Dicas e blogs sobre Milão: compartilhe, per favore

Galleria Vittorio Emanuele, MilãoA Eliane, mais a irmã e a mãe, todas veteranas e animadíssimas, vão passar quatro dias em Milão agora em setembro e pedem dicas.

Como o site ainda não tem nenhum post organizado sobre o assunto, esta é a hora de pedir a colaboração dos viajandões que já estiveram por lá.

O que vocês aconselhariam as nossas garotas nesses quatro dias?

Eu dou uma única dica, porém valiosa: reservar o quanto antes a visita à Última Ceia de Leonardo da Vinci, que só pode ser feita por telefone ou pelo site do Cenacolo Vinciano. Corram que ainda dá para reservar.


Fora isso, remeto vocês aos blogs que me vêm à cabeça. Quem tiver dicas soltas ou posts prontos, por favor use a caixa de comentários para acrescentar, e as sugestões logo serão editadas no corpo do texto.

Grazie!

Bookmarque:

Vivaticket.it: para comprar o ingresso da Última Ceia

Milan Museum: outro site para comprar ingresso da Última Ceia (dica do Wander)

Milão: un’altra volta, no Pelo mundo

Happy hour em Milão, no Saia pelo mundo

Oitavo dia no Piemonte, no Da cachaça para o vinho

Nono dia no Piemonte, no Da Cachaça para o vinho

Décimo dia no Piemonte, no Da Cachaça para o vinho

Milão, no Fatos & Fotos de viagem

Duomo, a catedral de Milão, no Fatos & Fotos de viagem

Teatro alla Scala em Milão, no Fatos & Fotos de viagem

Milão, no Idas e Vindas

Milãoo, no Pra quem quiser me visitar

Restaurante Il Marchesino, no Pra quem quiser me visitar

Re-viajando Milão, no Mala de rodinha e nécessaire

Norte da Itália com família, no Família recomenda

Último dia em Milão com Leonardo da Vinci, no Viaje comigo, amigo

Milão, no Viagem e viagens

Milão: as dicas do André Lot por Ricardo Freire

Milão: as dicas do Fernando Dib por Ricardo Freire

Milão e bate-volta ao Lago de Como: as dicas da Lilian por Ricardo Freire

Milão: as dicas do Zé Maria por Ricardo Freire

Outlets de Vertemate, no Arquivo de viagens

Milão & Verona, no Vem Comigo

Milão, no JR Viajando

A Última Ceia, no JR Viajando

No telhado do Duomo, no Uma Malla pelo Mundo

Milão, no Wazari

Um dia de turista em Milão, no Destemperados

O lado cool de Milão, no Destemperados

20 coisas legais pra fazer em Milão (em inglês), no Time Out

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem


112 comentários

Oi,Eliane
Estive em Milão pela 1ªvez em Maio deste ano e gostei muito da cidade.Apreciar o Duomo,a galeria Vittorio Emanuele e o teatro Alla Scala é para uma manhã de passeio pois ficam bem próximos.Atrás do teatro começa o bairro de Brera onde está a Pinacoteca,infelizmente,no dia que fui estava fechada.O bairro é muito interessante cheio de lojinhas e restaurantes legais.Eu e meu marido almoçamos no Ristorante Nabuco [na Via Fiori Chiari 10] a comida é muito gostosa e o preço muito bom.Eu comi uma lasagna tradicional e meu marido um tagliatele com camarão e cogumelo.Fomos ao bairro Navigli onde tem um passeio de barco pelos canais .O castelo Sforzesco merece um tempo para ser apreciado.O parque que se localiza atras dele é tb muito legal.
Vocês não podem deixar de conhecer Lago di Como:é lindíssimo,é um passeio imperdível !!!!Vá até a estação Milano Central,dirijá-se à máquina automática de venda de bilhetes,selecione o idioma[não tem português,mas dá para entender bem o espanhol],não digite “Lago” como destino e sim “Como”,aparecem então 4 opções,clique em “Como S.Giovanini”,aparecem então horários de saída e chegada do trem e preços de 1ª e 2ª classe.Depois aparece a opção adulto e um quadrado com _ e outro com +para vc marcar o nº de adultos,aparece então a opção de pagamento,pagando os bilhetes são impressos.Geralmente próximo dessas maquinas há uma tabela com o nº do trem,o horário que ele parte e a plataforma .No seu bilhete tem o nº do trem.Procure sempre pelo nº do trem pois o destino do seu trem pode ser uma outra cidade e o Lago di Como ser uma das paradas.Chegando lá[é legal comprar os bilhetes de volta] é só descer as escadas e seguir em frente,pergunte como chegar ao lago que fica muito perto.É deslumbrante!!!!!!!!!!!
Compre o ingresso de barco para fazer o passeio pelo lago até Bellagio.Desça nesse povoado e passeie bastante.Tome o barco de volta à Como a tempo de tomar um sorvete ou sentar num café.

