Enquete da semana: viagens literárias

    livros400.jpg

O cinema e a fotografia talvez sejam as fontes que mais freqüentemente influenciam nossas escolhas de viagem.

Mas arrisco dizer que nada inspira viagens tão intensas quanto um livro pelo qual nos apaixonamos.

Por sugestão da Meilin, da Lili e da Carla, a enquete da semana é sobre guias de viagem que não trazem mapas, nem dicas de hotéis, e se mencionam restaurantes que existem, é por mero acaso.

Minha experiência mais intensa não foi com algo que eu tenha lido antes de viajar — mas com um livro que eu li durante a viagem. Ler Filhos da Meia-Noite, do Salman Rushdie, e ainda por cima em inglês, durante meu primeiro périplo à Índia, fez com que eu continuasse viajando mesmo nos momentos em que estava quieto no quarto.

Outro inesquecível companheiro de viagem foi o Schifaizfavoire, do Mario Prata, que quase me matou de rir durante uma semana (a trabalho) em Lisboa.

E você? Já fez alguma viagem sob o poderoso efeito de algum livro? Conta pra gente, vai…

62 comentários

“Ramsés” para conhecer o Egito, “A Dama das Camélias” para passear por Paris, “Ana Karenina” para se apaixonar pela Rússia… O que não faltam são livros inspiradores e que nos dão a impressão de que já estivemos lá!

Riq, só para sua informação, vc precisa editar um novo Viaje na Viagem. No dia em que eu saí de férias, saí a pé aqui no Campo Belo para ir atrás de alguns itens para a viagem, achei um sebo e entrei para ver se tinha o VNV…. Bom, eu achei e quando mostrei ao dono, ele falou que o seu livro “tem giro” e por isso a etiqueta de R$ 30,00. Eu pechinchei, pechinchei e consegui por R$ 22,00 o que é ainda bem caro!!!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.