade? O que vocês acham?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carolina! Não há nenhum problema.

Magali Viajante

Oi Carolina,

Veja aqui oito passeios que você não pode deixar de fazer em Buenos Aires:
http://magaliviajante.com/2015/09/16/8-pontos-turisticos-de-buenos-aires-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer/

Boa Viagem!

Lucia
LuciaPermalinkResponder

Sei q o VnV recomenda o Taxi Ezeiza e não a contratação de taxista privado para o deslocamento Ezeiza-hotel-Ezeiza, mas meus pais chegarão no aeroporto de madrugada (02:00) e depois de um voo horrível (tirado por milhas) e gostaria de oferecer-lhes a comodidade de alguém esperando com o nome deles na plaquinha ao invés de procurar o guichê do taxi e o banco de la nacion para fazer cambio. Vi comentários de leitores falando bem do Alejandro, Mariano Bermudez e Ramos. Posso confiar neles? Alguém já pegou o TaxiEzeiza de madrugada e foi tranquilo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucia! Muitos desses taxistas indicados por leitores um dia já foram pequenos e prestativos. Hoje controlam uma rede informal de taxistas, sem a garantia que empresas estabelecidas de remises e de táxis dão. Os remises e os táxis oficiais de Ezeiza funcionam 24 horas e não deixam ninguém na mão. Para que ficar esperando um taxista específico às 2 da manhã em Ezeiza? Não há nenhuma razão para contratar taxista avulso, taxista de cambista de Facebook, nada disso. Esses caras podem deixar você na mão e na verdade o que querem é vender passeios. Todos os dias aparecem aqui nesta caixa de comentários para espalhar boatos. É um inferno. Nos arrependemos muito de quando deixamos que fossem citados em comentários.

Lucia
LuciaPermalinkResponder

Obrigada Bóia! Vc me convenceu. Vou contratar o taxi Ezeiza p/ buscar meus pais, cf. sugerido!

Clarissa
ClarissaPermalinkResponder

Olá! O link do #Linkódromo está dando 'página não encontrada'. O erro é que está faltando só um "n" no endereço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Obrigada por avisar, Clarissa! Está corrigido, agora.

elba soberon
elba soberonPermalinkResponder

Olá! Voltei dia 11/09 de Buenos Aires e gostaria de repassar algumas dicas, já que explorei bastante o blog do Viaje.
Primeiro fui de carro de Porto Alegre até Colônia aonde deixei em um estacionamento em frente ao terminal de embarque. O estacionamento é aberto em um terreno de terra e grama mesmo, mas o sr. que toma conta foi muito simpático e decidimos por ele. O custo foi de $ 200 pesos uruguaios por noite( ele aceita real, dólar, euro e peso argentino), faz o câmbio ali na hora. Escolhemos o Colônia Express única e exclusivamente pelo preço. Estava metade do preço do Buquebus. Claro que a qualidade e tamanho da embarcação é proporcional também! Mas nos serviu muito bem Fizemos a travessia em 01 hora e descemos no Puerto Madero parte sul(feinho) mais próximo a San Telmo e em frente ao Palácio de las Artes. Pegamos um táxi em frente que nos deixou no Twoo Hotel próximo a av 9 De Julho, Florida, Casa Rosada e Puerto Madero. Andamos muito a pé, inclusive a noite. Havia muito policiamento e não nos sentimos inseguros. Como chegamos a noite fomos ao Café Tortoni para jantar e tomar uma cerveja maravilhosa chamada Patagônia. No outro dia fizemos o Câmbio na Florida mesmo em frente a Havana, foi tranquilo e não tive problemas nenhum com as notas recebidas. O câmbio para notas altas(U$ 50 e 100) é melhor. Estava R$ 15,50 para notas altas e R$ 14,50 para notas menores. Depois fizemos passeios triviais na parte mais central e a noite jantamos no maravilhoso La Brigada. Sério a melhor carne que comi em todo meu roteiro, não é muito barato, mas a qualidade compensa muito. O garçom também não "deixou' eu comer o Ojo de bife que era minha intenção ao saber que não gosto de carne mal passada, mas após receber meu filé eu entendi. A qualidade deles é excepcional e pelo que entendi eles não trocam a sua qualidade pela nossa preferência. O garçom foi muito firme mas educado ao me dizer que não seria interessante eu pedir um corte de carne que se serve mal passado quase cru, pois é um corte alto. E se passado ficaria duro.Meu marido pediu um chourizo e um outro corte e gostou muito. Enfim deu tudo certo saí satisfeitíssima.Pode-se dividir a carne alguns acompanhamentos sem problemas também.Pedimos 2 carnes, 2 empanadas 01 salada waldorf e as cobertas de mesa que é obrigatório(couvert),tomamos 01 vinho argentino e 2 cafés. Saiu R$ 300,00. No outro dia passeamos pela Recoleta mais próximo a Palermo Soho, Fomos ao Jardim Botânico( achei sem graça)almoçamos no café Dandy e fomos ao Malba($ 70) após. Caminhamos muito esse dia e a noite terminamos com uma cervejinha Patagônia perto do hotel mesmo. No outro dia voltamos a Colônia. Foi um passeio curto mas muito bom! Em relação a táxi, sempre paguei em pesos o valor marcado no taxímetro sem problemas. A bandeirada inicial é de $ 16,98.Não achei vantajoso fazer compras, mas também não foi nossa intenção nesta saidinha.

