Enquete: incluir café da manhã ou não, eis a questão 1

Enquete: incluir café da manhã ou não, eis a questão

Murray's Bagels, Nova York

Essa semana, uma leitora que vai a Nova York perguntou o que achávamos do hotel que ela havia escolhido para ficar, no Queens. Razão da escolha: nas pesquisas que fez, encontrou poucos hotéis por lá que oferecessem café da manhã, e esse era um deles.

Por desconhecer a geografia de Nova York, e a quantidade de delis e lanchonetes a poucos metros de distância de qualquer hotel bem localizado, nossa tripulante quase caiu numa roubada. Mas consigo entender o raciocínio que ela fez. Primeiro, porque não sou ninguém sem café da manhã – o mau humor vai crescendo proporcionalmente ao tempo que passo sem pão e uma xícara de café bem forte. Segundo, porque parte da graça de se hospedar em um hotel é justamente o café da manhã de hotel, com ovo mexido, frutas madurinhas e dois sabores de bolo.

(Não sei quanto a vocês, mas eu já viajo pensando naquele ovo mexido que só os hotéis sabem fazer.)

Ou seja: se não conhecesse bem as características do lugar onde iria me hospedar, muito provavelmente acabaria optando por diárias que incluíssem café da manhã, mesmo sendo pago à parte.

Nem todo hotel, porém, conta com buffets tão variados, ou a nosso gosto. Vai dos hábitos alimentares de cada lugar, e da categoria do hotel também. Como saber, então, onde vale a pena pagar o café da manhã por fora, ou em que lugares o café do hotel é plenamente dispensável?

Aí é a vez de vocês, caríssimos leitores! :mrgreen: Contem pra gente suas experiências com o café da manhã mundo afora. O Comandante já contribuiu:

Estados Unidos – só costuma estar incluído em redes básicas-funcionais, como Holiday Inn Express, Hampton Inn, Hilton Garden Inn. Se não estiver incluído, o melhor é fuçar uma delicatessen nas redondezas do hotel, comprando salada de fruta, bagel e/ou muffin, café. Sentar pra tomar café em restaurante é roubada: pra montar um café à brasileira tem que pedir muitos pratos e a conta fica caríssima. Em Nova York, um hotel que inclui café ótimo é o Washington Square.

França – normalmente não está incluído (mas a rede Ibis Styles, antigo All Seasons, inclui). O buffet nos hotéis de duas e três estrelas custa entre 8 e 12 euros, é pequeno, mas sempre oferece baguete, croissant, salada de fruta (em calda), iogurte, frios e müsli. Tomar um café au lait com uma tartine (baguete com manteiga e geléia) num café sai um pouco mais barato, mas não é de longe tão variado.

Alemanha – é o melhor café da manhã do mundo, e normalmente está incluído. A variedade de pães (muitos integrais!) e frios é sensacional, mesmo nos menores hotéis. Pro gosto brasileiro, só falta papaia – mas sempre tem banana.

Argentina – está incluído e normalmente é bem fraquinho, com frutas em calda e iogurte de baunilha (xogúr de bainixa).

Caribe – quando não está incluído na diária (nos hotéis não-all-inclusive, normalmente não está), custa entre 18 e 20 dólares. Os buffets são bastante variados e valem a pena, se você aproveitar o café farto para fazer apenas um lanche na hora do almoço. A alternativa para os mãos-fechadas é aproveitar que os apartamentos costumam ter cafeteira, e comprar bolinhos, frutas e queijo no supermercado.

Queremos saber: você costuma preferir hotéis que ofereçam café da manhã? Em que cidades dispensou o buffet e decidiu tomar café na rua? Em que hotéis pagar pelo café da manhã foi um bom negócio?

Aos comentários!

Leia também:

Quanto vou gastar em alimentação?

Comer e beber nos Estados Unidos: 10 pegadinhas

Paris: 5 ruas gastronômicas imperdíveis

Menu do dia: micos em restaurantes

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


106 comentários

Em NY não costumo pegar o café do hotel, sempre tem cafés por perto e fica fácil. Dá até pra variar e conhecer lugares diferentes a cada dia.. fiz isso quando me hospedei no Park Central Hotel, por exemplo. Já em Milão o café era tão sensacional no hotel que agradeci por estar incluído! Hotel Dei Cavalieri, com paēs maravilhosos, mil frios e até espumante. Em Chamonix, na França, fiquei num hotel (Valle Blanche) que cobrava 15 euros o café e achei que valia mais a pena comer fora – gastei menos e comi melhor! Quando não está incluído em geral vale mais a pena comer fora do hotel ou comprar coisinhas pra comer assim que acordar e depois comprar algo na rua pra complementar.

