Punta Cana

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Punta Cana: onde ficar

Os resorts all-inclusive em Punta Cana são destinos em si. Foram feitos para você não precisar sair da toca por uma semana.

No esquema tudo-incluído, o preço é um indicador seguro da qualidade das instalações e do que é oferecido. Os resorts mais baratos são tentadores, mas a melhor relação custo x benefício está nos resorts mais caros do pelotão intermediário.

Todos os hotéis têm também um sistema de privilégios para quem se hospeda em apartamentos luxo ou suítes. Pulseirinhas diferenciadas dão prioridade nos restaurantes à la carte e áreas exclusivas na piscina e na praia. Se o hotel não estiver cheio, pode ser que esse upgrade seja oferecido (na verdade, vendido) no check-in. Mas não conte com isso: se você quer ser vip no hotel, o melhor é já reservar um quarto que dê direito às mordomias.

Leve em consideração também a diferença entre as praias. Quanto mais para o leste, mais calmo é o mar, o ano inteiro. As praias mais longe do aeroporto, como Macao, podem apresentar ondulações. O mar é mais calminho no trecho da praia de Bávaro abaixo do vilarejo de El Cortecito, e também em Cabeza de Toro.

Luxo

É muito difícil conciliar o sistema all-inclusive com alto luxo, e dois resorts de Punta Cana conseguem: o Paradisus Palma Real (e a ala The Reserve, para famílias), em Bávaro, e o Iberostar Grand Bávaro, em Arena Gorda, que oferece uma experiência superior à dos Iberostars brasileiros.

(O Paradisus também tem um hotel ligeiramente menos caro, em Arena Gorda: o Paradisus Punta Cana, que também tem sua ala The Reserve).

O Hard Rock Hotel é mais opulento do que verdadeiramente luxuoso (falta sofisticação na gastronomia, por exemplo), mas as instalações são tão impressionantes que você se sente num hotel de luxo.

Em Cap Cana, o luxuoso Sanctuary Cap Cana tem porte de hotel, não de resort, e por isso oferece uma experiência mais sofisticada do que a média.

Completos

Nesta faixa, na minha opinião, está o melhor custo x benefício de Punta Cana.

O Barceló Bávaro Palace Deluxe é o meu favorito; está na melhor praia, tem a melhor arquitetura, e a estrutura é completíssima. (No mesmo complexo, o Barceló Bávaro Beach, só para adultos, tem instalações mais simplesinhas.)

Os leitores curtem bastante o complexo Majestic: o Majestic Elegance, mais caro, e o Majestic Colonial, mais em conta. Ficam no finzinho de Arena Gorda, quase Macao.

Outro resort preferido pelos brasileiros é o Meliá Caribe Tropical, que fica em Bávaro (vizinho ao Paradisus Palma Real). Recentemente a ala das suítes foi renovada e se tornou The Level.

Ainda em Bávaro, gosto muito de dois resorts compactos, que não obrigam os hóspedes a usar pulseirinhas: o Secrets Royal Beach, mais confortável, e o Now Larimar, para famílias.

Os outros três resorts do complexo Iberostar (Bávaro, Punta Cana e Dominicana) são menos confortáveis do que os Iberostars brasileiros. O Bávaro tem as melhores acomodações. (Mas luxo mesmo, como eu disse mais acima, é no Iberostar Grand Bávaro.)

O Club Med tem um resort numa praia fantástica, próxima ao aerporto. Se você curte o estilo Med, vai adorar.

Outras redes tradicionais de resorts também estão presentes em Punta Cana, como o Riu (com quatro hotéis no mesmo complexo) e o Grand Palladium (também com quatro hotéis).

Num ótimo trecho de Arena Gorda, considere o Vik Arena Blanca e o Ocean Blue & Beach.

Econômicos

Um dos hotéis mais baratinhos está na melhor praia: o Ifa Villas Bávaro. Quase em Bávaro, pertinho do vilarejo de El Cortecito, o Barceló Dominican também costuma ser uma pechincha.

