Enquete: pequenos mimos de hotéis 1

Enquete: pequenos mimos de hotéis

Pousada Zé Maria, Fernando de Noronha

| Boas-vindas na porta do bangalô na Pousada Zé Maria, Noronha | Foto: Ricardo Freire |

Um chuveiro com água quente e uma cama confortável são o mínimo que se espera de um bom quarto de hotel. Mas, e além disso? Alguns hotéis e pousadas capricham nos agrados de boas-vindas, e eu, como hóspede, adoro me sentir assim… mimada. :mrgreen:

Gosto muito de encontrar bilhetes onde sou chamada pelo nome, com o gerente do hotel me desejando uma boa estadia. Ou algum docinho típico do lugar, como os stroopwafels oferecidos pelo Hotel Vondel em Amsterdã.  Uma garrafa de água de cortesia é algo simples e simpático que já encontrei em alguns hotéis, e sempre muito útil. Por outro lado, pétalas de flores espalhadas pela cama só me fazem sentir dó das plantinhas, além de uma grande frustração por precisar recolher tudo para poder me deitar.

Hotel Kowloon Shangri LaKowloon Shangri La

[Turn-down service no hotel Kowloon Shangri La, Hong Kong]

No hotel Kowloon Shangri-la recebi as melhores boas-vindas até hoje – um funcionário bateu à porta do quarto, logo depois do check-in, trazendo frutas frescas e chá de jasmim em um conjunto de porcelana lindíssimo. (Fiquei tão tocada que nem me lembrei de tirar fotos.) No mesmo hotel, todas as noites era feito o serviço de “turn down”, quando a sua cama é preparada para a hora de dormir. Não ligo para essas coisas, mas achava bonitinho que colocavam sempre um marcador de livro sobre o edredom, e nele se contava alguma história.

Marlins, Pipa

[Docinhos de boas-vindas no hotel Marlins, Pipa | Foto: Ricardo Freire]

E você? Já recebeu algum mimo especial em um hotel? Que agradinhos se tornaram parte de suas memórias de viagem?

Aos comentários!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


57 comentários

Esse lance de “mimo” é meio relativo. Eu, que não gosto de frutas e doces, ia achar um desperdício se me oferecessem. Prefiro coisas mais práticas. Em 2013 fui NY e fiquei no Library Hotel (ótima localização e serviço impecável). Meu vôo chegava muito cedo (cheguei no hotel por volta das 7h da manhã) e é notório que hotéis em NY tem problemas com early check-in. Sabendo disso, nem me dei ao trabalho de pedir pra entrar. Só ia me registrar e deixar as malas. Pois, além de nos darem um quarto, ainda pudemos tomar café da manhã (!!!). Pudemos comer e descansar antes de partir para passear. Incrível!!!!

Além disso, creio que oferecer água, café e wi-fi (ainda acho um absurdo como tantos hotéis não oferecem wi-fi gratuito) seriam “mimos” que deixariam todos bem satisfeitos.

No hotel Praiamar em Natal, fui surpreendida com um quarto decorado para o meu bebê, cesta com amenities infantis, lençol e cobertor de berço, papel de parede e até ursinho de pelúcia, fiquei encantadissima, pra completar um prato de frutas com em firma de bichinhos, muito fofo!

No Tierra de Leyendas, em Ushuaia, mesmo chegando *bem* antes do check in, fomos convidados a tomar o desayuno com eles.
Ao chegarmos a noite, já com o check in feito, fomos recebidos por um pote de balas sortidas e um bilhete escrito a mão, com nossos nomes, agradecendo a preferência e desejando uma boa estada.
E cada dia, ao chegarmos, éramos recebidos com um doce local (chocolates ou alfajores) e um cartão contendo um pouco da história do lugar.
Sem falar no tratamento dos donos, extremamente amigável.
Aliás, para complementar, achei todo o povo de Ushuaia extremamente educado e cordial.
Deixaram ótimas impressões, e uma grande vontade de voltar.

