Em Maceió, siga a Lu Malheiros

Vista do restaurante Vila Chamusca. Foto: Lu MalheirosNeste verão, a Lu Malheiros do Dividindo a Bagagem voltou à cidade onde passou muitas férias na infância: Maceió. E trouxe de lá pelo menos três dicas quentíssimas, que não costumam fazer parte dos roteiros tradicionais. Uma dessas dicas é a confirmação de que o bar Hibiscus, em Ipioca, é tão bacana quanto eu tinha achado, há dois anos. A outra é que ali perto encontra-se o complemento perfeito para a tarde no litoral norte de Maceió, com um almoço com vista no Vila Chamusca. E a terceira é uma hiperdica no departamento da baixa gastronomia, que só quem é local pode dar: o pastel autêntico d’O Pastel Chinês. Siga a Lu e se dê bem:

Maceió no Dividindo a Bagagem, por Lu Malheiros:

Pegando praia no Hibiscus, em Ipioca

Almoço com vista: Vila Chamusca, nos Altos de Ipioca

Maceió: que tal um pastel chinês original?

Leia também:

Todas de Alagoas no Viaje na Viagem

164 comentários

O grande problema que achei no Hibiscus é o atendimento péssimo. Você espera muito para poder ser atendido e mais ainda para seu pedido chegar, além dos preços serem muito alto.
Na minha opinião a melhor praia é a de Ipioca, Barra de São Miguel e Sonho Verde. Mas não existe nada mais gostoso do que ver o pôr do sol na praia de ponta-verde entre a barraca lopana e a Kanoa, onde você ver toda a enseada da pajuçara. Como o hotel que fiquei era bem perto, todos os dias eu estava lá.

Gente, acabei de chegar de Maceió e nos 10 dias que fiquei não choveu nenhum dia. Peguei dias lindos, mar azul e aquela brisa gostosa. Ano passado fui a Maceió em Julho com meus filhos e peguei apenas 1 dia de chuva. Esse mito que nos meses de maio, junho e julho só chove lá tem que ser esquecido, pois em 2008 fui no mês de fevereiro e só peguei chuva. O tempo é imprevisível !
Fiquei hospedada no Hotel Pousada Gogó da Ema, a 50 metros da praia de Ponta-verde e adorei. Não tem luxo, mas é muito aconchegante e o café da manhã melhor que nuito hotel 5 estrelas. Recomendo. A localização é a melho possível.

Oi Lú;
Estou indo para Maceio dia 29/5/2010 ficarei 7 dias e gostaria de informações sobre onde ir o que fazer. SOCORRO!!!!!!!

    Riq,
    Respondi ao comentário da Gina aqui, mas acho que, por conta dos links que coloquei, ele deve ter caído no poço 😳

    Lu, estranho, não tá no poço não… disculpe las molestias 🙁

    Ricardo e Lu,
    Obrigada pelas dicas retornei ontem(5/6/2010) e em uma semana por ser pouco tempo não tem como ir em todos os lugares indicados no roteiro mas o HIBISCUS continua “mara” o mar é deslumbrante.Bom muito bom. Retornarei a Maceió sem dúvida.

    Gina,
    Valeu pelo retorno. Que bom que você gostou da viagem!
    Abs,

Olá todos!
Eu sou de Maceió (embora more em Sampa) e adoro recomendar os lugares de lá.
MAs uma coisa que não recomendaria seria ir para lá em junho/julho/agosto! Muita chuva e, consequentemente, o lindo azul do mar maceioense desaparece. Fica cinza. Além disso, o forte de Maceió são as praias e a gastronomia. Com chuva, só sobram os restaurantes…
Como o Riq falou, seria mais recomendável ir a partir de setembro/outubro, se possível.
Quanto às dicas do Riq, fiquei impressionado como ele é bem informado sobre a Rota Ecológica. Assino embaixo.
Um beijo a todos!

Ola Pessoal,

Agradeço todas as visitas ao nosso charmoso Vila Chamusca. Gostaria de comunicar que até junho estaremos fechados para reforma e férias coletivas. Pode deixar que não cometeremos a besteira de torna-lo grande e impessoal, faremos apenas algumas mudanças para melhor conforto dos clientes e da cozinhas. Aviso do nosso retorno. Grande abraço,

Ola Pessoal,

minha familia mora em MCZ, eu passo sempre ferias por la. Estive visitando a primeira vez o Ibiscus no mes de inaguração em Janeiro de 2008 e fiquei simplesmente encantada, não imaginava que existia um lugar tão bacana.
Tanto foi o efeito que em janeiro de 2009 convenci meu irmão a fazer a festa de casamento dele por la e ficou lindo.
Voltei la em janeiro de 2010 e fiquei estarrecida como o local decaiu. As tendas da praia tinham tirado, não tem mais os colchóes de ar que dava para ficarmos boiando naquele mar lindo horas e horas. O lcoal estava simplesmente entupido de turistas, parece que virou comercial demais, eles encheram de cadeiras as palhoças que eram um charme para poder faturar mais. Fiquei tão horrorisada que nunca mais irei voltar naquele lugar. É uma pena porque a praia de Ipioca é lindissima.
O vila Chamusca vale a viagem mesmo. A vista é perfeita.
No mais, não esperem muito da gastronomia de Maceió, onde reina o cuminho, coentro e leite de coco em quase tudo.