Marcos Antonio Rosolen

Estive recentemente em BA, que continua um ótimo destino turístico. Troquei dólar no endereço da Florida que o blog recomendou a uma ótima taxa (o oficial estava abaixo de 10 e eu consegui a mais que 15).
Um alerta: está circulando muita moeda falsa (peso) na cidade. Em 3 dias me passaram 2 notas falsas de 50. Uma foi de um taxista (posteriormente me avisaram que isso está sendo corriqueiro em BA), mas a outra foi de uma loja de vinhos da Galeria Pacífico na qual eu geralmente compro. Brasileiro não atenta muito para este detalhe, mas quem for a BA deve redobrar sua atenção pra não ser enganado. Olhando com atenção, é relativamente fácil perceber se a nota é falsa pois, geralmente, estas falsificações são grosseiras.
Portanto, olho vivo!

Aline
AlinePermalinkResponder

Pessoal, estou indo passar o ano novo em Buenos Aires e já comprei metade dos pesos que eu queria levar. Ontem fui comprar mais pesos, mas já estão em R$ 0,51. Nessas condições, vale à pena levar reais ou dólares (tem um pouco guardado) e trocar por lá mesmo?
Obrigada pela atenção!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Aline! Nunca valeu, não vale e jamais valerá a pena comprar pesos argentinos no Brasil.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2015/06/buenos-aires-cambio-transfer-atualizado

https://www.viajenaviagem.com/2015/09/viagem-cambio-dicas

Eduardo
EduardoPermalinkResponder

Acabei de voltar de Buenos Aires, a cotação do peso no sábado dia 19/09 estava R$2,70 no banco de la nacion do Aeroparque. No paralelo estava e R$3,50 no hotel e consegui a R$3,90 na Florida, na segunda-feira 21/09.

O tal boston cash não estava compensando tanto (R$3,80) mas na mesma galeria, dentro de uma loja de alfaiates, estava mais vantajoso. Fiz o câmbio a R$3,90 tranquilamente, notas quentes. Com a desvalorização do real frente ao dolar nesta semana, na quarta feira o cambio ja estava entre R$3,60 e R$3,80.

Está tudo muito caro na Argentina, não se janta por menos de 600 a 700 pesos, duas pessoas. Quem quer comprar roupas, recomendo uma visita à Vila Crespo mas precisa garimpar bastante. Das marcas famosas, o único outlet que está compensando hoje é o da Lacoste.