    Olha, o Lago di Como é legal, mas eu acho que em uma viagem de 3 dias inteiros + 1 dia parcial em Milano, não se justifica toda a logística de dar uma passada rápida em Como. É melhor deixar para uma futura viagem só por lá.

    Ah, André, vou discordar de vc…O Lago é maravilhoso, eu não deixaria de ir mesmo numa visita breve à Milão. Eu tinha mais ou menos este tempo e não me arrependi de ir, aliás, já fui programada pra ir.

    Claro, o lago é lindo, isso nào está em discussão. O que eu me refiro é à ‘síndrome do nunca chega’ (https://www.viajenaviagem.com/2010/05/cuidado-com-a-sindrome-do-overplanning/).

    Citando o cmtde. Riq:
    “O turista nunca-chega. Muita gente encara um lugar apenas como um trampolim de onde pular a outro. Você sabe que sofre disso quando chega a Maceió e só consegue pensar em Maragogi. Roma? É uma cidade de onde se vai a Capri. O maior exemplo de nunca-cheguismo que presenciei foi durante um cruzeiro ao Prata. O navio aportou em Punta del Este durante um lindo dia de verão. Teríamos o dia inteiro para explorar o local. Mas boa parte dos passageiros optou por pegar o passeio de um dia inteiro a… Montevidéu.

    Mas, enfim, o importante é curtir sua viagem. O legal de qualquer “recomendação” é que aqui e ali sempre há uma excelente razão para ser ignorada 😀

    Olá!
    A Lilian deixou uma dica muito boa sobre o passeio de barco no bairro de Navigli. Já tinha ouvido falar e vi que tem um site para informação mas não entendi nem quanto custa, nem de onde sai ou quanto tempo dura. Alguém saberia me informar? Como o site está em italiano (e apesar de não parecer ser dificil) não vi essa informação ali.
    Desde já agradeço a atenção. Obrigada!

Não deixem de ir à lago de Como.
É simplesmente maravilhoso!
Se sobrar um tempinho para compras tem um Outelt Premium a 90km de Milão que vale a visita.

O castelo Sforzesco é um belo passeio. A entrada para o castelo é de graça e só o museu é pago (4 euros), mas vale a pena, o acervo é lindo!
Outra dica legal é passear naqueles ônibus turísticos de 2 andares, em que vc salta e sobe quantas vezes quiser. Dá uma boa ideia da cidade!

Oi, Eliane,

No nosso blog tem um post sobre Milão, Verona e Como, escrito pela família Carvalho, que é colaboradora frequente ( http://familiarecomenda.blogspot.com/2011/04/norte-da-italia-com-familia-milao.html ). Se quiser dar uma esticadinha até Veneza, tem outro post da mesma família que é só sobre a cidade ( http://familiarecomenda.blogspot.com/2011/04/norte-da-italia-com-familia-veneza.html ).

Pelo que a família nos contou, o ponto alto da visita a Milão foi a Última Ceia, do Leonardo da Vinci. Gostaram muito de visitar o estádio San Siro, mas pra isso tem que gostar de futebol.

Boa viagem!

    Testamos os 2 links postados e não estão funcionando direito, apesar de estarem corretos. Então, basta acessar o blog familiarecomenda.blogspot.com, e procurar no menu à direita pelo nome dos destinos (“Milão” e “Veneza”). Boa leitura!