Corrigindo o link do comentário anterior, pois mudei a estrutura do blog:

Viajo muito no meu aniversário por ser nas férias de Julho (e eu sou professora) e sempre aviso aos hotéis que é meu aniversário. Muitos ignoram a informação. Mas outros são muito gentis e deixam mimos no quarto pra mim. Na minha ida a Londres quando cheguei ao quarto depois do dia passeando tinha um pratinho com frutas e biscoitinhos e um bilhete. Era simples, mas muito fofo! É tão fácil fazer o hospede se sentir especial 🙂 Aqui a foto do pratinho e do bilhete:

http://www.embarqueportao5.com.br/2011/07/22/londres-pre-olimpica

No Mussulo Resort By Mantra, em Conde/Paraíba, tem sempre um mimo.
No dia dos Namorados o jantar foi especial, com luz de velas e caixa de bombons nos quartos.

Num hotel em Aberdeen, Escócia, além do chá, havia aqueles biscoitos típicos escoceses, o Walkers – sou alucinadas por eles há 10 anos por isso.

Voltamos à Pousada do Caju em São Miguel dos Milagres após 4 anos da nossa lua de mel. Reservamos outro quarto, mas, para nossa surpresa, eles nos deram o mesmo quarto da lua de mel, deixaram um bilhete lindo e tiveram o cuidado de deixar as mesmas pessoas para nos atender (porque nós adoramos a equipe toda da pousada). Foi apenas um bilhete, mas teve um significado muito grande para nós e está guardado até hoje. Eles são imbatíveis no quesito atenção, cuidado e cordialidade.

No Hotel Unique, em São Paulo, sabendo que era aniversário do meu marido, deixaram um mini bolo muito fofo com cartão de aniversário e uma mini garrafa de champagne.

No Studio 21, em Canela, a geladeira estava abastecida (de presente) com panetone, nata, água, vinho e uma champagne francesa. Amamos!

No Boardwalk Small Hotel em Aruba tinha uma limonada gelada e docinhos nos esperando com bilhete super fofo.

Para mim não precisa de muito mais. Mimos são cuidados, significa que eles pensaram em algo a mais para agradar.

Já fiquei em alguns hotéis que oferecem um algo a mais, mas mimo personalizado recebi apenas no hotel armação em Porto de galinhas, estava comemorando aniversario de casamento e recebemos um cartão escrito a mão pela gerência, acompanhado de brigadeiros e lençóis bordados, fiquei encantada pelo cartão!
Outro agrado que marcou foi na lua de mel em paris. fiquei hospedada no hotel bassano e quando respondi qual era o motivo da viagem, o recepcionista ofereceu um upgrade gratuito de quarto, e acabei ganhando 2 varandas com aquelas jardineiras típicas de paris! Por esse e muitos outros motivos, este foi um dos melhores hotéis em que já fiquei!

Ah, já guardei esse link nos meus favoritos! Busca certa antes da próxima viagem! Tenho duas dicas: 1) Pousada Cabana, em Jeri/CE eles tinham sabonetes feito pela proprietária, colocavam uma flor no vaso sanitário todos os dias após a limpeza, e enquanto íamos jantar, na volta a cama estava preparada com docinhos feitos pela própria pousada. No Hampton Inn Blue Lagoon em Miami, os mimos eram ótimos. De segunda a sexta, uma sacolinha com água, fruta, barra de cereais e muffim prá viagem. No saguão, a disposição chá, café e chocolate quente que eram uma delícia! Sem contar os cookies que eles faziam final de tarde e ficavam na recepção! E que eu só descobri pq dei check in no hotel pelo foursquare! Santos cookies! E de terça, quarta e quinta no happy hour – comidinhas, saladas, vinho e docinhos! AMEI!

É muito bom ser bem recebida. Qualquer “mimo” me faz feliz.
No B&B Parker Cottage em Cape Town havia uma pequena lousa na recepção com “Welcome home Quenia + Reginaldo”.
Em Santiago do Chile, o Vila Franca sempre nos mima, da última vez foi com um prosecco. E quando o voo sai muito cedo, é servido o café da manhã de madrugada.
Amo estas gentilezas.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.