Apesar da cidade não estar barata, é uma viagem que vale a pena.

Magali Viajante

Concordo, Eduardo.

E coloquei no meu blog 10 informações práticas para quem está indo para Buenos Aires.

Dá uma olhada: http://magaliviajante.com/2015/10/07/10-informacoes-praticas-para-a-sua-viagem-a-buenos-aires/

Rodrigo
RodrigoPermalinkResponder

Estive em Buenos Aires em fev de 2014 e agora em junho de 2015. Tudo muito mais caro. Com algumas dicas, fomos a cidade de Tigres usando o trem que custou 6 pesos pra ir e 6 pesos pra voltar. Desta vez fiquei no Bristol em frente ao Obelisco. O café da manhã foi igual todos os cinco dias que ficamos hospedados. O quarto era muito bom. No geral o hotel é muito bom, mas quando eu for novamente pretendo ficar num hostel mais pelo fato de interagir com outras pessoas.

Carol
CarolPermalinkResponder

Olá Riq e Bóia, estou com passagens compradas para BsAs, no período de 23 a 28 de outubro. Será uma viagem em família: eu, marido, filhas (12 e 10 anos) e minha mãe. Acontece que, dando uma pesquisada, vi que o primeiro turno das eleições presidenciais acontecem justamente no domingo em que estaremos por lá. Não nego que fiquei assustada. Saberiam me dizer como deve ser o "clima" na cidade na época? Será que atrapalha muito a viagem? Já pensei em programar o passeio para Colônia do domingo, seria uma boa ideia? Não será a nossa primeira vez na cidade e, caso seja uma época conturbada, cogito até fazer a troca das passagens para evitar perrengues. Preciso de ajuda!! rsrsrs Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carol! Dê uma perguntada nos blogs de quem mora na cidade, como o http://airesbuenosblog.com/ e o http://aquimequedo.com.br/ . O passeio à Colonia parece uma ótima idéia.

Carol
CarolPermalinkResponder

Obrigada pela dica, bóia! ?

Maria das Graças

Carol, em nov de 2012 estive em Buenos em uma semana bem conturbada. Greve de lixeiros, temporal que alagou vários bairros e manifestação com um panelaço como só os argentinos sabem fazer. E não me atrapalhou em anda. Não era a minha primeira vez na cidade.

Carol
CarolPermalinkResponder

Bom saber, Maria das Graças! Obrigada wink

Marcos Machado

Bom Dia! Andei lendo seus comentários sobre o câmbio para Buenos Aires e fiquei com uma dúvida: Caso consiga uma cotação de 3 pesos por real no NACION do aeroporto (EZE), porque não trocar loco a quantidade de pesos suficiente para minha estadia (no meu caso, 03 dias inteiros)?! Existe alguma implicação nisso?! Grato pela resposta!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Marcos! O Banco Nación paga exatamente a cotação oficial, que hoje é 2,50 para compra. No câmbio paralelo você consegue até 4.

wender soares
wender soaresPermalinkResponder

exatamente como o Bóia disse, vc vai perder 1 peso por real trocado então no fim das contas vai dar um valor consideravel, e as dicas do bóia de trocar são certeiras e sem erro , pois estou aqui e estou trocando, um detalhe aqui está tendo problema de energia elétrica e apagões com frequência ....