    Olá, Família Recomenda! Ao postar links nas caixas de comentários, atente para não encostar nenhum sinal de pontuação (parênteses, vírgulas, pontos) à URL. Isso faz com que a URL não seja reconhecida.

    Suas URLs já foram corrigidas e estão funcionando 😀

A primeira dica que dou é que, ao contrário de outras cidades italianas, o mais interessante de Milano NÃO está apenas na área extremamente central ao redor do Duomo. Sim, lá tem a Galeria Vittorio Emanuele e o Duomo, mas a região é dominada por lojas e mais lojas, o que deixa muita gente com a impressão de que o lugar é “sem graça”.

Dicas interessantes: para a noite (principalmente quinta a domingo), a área próxima de Porta Genova, no triangulo entre o Corso di Porta Genova, o Naviglio Grande e Via Vigevano. É uma área com público, oferta culinária e vibe diferente da Brera (nem melhor, nem pior, vale a pena diversificar).

Para o dia, um passeio calmo pelo Parco delle Basiliche, a 20 minutos de caminhada, ou 5 minutos de tram, do Duomo, cheio de ruínas antigas e com pouquíssimo movimento.

O Castelo Sforzesco, embora seja um “lerê” de Milano, vale muito mais a pena se visitado em modo slow: compre um guia na recepção para entender melhor o castelo. ALi perto, em geral esquecida, fica a torre de observação da Trienale. Vale a pena pela vista dos prédios históricos.

A oeste, fica o Ippodromo di San Siro (15 min. de tram), onde fica o Cavallo di Leonardo, a construção moderna do que é uma das maiores esculturas do mundo, feita para completar um projeto que foi de Leonardo da Vinci. O hipódromo fica em frente ao estádio homônimo.

Durante o verão, para uma tarde mais tranquila, vale uma visita ao Idroscalo, ao lado de Linate.

=========

O que evitar a todo custo:

A menos que o objetivo seja comprar diretamente, evitar o grande calçadão que começa no castelo e vai até San Babila (Via Dante + Piazza Duomo + Coros Vittorio Emanuele). É uma área muito movimentada com lojas e só. Se o objetivo for espiar vitrines chiques, é melhor cair logo na Via Garibaldi ou Via Monte Napoleone.

Corso Buenos Aires é furada. Repito: é furada, a menos que vc tenha lista de lojas específicas que esteja buscando. Para passear, não é legal, não.

O Ônibus que faz city-tour é bem fraquinho também.

    Eu vou aproveitar a ocasião para reforçar uma dica que o André nos deu na época em que estávamos planejando a VAM, e que foi sensacional: se hospedar na região do Corso Garibaldi. A região é ótima, de fácil acesso para turistar a pé e muito mais agradável do que perto do Duomo ou perto da estação de trem.

    Temos alguns posts no Idas & Vindas sobre essa passagem por Milão no início da VAM: http://www.idasevindas.com.br/category/italia/milao/

Quatro programas bons para um domingo: A Última Ceia [grátis], Pinacoteca di Brera, Bairro Brera e feira de antiguidades de Navigli.

    Zé maria, bom dia. Tens certeza que a visita para ver a Ultima ceia é gratuita aos domingos? Estou preparando uma viajem para a italia e estou vendo sempre ingressos pagos e disputadissimos para o local. Mesmo se gratuito, as filas nao serão gigantescas?? abs.

    Roberto, você vai domingo lá pelas 10 ou 11 da manhã, reserva, e volta com hora marcada lá pelas 5 da tarde. Isso em setembro…

    reservei, em junho de 2010, 2 entradas para a Ultima Ceia para o dia que queria com 6 meses de antecedência. No dia da minha visita só havia alguns tickets para 20 dias após. Reservei pelo site :
    http://www.milan-museum.com

Quer tomar um sorvete de 1a. linha em Milão? Vá até a Casa Peck (Via Spadari, 9 – próximo da Duomo).

Quer jantar num restaurante de boa relação QualidadeXPreço. Vá até o restaurante Da Bruna, próximo da Duomo. O melhor garçom é o Roberto (parece o Kojack – lembra dele?).
Pode pedir o vinho da casa, que eles produzem com vários tipos de uva. Vai gastar 60 euros por dupla.
E boa viagem

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.