Quando viajo à trabalho gosto de ter o café da manhã incluso pra não perder tempo, já pra turismo acho que não vale a pena. Em geral os cafés da manhã são quase sempre a mesma coisa e o interessante é comer como os nativos. Então eu sempre prefiro pagar mais barato o hotel e comer fora, sem restrições de horários e podendo comer em lugares diferentes cada dia.

Estou no Ibis Obelisco, em Buenos Aires que, como todo Ibis que conheci, tem um café da manhã bem razoável. Contudo, em Londres sempre tomo café da manhã no Pret A Manger, pela flexibilidade de horário e variedade…

Na rede Sheraton o café da manhã vale muito a pena. O sistema é buffet, o que significa que vc pode se servir até cansar, rs . Tem ovos de várias maneiras de preparo, frutas FRESCAS, pães variados, waffes, queijos e embutidos, sucos naturais e até Champanhe.
Já nos EUA, sugiro tomar café fora do hotel. O que é muito fácil de encontrar. Lá existem lojas que vendem saladas de frutas, iogurte natural maravilhoso com ou sem granola, o famoso ovos com bacon , pães etc, tudo pra viagem ou comer lá mesmo. Agora, uma boa ideia , é tirar um dia pra tomar um café da manhã, tradicional da cidade em que você está. A chance de você se surpreender é muito grande.

Utilizo ter ou café no comparativo de preço, com café se for igual ao preço de um sem café este saí ganhando.
Muitas vezes opto pela diária sem café, mas contrato na hora, pois não usarei todos os dias, algumas vezes tenho que sair cedo ou terá algo no evento que irei e elimino este gasto.
No meu mundo ideal, sempre tomaria o café no hotel.
Também sou dos que tem necessidades básicas logo após o desjejum como lembrou o Riq.
@GusBelli

Adoro café da manhã de hotel!
Não é determinante, mas conta muitos pontos na hora da decisão. Tive umas experiências interessantes em relação a isso neste 2017já. Em janeiro fiquei num hotel em GYN que tinha rondelli num dia, escondidinho no outro e pamonha no terceiro! Pamonha, ótima, os outros passei longe. Em março voltei à cidade e fiquei em outro hotel, o Mercure. O café da manhã valeu cada real pago na reserva. Tinha tapioca e omelete feitos na hora, com os “pertences” que se quisesse. Minha tapioca simples, por favor! Taquei-lhe três fatias de bacon no meio e fiquei feliz o resto do dia. Ah, e tinha café de cápsula sem acréscimo. Há duas semanas, em Porto Alegre, me hospedei num hotelzinho no centro que tinha um pão e um bolo, feitos no local, sem glúten ótimos! Sinal dos tempos.
E, no exterior, já fiquei num hotel mega bem localizado em NYC que servia um café básico incluído na diária muito bom. Em Paris, um hotel minúsculo, que funcionava assim: na hora desejada – entre 7 e 10 da manhã – ligava-se pra recepção dizendo o tipo de café, com leite, decaf, etc, e o tipo de pão. Eles então iam ao café do lado do hotel, traziam tudo e serviam numa salinha no mezanino! Estava incluído no preço também.
Off topic: mas bom mesmo, pra mim, é café da manhã no salão principal do navio, em um cruzeiro qualquer! 😋

Só me hospedo em hotéis com café da manhã ! Em raríssimas exceções não fiquei com café.
Todos sempre foram ótimos , pesquiso miuto antes de fechar. Da para encontrar bons Hoteis com bom café da manhã , até em NYC é possível com boa localização !
Muito mais pratico e confortável

Em cidades pequenas ou qdo vou a trabalho eu prefiro café no hotel.

Cidades grandes e as que já conheço e estou retornando, prefiro buscar lugares diferentes para o café da manhã… mas vez ou outra, eu tomo o café do hotel pelo menos um dia, para experimentar!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.