Nora Stein
Nora SteinPermalinkResponder

Estive em Buenos Aires agora no início de outubro. Fiquei impressionada com a "falta" de brasileiros por lá. No hotel em que ficamos, o Loi Suites Recoleta, onde já tinhamos ficado em outra viagem, não vimos nenhum brasileiro no período em estivemos. Por conta disso, o real não é mais aceito como já foi anteriormente. Conseguimos trocar a R$3,70 em BsAs, na Florida 142, na Boston Cash, indicado aqui. Pelo dólar eles nos pagaram R$15,70.
Ir a BsAs é sempre bom, mesmo que vc já tenha ido outras vezes. Ficar na Recoleta é ótimo e como gostamos muito de caminhar e a cidade é bem plana, caminhamos muito, fomos do hotel à Florida para trocarmos dinheiro, sem problemas, assim como caminhamos do hotel até o Café Tortoni tbm.
O Teatro Colon é imperdível e vale muito a visita guiada. Eles disponibilizam ingressos gratuitos para ensaios, desde que sejam retirados com 48h de antecedência, segundo nos informaram durante a visita.
O Restaurante La Brigada está excelente!!!! O la Cabrera continua com uma ótima carne, mas perdeu o charme. Hoje, prefiro o La Brigada e a Brasserie Petanque ao La Cabrera, que tem gente demais e espaço de menos. Desta vez conhecemos o Don Julio e a carne estava muito boa tbm. Para todos os 4 é importante fazer reserva.
Ir a Argentina hoje não está barato com já foi há algum tempo atrás. A inflação deles aliada à crise pela qual passamos, faz com que a viagem não seja mais barata como era anteriormente, principalmente para os que adoram comprar.
Viajar com as dicas no VNV dá sempre certo!

Maurício Bittencourt

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer as dicas do blog que foram muito úteis.Voltei de Buenos Aires recentemente, ( 07/10 a 11/10) e espero colaborar com algumas dicas: câmbio no aeroporto Ezeiza: dólar 9,38 pesos e real 2,5 pesos. Não vale a pena, e a dica da "cueva" na calle Flórida 142 ( disfarçada de loja de numismática ) foi perfeita e sem problemas. Lá pagaram 15 pesos por um dólar e 4 pesos para cada real e se você levar notas de 100 dólares eles pagam 15,5 pesos por dólar. Levei dólares e ia trocando aos poucos e com reais, paguei apenas o " táxi Ezeiza" ( nome do quiosque no desembarque) com preço fixo de 150 reais. Em Palermo, tentamos almoçar no restaurante mais famoso do pedaço " La Cabrera" que estava lotado e com 40 minutos de espera! Achamos um há poucas quadras chamado "Dom Júlio" na esquina das ruas Guatemala com Gurruchaga e achamos excelente com carnes muito boas e preços bem mais camaradas, recomendo. Ainda em Palermo Soho, pra tomar um café e comer boas tortas e bolos, Ninina Bakery na rua Gorriti entre malabia e Armênia ( muito bom). Abs

Maurício Bittencourt

De acordo com a maioria dos comentários dos viajantes. Não vá a Buenos Aires com grandes expectativas em relação às compras. Por conta da inflação Argentina e a desvalorização do real neste ano, eu e minha esposa, achamos os preços bem altos( artigos femininos tais como sapatos, bolsas e roupas), mais caros que em São Paulo. Roupas esportivas e tênis das marcas Nike, Adidas e Puma, mais caros do que nos shoppings de São Paulo. Um almoço para casal com duas carnes, acompanhamentos e refrigerantes no " Puerto Cristal em Puerto Madero com 10% de serviço incluído, 890 pesos ÷ 4= 222 reais ( sem vinho). Se quiser arriscar, também em Puerto Madero, o " Lá Cabãna" ou o "Cabãna Las Lilás" que é do grupo Rubayat, prepare o bolso! Conversamos com amigos que estiveram em Buenos Aires em 2013 e 2014 e as histórias que ouvimos eram de que um jantar para um casal, saía em média metade do que gastaríamos por aqui. Curtam a viagem mesmo assim, pois Buenos Aires é uma belíssima cidade pra conhecer e com certeza voltaremos mas os tempos favoráveis às compras definitivamente acabaram.

Vanda
VandaPermalinkResponder

Adorei TRAVESSIAS, arte contemporane com muita história, no espaço cultural da Embaixada do Brasil, Arroyo 1142, de segunda a sexta, das 11 as 18h. Está demais!!!

