Foliões e foliãs: qual é a boa do Carnaval?

Bloco no Rio de Janeiro

Esse ano o Carnaval acontece coladinho com o Ano Novo. Aqui no Rio de Janeiro, isso significa que desde o Réveillon o calendário da cidade está fervendo de eventos pré-Carnavalescos. Nas quadras, as escolas de samba vão esquentando os tamborins. Os blocos, além dos ensaios em praças e parques, já começam a tomar as ruas com os primeiros desfiles.

Nesta semana, o destaque absoluto da programação pré-Carnavalesca no Rio é o Timoneiros da Viola, bloco que desfila por Madureira e Oswaldo Cruz no domingo. A concentração está marcada para meio-dia pertinho da estação Oswaldo Cruz da SuperVia (é só pegar o metrô até a Central do Brasil, e de lá o trem da linha Deodoro até Oswaldo Cruz). Serão homenageados este ano Nelson Sargento, Elton Medeiros e Paulinho da Viola, que já confirmou presença e tudo. Os Timoneiros foram eleitos o melhor bloco do Carnaval carioca em 2012, e o repertório mais uma vez traz obras de grandes compositores como Noel Rosa, Cartola, Nelson Cavaquinho e, claro, Paulinho da Viola. Programão.

Na Zona Sul, no mesmo dia 3, saem os Gigantes da Lira — com palhaços e equilibristas em perna-de-pau, super lúdico e família, apesar de sempre muito cheio. O desfile acontece a partir das 10h, na Rua General Glicério, em Laranjeiras.

Nas praias, o bloco Chora, Me Liga leva música sertaneja (é isso mesmo) ao calçadão do Posto 6, em Copacabana, a partir das 11h. Às 16h tem Empolga às 9 nas areias de Ipanema, em frente à Rua Joana Angélica. Público esperado: 10 mil pessoas em cada.

Para quem gosta de Carnaval mas também adora sossego, a melhor aposta do fim de semana é o Rio Pandeiro, um bloco parado que toca vários ritmos brasileiros na simpática Praça São Salvador (em Laranjeiras, mais para os lados do Flamengo). A apresentação acontece no sábado, dia 2.

A partir do dia 8, é bloco que não acaba mais. Sargento Pimenta, Orquestra Voadora, Sassaricando, Céu na Terra, Bangalafumenga… há uma infinidade, para todos os gostos e públicos. Tenho a impressão de que o Carnaval de 2013 no Rio de Janeiro vai bombar como nunca antes, portanto recomendo a quem vem de fora que se informe bem direitinho antes de escolher em quais blocos cair na folia. O site do Jornal O Globo tem uma busca super bacana por bairros e turnos (manhã, tarde, noite), mas só esta tabela divulgada pelo jornal O Dia tem um dos detalhes mais importantes: estimativa de público.

Por que isso é importante? Porque a sua tia pode ter falado várias vezes sobre o Carnaval inesquecível que passou pulando no Cordão do Bola Preta na década de 80, mas certamente naqueles tempos o público era bem, bem menor do que os 2 milhões de pessoas esperados para o desfile deste ano. (Para quem quiser encarar, o Vagner tem uma dica para fugir do tumulto.)

Eu, particularmente, prefiro os blocos pequenos e médios, fora do circuito Leblon-Ipanema-Copacabana. O Maracangalha, pequenininho, pelas ruas do Humaitá, é meu bloco do coração e está sempre sossegado. Entre os mais cheios, gosto do Carioca da Gema, na Lapa, pela ótima música, e do Cordão do Boitatá, no Centro, onde o pessoal costuma caprichar nas fantasias. Na quarta-feira de cinzas, o Me Beija Que Eu Sou Cineasta me parece sempre a melhor maneira de fechar a folia, com uma baguncinha na Praça Santos Dummont, na Gávea.

Pensa que acabou? No fim de semana seguinte ao Carnaval ainda tem os superpops Quizomba e Monobloco. Haja disposição!

Você mora no Rio, Salvador, Recife, Olinda, Porto Seguro, Fortaleza, Maceió, João Pessoa, Florianópolis? Qual a boa do Carnaval e do pré-Carnaval na sua cidade? Que trios, blocos, bandas você recomenda?

Aos comentários!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter – @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter – @riqfreire

Visite o VnV no Facebook – Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email – VnV por email


29 comentários

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.