    Obrigado pelo depoimento sobre o Hibiscus. Mas olha só: reclamar de restaurantes em Alagoas porque usam cominho, coentro e leite de coco é como reclamar de restaurantes italianos na Itália porque usam tomate, manjericão e pancetta…

    Turista per caso,
    Quando estive no Hibiscus – em dezembro de 2009 – gostei muito, apesar de alguns probleminhas. Ainda não era altíssima temporada e chegamos cedo. Na minha opinião, por conta da infraestrutura do local e da PRAIA, ele ainda vale a visita mesmo com muita gente. Mas, repito, não estive lá em janeiro.
    O Vila Chamusca foi uma grata surpresa. E, no geral, achei a culinária de Maceió muito boa! Creio que é possível pedir, na maioria dos lugares, para não usarem os temperos regionais.
    Abs,

    Olá turista por acaso, estive em Maceió em Março deste ano e conheci a Hibiscus, talvez porque era começo de baixa estação, mas o local estava muito agradável, bem organizado e nada de muvuca. Estava bastante tranquilo e o atendimento foi muito bom. Quanto ao Vila Chamusca foi simplesmente maravilhoso!!! A vista é lindíssima e a comida idem. Comi os tais macarajés de bacalhau e camarão…aff…aquilo não existe, é delicioso. Pedi um prato a base de massa e lagostin, estava ótimo. saí de lá entupida…não aguentava nem piscar rsrsrs. Estou “me devendo” a sobremesa, o tal pavê de prestígio.Mas esse vai ficar para a próxima viagem…
    E quanto não esperar muito da gastronomia de Maceió, discordo plenamente (opinião pessoal)!!!!! Todo ano vou a Maceió, e é um dos lugares do nordeste onde como muitíssimo bem. Lá tem de tudo e para todos os gostos e bolsos. Desde O Wanchako, que é um restaurante peruano divino, até a Bodega do Sertão, que é uma tentação para os olhos e para o estômago. E o Divina Gula então…!!!
    Leite de côco, coentro e cominho, você irá encontrar no nordeste inteiro, não tem jeito. O negócio é saber o que pedir perguntando o que leva em cada prato.
    Mas, finalizando, amo Alagoas por completo…cada pedacinho.
    Abs

    Milena,
    Nem me fale no Wanchako.Eu NÃO estive lá! 🙁 E nem comi o acarajé do Akuaba! Preciso voltar urgentemente!
    Abs,

Boa tarde Riq,
devo admitir que o seu site é um dos melhores que visitei ultimamente. Parabéns pelo site, comentários e dicas.
Acabei de montar o meu próprio blog e uso o viaje na viagem como inspiraao.
Estava pensando em ir para Maceió agora em junho, mais especificamente no final de semana do dia dos namorados e queria ficar no resort Salinas. Qual é o mais indicado para uma viagem a dois. Essa seria uma boa época??

Abraços
Ana Flavia

Ricardo, procuro ir sempre para o Nordeste nas minhas Férias como tenho duas filhas pequenas procuro sempre me hospedar em Resorts All Inclusive é muito mais pretico, no ultimo ano estive no Enotel em Recife e não gostei, este ano pretendo antecipar minhas férias para Julho e ir para Maceio. Mais a duvida é o tempo, será que é muito chuvoso? qual Resort vc recomendaria estava pensando em Salinas do Maragogi.
Obrigada

    Os meses mais chuvosos costumam ser maio e junho. A época seca vai de setembro a fevereiro/março.

    Dos all-inclusives de Alagoas, o Salinas tem a melhor estrutura, mas o Miramar Maragogi está na praia mais bonita.

Riq,
Depois da conVnVenção e da Silvia do Matraqueando twittar a viagem dela à Maceió, tomei vergonha e terminei de escrever os posts dos restaurantes.
Bar do Pato: http://dividindoabagagem.blogspot.com/2010/04/nao-almoce-na-praia-do-frances-va-ao.html
Bodega do Sertão e Carne de Sol do Picuí: http://dividindoabagagem.blogspot.com/2010/04/comida-regional-em-maceio-bodega-do.html
Maria Antonieta: http://dividindoabagagem.blogspot.com/2010/04/maria-antonieta-culinaria-italiana-em.html
Falta ainda falar do hotel em que ficamos, excelente para quem está com criança pequena e ainda precisa esterelizar mamadeira!
Se eu tiver pique, devo fazer um post sobre as praias, mas acho que depois do hotel o que vai rolar é um post índice…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.