Carlos de la Cruz Jr

Bom dia. Câmbio testado e aprovado ontem na Florida 670 (uma galeria), Lj. 23 (olhando da rua, ao lado direito, uma loja de camisetas). Nota de USD 20 = ARS 300 (1X15), e nota de USD 50 = ARS 800 (1x16).

Tatiana
TatianaPermalinkResponder

Acabei de voltar de BA (fui de 22 a 25/10/2015). O real, na cotação do aeroporto está a 2,50 pesos e nos câmbios oficiais está 2,40 pesos. Achei bem difícil encontrar câmbio oficial, só achei um na calle Florida, não tenho coragem de comprar com cambistas. Se a loja aceita real, está valendo muito a pena, o real nas lojas é cotado a 3 ou 4 pesos. Achei que pagar em dolar não compensava, em real era mais vantagem. Já tinha ido em 2012 e voltei agora em 2015. Fiquei com medo de me decepcionar com a cidade, pois leio relatos de que a cidade estava muito suja, perigosa etc. Tive a oportunidade de ir para NY e Santiago esse ano, sem dúvida posso falar que Buenos Aires é bem mais limpa do essas duas outras capitais. Não vi um saco de lixo jogado na rua (o que via bendos em NY), só um papel ou outro. A cidade tem andarilhos sim, mas não me senti com medo, e olha que me hospedei perto da praça de Mayo. Tive oportunidade de fazer a visita guiada pelo teatro Colón e é realmente imperdível, o teatro é um espetáculo. Outra dica que peguei aqui foi assistir ao show de tango no Café Tortoni, sensacional!!! Os ingressos começam a ser vendidos 11.00 do dia e logo se esgotam. Fomos lá 9.30 tomar um lanche e esperamos para comprar os bilhetes (260 pesos ou 80 reais). Achei maravilhoso! Vale muito a pena. No mais, continuo amando essa cidade, agora vou voltar com meus filhos (que já foram da 1ª vez) para o tour pelos zoológicos e parques.

Carol
CarolPermalinkResponder

Retribuindo um pouco as valiosas informações que tenho através do site:

Voltei de Buenos Aires no dia 28/10, uma viagem de 5 dias com minha família (marido, filhas e mãe). A cidade continua muito charmosa, mas fiquei impressionada com a quantidade bem inferior de turistas - principalmente brasileiros. Não me senti insegura em nenhum momento e fomos muito bem atendidos, com exceção de um taxista que nos enrolou e da visita ao Bombonera em que também fomos enganados (mas foi burrice nossa mesmo).

Foi o fim de semana das eleições presidenciais, mas isso não nos atrapalhou em quase nada, deu até um clima extra smile A cidade estava bem tranquila, com algumas atrações fechadas - facilmente substituíveis -. Só a lei seca que nos afetou smile

Não fizemos programa de compras, mas as coisas andam meio caras mesmo, Percebe-se até no supermercado. Quanto aos restaurantes, se fizer o câmbio bule, os preços se tornam bem normais, mais baratos que lugares do mesmo "nível"em SP. Mas quem esperar pelas pechinchas de antigamente, vai se decepcionar.
A viagem foi ótima com nada que justificasse o receio que fiquei antes de embarcar!

Luiza
LuizaPermalinkResponder

Oi Carol
estou indo para Buenos Aires neste fim de semana e terá o segundo turno das eleições
o que mudou quando vc esteve lá no dia das eleições? o que não abriu?
Obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiza! No dia da eleição tem lei seca, como no Brasil. De resto, tudo normal.