Numa praia isolada abaixo de Cabeza de Toro, o Catalonia Bávaro é indicado para quem quer economia e poucos vizinhos.

Bayahibe

Bayahibe é a melhor localização para passear: os barcos para as ilhas Saona e Catalina saem de lá (quem está em Punta Cana viaja 1h30 de ônibus), Altos de Chavón está ao lado, e a capital, Santo Domingo, a pouco mais de 1 hora de viagem.

Escolha entre os econômicos Viva Wyndham Beach, Viva Wyndham Palace, Catalonia La Romana e Be Live Canoa.

Os mais confortáveis são o Dreams La Romana e o Iberostar Hacienda Domicus.

109 comentários

Josué Santos
Josué SantosPermalinkResponder

Olá amigos, sou leitor assíduo do VnV e tenho por hábito, sempre consultá-lo quando planejo as minhas viagens. Mais uma vez o site me ajudou muito em minha última viagem. Entre os dias 06 e 13/06/19, estivemos lá eu, minha mulher e
uma filha, adulta. Em minhas pesquisas junto ao VnV, resolvi seguir as dicas do Ricardo Freire e optei por fiar do ótimo resort PARADISUS PALMA REAL, tendo escolhido o sistema Royal Service como um plus de hospedagem. Essa opção nos proporcionou um conforto maior, com atendimento VIP do check-in ao check-out (sem filas e sem demoras). Fomos muito bem tratados por todos os colaboradores que trabalham no hotel, a destacar o "mordomo" que nos acompanhou em toda a nossa estada, o Sr. Ângelo. Muito atencioso e, sempre, disposto a nos ajudar em tudo, escolha de restaurantes e as reservas para os mesmos; reserva de cabanas na piscina e na praia. Sobre piscina e praia posso relatar que o sistema Royal Service proporciona um conforto muito interessante, com muita privacidade e atendimento personalizado, sem a muvuca da área comum a todos os hóspedes do resort, lembrando que o sistema Royal Service não aceita menores de 18 anos. As cabanas da área da piscina e da praia dão um charme especial, conforto e tranquilidade total. Sobre a gastronomia quero ressaltar o restaurante (exclusivo) para os hóspedes com o Royal Service, o restaurante Palazzo, onde pudemos tomar o café da manhã, almoçar e jantar também, com tranquilidade e tratamento VIP. Há de se destacar os outros restaurantes do complexo, cada um com um uma proposta de prato, os meus preferidos foram: Palazzo (exclusivo do sistema Royal Service), o Rare e o Aqua,
mas o outros são muito bons também. Comida boa, farta e bem apresentada. No tocante às bebidas, fomos servidos com vinhos e espumantes "da casa" de boa qualidade, cervejas, coquetéis, aperitivos diversos e Whisky (oito e doze anos). Portanto amigos, deixo aqui, esse breve relato da nossa experiência no PARADISUS PALMA REAL no sistema ROYAL SERVICE, afirmando que, em nosso caso, valeu muito a escolha, apesar de um gasto maior (investimento em nosso conforto). Deixo também o meu agradecimento ao VnV e ao Ricardo Freire, por mais uma vez me ajudar em minhas escolhas.

Paula
PaulaPermalinkResponder

Ola bóia, boa tarde!!

Na lista dos hotéis de luxo de Punta Cana, não entendi muito bem se o Paradisus Punta Cana também entra na lista mesmo sendo mais simples que o Paradisus Palma Real, ou se ele foi citado nessa sessão somente como um alerta para que os leitores fiquem atentos para a diferença.

Estaremos viajando com um bebezinho e caso não consigamos cacifar a ala The Reserve do Paradisus Palma Real, na sua opinião qual seria melhor: The Reserve at Paradisus Punta Cana ou Barceló Bávaro Deluxe Palace?

Super obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! O Paradisus Punta Cana estava na lista apenas para que não fosse confundido com o Palma Real. Dê uma olhadinha nos comentários recentes do Booking desses dois hotéis, faz alguns anos que não vamos a Punta Cana.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar