Dúvida: Aruba ou Curaçao?

Da minha página Turista Profissional, publicada toda terça no caderno Viagem & Aventura do Estadão.

Divi-divi na praia Arashi, em Aruba
Divi-divi na praia Arashi, em Aruba
Praia particular de Cas Abou, Curaçao
Praia particular de Cas Abou, Curaçao

O Caribe próximo à América do Sul não tem contra-indicações: os furacões passam longe e não é necessário visto americano. Aproveite: alguns dos pacotes mais interessantes do momento são para Aruba e Curaçao, oferecidos a partir de US$ 1.500 pelas operadoras. Há os pacotes que usam vôos regulares (com conexão em Bogotá, pela Avianca, ou na Cidade do Panamá, pela Copa) e os que usam vôos fretados (com escala em Caracas, pela Varig, ou partindo de Brasília, pela Gol). Apenas evite ir em outubro e novembro, que é a época das chuvas. Está dúvida sobre qual das duas ilhas escolher? Eu ajudo.

Palm Beach, Aruba (à altura do Marriott)
Palm Beach, Aruba (à altura do Marriott)

PRAIA DO HOTEL
Quase todos os hotéis de Aruba vendidos nos pacotes para brasileiros estão na ótima Palm Beach, extensa, de areia branquinha e mar transparente. Já em Curaçao os hotéis costumam ter praias “fabricadas” com areia branca trazida de longe e recifes artificiais. Vencedor: Aruba.

Praia Grote Knip, Curaçao
Praia Grote Knip, Curaçao

OUTRAS PRAIAS
Em Aruba você pode alugar um carro por um ou dois dias para visitar prainhas menores, menos frequentadas e sem hotéis à vista, como Arashi e Baby Beach. Em Curaçao é melhor alugar um carro por toda a estada, para aproveitar as belíssimas praias selvagens (como Cas Abou e Port-Marie, particulares, e Grote Knip, pública) ou bater ponto na praia da muvuca, a Seaquarium Beach (que é “fabricada”, mas tem bares charmosos, como o Mambo Beach). Vencedor: Curaçao.

Curaçao: na sinagoga
Curaçao: na sinagoga

HISTÓRIA
Willemstad, em Curaçao, tem arquitetura colonial holandesa legítima, um mercado público imperdível (almoce um PF javanês por lá), um bairro tombado como patrimônio cultural pela Unesco e uma sinagoga antiquíssima com chão de areia (para relembrar os anos em que os judeus erraram no deserto). Já Aruba só tem cenário. Vencedor: Curaçao.

VIDA NOTURNA
Ambas tem cassinos – mas em Aruba praticamente todo hotel tem o seu. Além disso, não é preciso sair de Palm Beach para ir a bares, restaurantes e discos; já em Curaçao você vai precisar ir a Willemstad. Vencedor: Aruba.

Baby Beach, Aruba
Baby Beach, Aruba

CRIANÇAS
As praias são perfeitas para os baixinhos nas duas ilhas; ótima oportunidade para aprender a mergulhar de snorkel. Em Aruba dá para fazer passeio de submarino, safári para ver iguanas e uma visita a uma cidade em miniatura. Em contrapartida, no Sea Aquarium de Curaçao dá para entrar num tanque para tocar nos animais marinhos, e na Dolphin Academy os pequenos podem nadar com os golfinhos. Empate.

DUAS EM UMA
Já que está dando empate, por que não escolher um dos pacotes que combinam as duas ilhas? O vôo dura apenas 30 minutos, e você pode saracotear em Curaçao e depois sossegar no hotel em Aruba.

QUE HOTÉIS ESCOLHER
Em Aruba, evite o Renaissance, que está no centro da cidade (e cuja praia, “fabricada”,  fica numa ilhota em frente). Em Palm Beach, o Holiday Inn Sunspree não está à altura dos seus vizinhos; melhor cacifar o Marriott, o Hyatt, o Westin, o Radisson ou o Occidental (all-inclusive).Para economizar, o Mill Resort, com apartamentos com minicozinha, é OK (mas saiba que fica na quadra de trás da praia).