Luciane
LucianePermalinkResponder

Acabei de chegar de Buenos Aires, fiquei de 31 de outubro a 4 de novembro, e gostaria de compartilhar algumas experiência e algumas indicações.
Trocar de dinheiro – referência Aeroparque: é de boa pagar o táxi com real ou dólar, saindo do aeroporto, atravesse a rua e tome um Radio Táxi preto e amarelo... Eu, como marinheira de segunda viagem em Buenos Aires, mas muito inocente, além de trocar no próprio Banco La Nación, 1 dólar por 9,50 pesos, ainda troquei mais 100 dólares, numa cotação de 12,50 pesos com o taxista!!! E olha, quase caí na lábia dele pra trocar mais, hein??? A corrida ficou em torno de 200 pesos, do Aeroparque ao hotel. Fui com uma amiga e ficamos hospedadas na Aspen Suíte Hotel, na Calle Esmeralda, 933 – lugar ótimo, super bem localizado, café da manhã excelente...
Saindo de lá, indo pela Florida, num sábado, à tarde, encontramos um rapazinho chamado Rodrigo e cambiamos de novo dólar, só que na cotação de 1 dólar por 15 pesos... percebem como o taxista foi esperto??? Ou seja, tem câmbio à vontade por toda a Florida, de domingo a domingo, em todos os horários, apenas aconselho, aliás, conselho de uma amiga que morou anos por lá, não se intimidem de questionarem a autenticidade das notas, porque eles farão o mesmo com o seu dinheiro.
As coisas estão caríssimas por lá!!! A primeira vez que fui pra lá, em 2007, com dinheiro de bolsa de pós, voltei cheia de comprinhas, mas não qualquer compra, com casaco pra minha mãe, sobretudo pra mim, blusinhas, cachecóis, alfajores... Mas dessa vez foi uma lástima, trouxe 6 caixas de alfajor... mas fica uma dica, o alfajor Recoleta, em Caminito, estava 120 pesos 3 caixas!!! Enquanto o Havanna, estava 93 apenas 1 caixa!!!! E o Recoleta é ótimo... mas o melhor é Cachafaz, que é mais caro de todos, estava 130 pesos a caixa, na Florida... A dica é para comprar lembrancinhas, lencinhos diferentes, Feira de San Telmo ou Caminito, Outlet Villa Crespo está caríssima... tênis muito, mas muito mais caro que no Brasil, acreditem!!!
Ah! Outra coisa, atentem-se aos preços em Caminito... achei uma camiseta da Mafalda por 210 pesos, porém, na mesma galeria, encontrei por 100 pesos, e ainda ganhei um imã, por ser São Paulina.. *rs
Indicações!!! Ah! Indico demais Don Julio, fica em Palermo Soho, carne ótima, saladas fantásticas, tudo num preço justo, super bem servido e atendimento espetacular... E acreditem, tentei deixar o troco com o garçom, devolveram, não aceitaram...
http://www.parrilladonjulio.com.ar/

Um lugar fofo e chiquérrimo é Estilo Campo, em Puerto Madero, comida excelente, lugar maravilhoso, atendimento fantástico, mas a conta também foi no superlativo!!! *rs
http://www.estilo-campo.com.ar/es/
Sorveteria Jauja, havia uma indicação de alguém aqui nessa página... e reforço a indicação, o dono é um ser único, fez um malabarismo com o meu sorvete, que soltei um grito, vendo meu sorvete de doce de leite no chão, mas foi só um susto, que depois rendeu muita risada!!! http://www.jauja.com.ar/
Ah! Sobre doce de leite, não acreditem quando falam que não pode trazer, trouxe apenas um pote, com medo dele ser pego, mas foi super tranqüilo... e a marca indicada como a melhor é La Sereníssima, que você encontra em qualquer supermercado...23 um pote de 400 gramas.
Não deixe de visitar a região da Casa Rosada à noite!!! Nossa, iluminada é linda demais...
Se alguém tirar qualquer dúvida, fique à vontade, no que eu puder ajudar... estamos aí!!!

antonio firmino

Alfajor e vinho, comprar no supermercado muito mais em conta. Alfajor "Jorgito" bom e barato.

luiz
luizPermalinkResponder

Olá, vai ser minha primeira viagem para Buenos Aires e minha dúvida é sobre o valor da reserva. Pretendo fazer pelo booking, mas se ele converte o valor em dólar, o valor final não será aquele que eu reservei, correto? Meu receio é fazer a reserva, achar que vai pagar um valor, e por conta dessas mudanças no dolar, acabar pagando um valor bem acima do planejado. Outra coisa: está valendo a pena ainda a pagar no cambio paralelo? Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiz! Não há mais necessidade de câmbio paralelo, o câmbio está liberado.,Veja o valor em pesos (sujeito à variação cambial argentina até o pagamento da conta) selecionando peso como moeda.

