Galápagos

Galápagos

Galápagos no Viaje na Viagem

Ilhas Galápagos: um encontro com a natureza, por Antonio

#Linkódromo | Quito, Galápagos, Cuenca, Guayaquil e Amazônia equatoriana

#Linkódromo | Galápagos no 1000 Dias por Toda a América


Que moeda levar para 50 países
Não perca dinheiro no câmbio

Passagens mais baratas para Quito no Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Alugue carro em Galápagos na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões em Galápagos com a Viator

2 comentários

Passei quatro noites em Galápagos mas foi pouco. Minha estada foi organizada pela Moonrise Travel – que recomendo bastante. Eles trataram dos transfers entre o aeroporto e Puerto Ayora, o que é bem complicado, já que envolve a travessia de uma ilha (Baltra – onde fica o Aeroporto) a outra (Santa Cruz – onde fica a cidade, Puerto Ayora). Também providenciaram as reservas de dois passeios escolhidos por mim dentre uma programação que me enviaram. Fui a Plazas (interessante) e a Bartolomé (imperdível). Deveria ter ficado mais três dias para ir a Isabela, outra ilha onde é preciso pernoitar. Na verdade, a forma mais inteligente de visitar o arquipélago é fazê-lo, para quem gosta, de navio. Neste caso não se perde tanto tempo com a locomoção entre uma atração e outra pois o navio navega à noite.
Para quem gosta de ficar em terra e quer curtir a natureza, Moonrise Travel aluga um chalé com duas suites que é uma graça e fica vizinho ao Hotel Finch Bay (5 estrelas de Galápagos).

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.