Breezes, Curaçao
Breezes, Curaçao

Em Curaçao, fique com os grandes nomes – Hilton e Marriott têm boas instalações, e o Breezes (all-inclusive) fica no canto direito da Seaquarium Beach.


1077 comentários

Tenho 13 noites para dividir entre Aruba e Curaçao… Alguma sugestão de como dividir? Estava pensando em 8 em aruba e 5 em curaçao… Qual ilha requer mais tempo para conhecer ou tem mais atrativos? Valeu Ricardo!

    Há muito pouco o que “conhecer” nas duas ilhas, Juliano. Caribe é para curtir: descansar, tomar sol, ocasionalmente fazer uma atividade/passeio (tipo submarino com fundo de vidro em Aruba, nadar com golfinhos em Curaçao).

    Qualquer divisão está valendo: desde 6×7 até 11×2, para qualquer lado.

    Defina onde você quer/pode ficar e pense na sua rotina diária: a praia do hotel é a sua praia-default para todos os dias? Quer alugar carro por quantos dias?

    A diferença entre as ilhas está exposta no post. Veja o que te apetece mais e faça as contas.

Gente, preciso de ajuda! Eu e meu marido vamos fazer um cruzeiro, em dezembro. Aportaremos em Santa Marta, Aruba, Bonaire, Isla Margarita e Curaçao. Pedimos dicas do que visitar em cada ilha, já que teremos somente um dia em cada. Grata e abraços

    Pesquise sobre essas ilhas e escolha uma praia ou lugar (centrinho, parque, atividade, passeio) para ir. A permanência em solo é curta, e nas poucas horas é bobagem ficar fazendo ilha-tour. A idéia não é “conhecer” nenhuma ilha; é ir somando experiências bacanas. Eu, que sou louco por praia azul-calcinha, iria direto a uma praia dessas em cada parada. Mas você pode querer outras atividades, então pesquise. Um bom ponto de partida são os próprios passeios oferecidos pelo cruzeiros; você pode se encaixar nos grupos ou fazer por conta própria, negociando com taxistas.

Galera,

fui muito ajudado por este forum e especialmente pelo Ricardo que manja muito mesmo de aruba, estive lá semana passada, de lua de mel, foi bem legal, pode ficar a vontade de perguntar, o que puder eu ajudo, abraços a todos.

Ei Ricardo blz?

Meu namorado e eu estamos programando uma viagem no início de outubro próximo para Arruba e/ou Curaçao. A dúvida é: Hospedar em Curaçao e “visitar” Aruba por um dia ou o contrário? Se optarmos apenas por um dos locais, qual vc recomenda? Gostamos de mergulho, barzinhos, etc… Outra coisa, será minha estréia por lá, que tipo de roupa devo levar para o dia e noite nessa época? informais? Sociais? Esporte fino? Um pouco de cada. Quero ser prática apesar de adorar um saltinho rsrsr

Sandra,

Ric, minhas férias serão naquele período em que tudo no mundo é mais caro…entre os dias 19.12 e 03.01.2010…pelo menos, em termos de Brasil, é verão, o que me consola um pouco…rs

Beijos!

Ai, que invejinha branca de quem foi…rs

Tenho lido seu blog há uns dois meses, praticamente todos os dias, e ainda não decidi meu destino de férias…cada lugar mais lindo que o outro, pôxa! Assim a gente fica em dúvida! rs

Adoro seu blog e a forma honesta com que você retrata os lugares pelos quais passa! Abraços!

    Quando a gente fica em dúvida entre muitos lugares, a primeira coisa que pode usar pra eliminar é o clima. Sabendo a época das suas férias já dá pra separar os primeiros finalistas…

Olá Ricardo,
É a minha primeira por aqui, parabéns!