Juliano Meira
Juliano MeiraPermalinkResponder

Bóia, preciso da sua ajuda.
Irei pegar um vôo retornando de Córdoba com um intervalo de 09 horas entre chegada e saída. A chegada é no Aeroparque e a saída é em Ezeiza.
Existe algum guarda malas que você recomende em BUE para que eu possa deixar as coisas enquanto passeio.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliano! O terminal Manuel Tienda León no Retiro tem guarda-bagagens. Para você será bastante proveitoso: você pode pegar o transporte do Aeroparque até o terminal Tienda León, guardar as malas ali, passear por Buenos Aires (o terminal fica pertinho da plaza San Martín, onde começa a calle Florida), voltar, pegar as malas e seguir com o ônibus da Tienda León a Ezeiza.

http://www.tiendaleon.com/staff/quehacemosreparto/

JULIANA
JULIANAPermalinkResponder

Olá!
Como está a situação do câmbio nesse começo de 2016? Ainda é muita desvantagem trocar nas casas de câmbio oficial?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! O mercado de câmbio foi liberado. Não é mais preciso recorrer ao paralelo. No Banco Nación do aeroporto você troca até R$ 500 por uma cotação bastante razoável a qualquer hora do dia ou da noite, 365 dias por ano. Pode trocar o resto nas corretoras (legais) da calle Sarmiento, abertas em horário bancário de segunda a sexta.

Victor
VictorPermalinkResponder

Bóia, o cambio foi liberado, desculpa mais na prática, o que isso significa! que vou conseguir um valor melhor pelo real ou vou poder usar real lá de boa.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Victor! Significa que os bancos e casas de câmbio legalizadaa já pagam cotação justa. Não é preciso recorrer a cuevas para trocar seus reais.

Marcus Bastos
Marcus BastosPermalinkResponder

Olá tudo bom? Acabei de voltar de Buenos Aires e posso dizer uma coisa: apesar de o câmbio ter sido liberado e agora as casas oficiais pagam um preço justo pelo nosso real eu recomendo muita paciência aos turistas pois a burocracia é imensa para podermos "cambiar" - eu levei quase uma hora. Outra dica é perguntar se a casa de câmbio tem pesos para oferecer pois em uma delas não havia peso suficiente. Nem preciso dizer que havia vários turistas na fila e isso deixou vários deles p da vida!

suely meder
suely mederPermalinkResponder

Estou lendo os comentarios, mas sao todos um pouco antigos. Estarei indo em ABRIL, como esta o cambio hoje vale a pena trocar no Bco usando o oficial, ou os nao oficial?
Se sobrar alguns pesos o que faco? como gasta-los na ultima hora pra nao trazer para BR?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Suely! Não há mais necessidade de fazer câmbio paralelo, pode trocar no Banco Nación do aeroporto. Traga de volta pesos para o Brasil só se você tiver alguém para vender/dar. Há inflação na Argentina, o valor será corroído até a sua volta.

Raquel
RaquelPermalinkResponder

Bóia, estarei em BS em 01/maio. Sei que em algumas cidades é comum todos os estabelecimentos e museus permanecerem fechados nesse dia... Saberia me dizer como funciona na capital portenha? Quais seriam as opções de passeio? Será que a feira de San Telmo funcionará?
Super obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raquel! De maneira geral, instituições públicas como museus fecham no 1º de maio do mundo inteiro. Mas a feira de San Telmo certamente funcionará, assim como shows de tango, parques, zoológico de Palermo, passeio a Colonia, passeio ao Tigre... o comércio de Palermo Soho deve abrir à tarde.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar