Enquete: Hotwire, Travelzoo, Priceline, consolidadores. Já usou?

hotwiretravelzoopriceline

Todo mundo aqui já está craque em fazer reservas online em sites de reservas de hotéis como Hotéis.com, Booking.com, Expedia.com Venere.com. Em todos eles conseguimos escolher o melhor hotel disponível nas datas que queremos, na região que desejamos, pelo preço que podemos.

Prontos para emoções mais fortes?

Vamos lá. O nosso Ernesto, também conhecido como o Pato Econômico, ficou fã e está fazendo bastante propaganda do site Hotwire.com, que vende quartos de hotéis estrelados com bastante desconto. E com uma pegadinha: a gente só fica sabendo que hotel escolheu depois da compra ter sido realizada (e o débito da estada, devidamente feito). Não é completamente no escuro, porque você ao menos escolhe a localização e sabe, de antemão, o nível (medido em estrelas) do hotel. É um jeito de ter conforto 4 estrelas pagando diária 2 estrelas.

O Travelzoo.com é outro site de megaofertas, onde dá para encontrar preços doidos em hotéis bons. Talvez você não ache o hotel que procura, mas vai achar ofertas na cidade desejada e nas datas que precisa.

Priceline.com (da mesma empresa dona do Booking.com) também reúne ofertas apetitosas em bons hotéis. Pena que, fora dos Estados Unidos e do Canadá, não seja possível usar sua ferramenta mais interessante, que é o leilão de quartos. Americanos e canadenses podem simplesmente dizer quanto querem pagar por um hotel de 2, 3 ou 4 estrelas numa determinada região. Se o site confirmar a oferta, o negócio é fechado na hora (e o débito feito no cartão).

Outro caminho para os caçadores de superofertas são os consolidadores. A Sylvia, que eu sei, é fã do Asia Rooms (que, ao contrário do que o nome indica, também funciona em outros continentes).

O que queremos saber: você já usou esses sites de reservas megadescontadas? Como foi sua experiência? Tem algum consolidador na manga para compartilhar com os colegas?

A caixa de comentários é toda ouvidos!

277 comentários

Eu já usei o TravelZoo, e deu super certo. Alguém mandou (nem lembro mais quem) e eu me cadastrei pra receber o Top20 deles, uma coleção das melhores barbadas da semana. Foi assim que achei o hotel de Londres por um precinho camarada (acabei nem usando a promoção do TravelZoo, que incluia o café, mas uma do hotel pra mais noites).
O AsiaRooms já me serviu pra Asia e até pro Uruguai, e é ótimo.
Mas nunca me arrisquei com os doidões que não te falam o hotel, não. Muita insegurança pro meu gosto =)

eu usei o priceline na minha última viagem para reserva de hotel e só tenho elogios. conseguimos $125/noite no intercontinental em nyc (!!!) em maio, e entre $90 e 100/noite no marriot marina del rey em LA e no renaissaince em SF. todos excelentes 4 estrelas que normalmente custariam pelo menos o dobro. agora só vou de priceline. como o PS falou, é preciso indicar um endereço nos eua, mas pode ser até um endereço da sua empresa, se ela for multinacional, eles não fazem nada com o endereço. só não dá pra cancelar ou mudar a data da viagem, porque aí já era. se escolher bem a região e escolher um 4 estrelas, não tem erro.

Eu já usei o Hotwire e o Priceline. No Hotwire você já sabe antecipadamente quanto pagará por um hotel em determinada região da cidade, mas não sabe que hotel é este (se bem que, de acordo com a dica do João Barcelos aí em cima, talvez dê para descobrir). O site diz algo como “pague X por um quarto em um hotel com Y estrelas, localizado no bairro Z”, sem identificar o hotel.

No Priceline, você dá lances por hotéis em determinada região da cidade. Somente se e quando seu lance for aceito é que você fica sabendo qual é o seu hotel. Você escolhe a região da cidade em que quer ficar e o padrão do hotel que deseja. Em seguida, oferece um valor. Se esse seu valor for aceito, voilá, você conseguiu um hotel na região que queria com o padrão que queria e vai receber por e-mail o nome do seu hotel. Se o valor oferecido não for aceito, você pode aumentar o lance
ou então mantê-lo, neste caso aumentando o número de regiões nas quais aceita se hospedar ou diminuindo o padrão do hotel.
No Priceline, para participar desses lances é preciso indicar um endereço nos EUA ou no Canadá. Mas nada, rigorosamente anda, é enviado para esse endereço, de modo que você pode pegar um endereço de um amigo emprestado. Eu usei o endereço de um amigo no Canadá (com autorização dele, claro) e consegui dar os lances. O lance, uma vez aceito, é cobrado imediatamente no cartão de crédito, sem possibilidade de reembolso de nenhum tipo. O meu amigo me disse que nunca chegou nada na casa dele (fatura, nota fiscal, nada). Ou seja: para usar o Priceline, basta ter um endereço amigo nos EUA ou no Canadá, não precisa necessariamente morar lá (deve ser só um endereço de fatura – billing address).

Em NYC o Priceline me deu um hotel excelente em todos os aspectos – o Hudson Hotel, http://www.hudsonhotel.com – por US$ 200 por noite (preço na última semana de dezembro de 2008 e na primeira semana de 2009, já com taxas). Em San Diego, o Hotwire me deu um hotel aceitável, embora meio muxiba – o Lafayette Hotel, http://www.lafayettehotelsd.com/ – mas só paguei US$ 52 por noite (preço de abril de 2009 final com taxas), ou seja, em San Diego valeu a regra do “you get what you pay for”.

Comenta-se que os hotéis usam esses sites para oferecer preços baixos de uma maneira que não apareça o nome do hotel, garantindo com isso uma ocupação mínima ou a venda dos últimos quartos vagos sem que o hotel precise ligar seu nome diretamente a promoções ou a preços baixos, fato que pode pegar mal para alguns deles.

    PêEsse , para questões pro-forma , já usei endereço de agencias do correio no exterior . Sempre deu certo 😉

    Meu amigo canadense já voltou para o Brasil. Agora estou usando o endereço do Lonely Planet na Califórnia…

Eu já usei o Travelzoo 3x (1x em NYC – Westin Times Square, e 2x em Boston – Fairmont Copley Plaza e Lenox). São hotéis 4 estrelas e paguei, em média, U$185 a diária (incluindo taxas) para 4 pessoas.

O que eu mais gostei do Travelzoo é que você não faz a reserva direto com eles. Na verdade, eles te dão um código promocional e você faz a reserva no site do hotel. Do jeitinho que eu gosto: tratar diretamente com o dono dos porcos. Esse negócio de fazer reserva na penumbra sem saber o que eu estou comprando não é comigo não 🙄

Igual ao Alessandro A, eu gosto do http://www.hotelscombined.com.
Agora mesmo estarei indo para Natal no dia 13 de agosto, ( moro aqui no interior do RN)e vasculhei em tudo quanto eh local e o melhor preço consegui no easyclicktravel.com atraves do hotels combined

Ontem aprendi um “detalhe novo ” na busca de hoteis .
Pesquisando tarifas para o Tryp Montevideo , ví que um mesmo operador ,tem preços diferentes , dependendo do site de busca .
Claro, que não são valores altos , mas existem .
Por exemplo , busquei em : tripwolf.com , kayak.com , hotelscombined.com , mundi.com , e outros , o hotel que eu queria . Em quase todos , o melhor preço era do GTA hotels , e quando o site de busca era redirecionado para o GTA , as tarifas ( nas mesmas datas,e condições, é lógico ) tinham diferenças de até 8 USD por dia .
Então , se tiver tempo e paciencia : pesquise , e depois pesquise de novo e de novo … 🙁

Oi, Ricardo, tenho acompanhado seu ótimo blog há relativamente pouco tempo, e já estou adorando!

Por que esses lugares são chamados de consolidadores? Outra pergunta: você não acha que essas barbadas espetacularese estão relacionadas ao “downturn” na economia global? Não que as ofertas não devam ser aproveitads, muito pelo contrário!

    Acredito que “consolidador” seja o jargão específico de “atacadista” para a área de viagem (passagens aéreas/quartos de hotel).

    Mesmo antes da crise eles já funcionavam. Agora estão ainda mais eficientes.

    Ricardo, não cheguei a te agradecer. Por causa deste post usei o hotwire em duas cidades dos EUA(costa oeste)e foi ótimo. Meu maridão adorou esse sistema que funcionou perfeitamente. Vim a conhecer esse sistema de reserva e pagamento pelo seu post.

    Super obrigada. Aliás, seu blog já foi útil à toda a família, caramba! 🙂

Eu gosto muito do Hotelscombined, que compara todas as tarifas desses principais sites de reserva e ainda te informa a taxa cobrada (para os que cobram). Foi lá que eu achei uma ótima tarifa para um hotel em Paris no site HotelClub.com.

Também já usei um desconto do Travelzoo e deu certo, bastando inserir o código da promoção no site do hotel.

Além dos sites já citados, eu recomendo o GTAHotels para hotéis na Suíça. Ele é um site americano, mas por algum motivo tem ótimos preços em várias cidades na Suíça. Conseguimos hotéis 4 estrelas por 80 euros.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.