Vou passar o reveillon em Aruba com a minha esposa no Hotel Riu, extramente caro! Mas com a vantagem de ser sistema All inclusive, porém, estamos um pouco incomodados com essa fato, pois gostamos de sair e conhecer a gastronomia do lugar etc. Mesmo assim, voce acha que vale a pena o sistema de All incluvise para nós brasileiros, qual sua opnião?

    Fernando, só tendo experimentado a comida para saber…

    Mas não acredito que vocês vão perder grande coisa, não. Normalmente os bons restaurantes de Aruba são grandões, feitos para atender muita gente. O ambiente não é muito diferente de um hotel. E esses restaurantes não são propriamente baratos.

    Os outros restaurantes menores e mais em conta, na quadra de trás da praia, são bonzinhos, mas não sei se você comeria melhor neles do que no hotel.

    Restaurantes que valem a escapulida são os que não têm cara de superprodução, como o Brisas del Mar em Savaneta, o Qué Pasa no centrinho ou mesmo o Charlie’s em San Nicolas.

    Caaaaaaaaso a comida do hotel seja ruim, então a minha recomendação é que vocês bebam tudo o que puderem, abusem das saladas, lanchinhos e sobremesas, e atravessem a rua para comer uma massinha nos restaurantinhos da quadra de trás da praia.

Oi, Ricardo…

Estava cotando as passagens para Aruba/Curaçao no Decolar.com e achei uma nota dizendo que vôos internacionais com origem fora do Brasil terão um acréscimo de US$150 por bilhete emitido. Se comprar com eles uma passagem Aruba-Curaçao então sofrerei essa cobrança, certo? Você sabe me dizer se o mesmo ocorreria se eu comprar as passagens Aruba-Curaçao direto no site da DEA ou da Insel Air?
Estou pensando seriamente em “ir por conta” para lá. O valor dos vôos + hotéis que tenho cotado estão mais baratos do que os pacotes oferecidos pelas operadoras de turismo, porque quero uma pacote estendido (6 noites em Aruba e 5 em Curaçao). Você vê algum risco em fazer isso (comprar as passagens eu mesma, reservar os hotéis e ir sem a assessoria de uma operadora)?

    Eu fui por conta em dezembro de 2006. Na época só consegui reservar, e não comprar, as passagens da DAE. Chegando lá me cobraram umas taxas que não estavam na conta inicial (no trecho Curaçao-St Maarten, não no Aruba-Curaçao, que foi tranqüilex). Você vai comprar a passagem a Aruba pela Copa, pela Avianca ou por alguma venezuelana?

    Pela Avianca, mas através do Decolar.com. Posso encontrar algum problema ao fazer isso?

    Se for Decolar.com Brasil, problema nenhum. O problema é ver cotação em sites dos outros países e não conseguir realizar a compra (existem tarifas para viajantes do país). Mas pelo jeito não é o seu caso 🙂

    Oi, Ricardo… Eu de novo! Mais algumas dúvidas. Estava lendo que as compras efetuadas na área Duty Free em Curaçao são encaminhadas diretamente para o aeroporto. O problema é que minha volta para o Brasil está programada a partir de Aruba. Vou ter algum problema com as compras por causa disso? Que empresa você me indica para alugar um carro em Aruba e Curaçao?

    A passagem da DAE para Curacau e mais economica se voce compra direto no site http://www.flydae.com
    caso nao consiga eu posso reservar e emitir aqui para voce eu sou receptivo em Aruba mais te aviso que hoteis de boa qualidade tem melhores tarifas com os operadores, caso vc nao seja muito exigente tem excelentes apart hotel ou hoteis boutique com excelentes precos mais e necessario alugar carro pois alguns ficam distantes.

ola, estou pretendendo ir pra Aruba e Curacau e talvez Bonaire em junho e queria saber se nesta epoca tem risco de furacoes. Obrigado.

    Thiago, como está escrito bem lá no início do texto Aruba, Curaçao (e portanto Bonaire) e Los Roques estão fora da rota dos furacões o ano inteiro.

    Nos outros pontos o risco é entre agosto e novembro.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.