Enquete: um hotel inesquecível

Ponta dos Ganchos

| Ponta dos Ganchos |

Meus pais me levaram muitas vezes a um mesmo hotel, quando eu era criança. Ficava em Itatiaia, dentro do Parque Nacional. Escolhiam sempre o mesmo chalé, e tínhamos sempre o mesmo casal austríaco como vizinhos. Quando chovia, a cachorra vira-lata do hotel ia dormir debaixo da minha cama. Eu até dei um nome pra ela: Bolinha. Lembro do cheiro da lenha da sauna, do garçom que equilibrava mil pratos num braço só, das árvores cheias de jabuticaba e do encosto das cadeiras, vazados com o formato de um coraçãozinho. Que saudade.

Já estive em muitos outros hotéis, desde então, e um punhado deles era realmente ótimo. Mas ainda não encontrei um para chamar de meu, como aquele de Itatiaia (que, pelas minhas pesquisas, anda mal administrado e parou no tempo; uma pena). Afinal, melhor ainda do que conhecer um hotel novo a cada viagem, é poder voltar para aquele que você já sabe que é a sua cara. Com a sua rede na varanda, o seu ovo mexido no café da manhã, a sua caipirinha à beira da piscina… Quando é o próximo feriado, mesmo?

A verdade é que, mesmo naquele tipo de viagem em que se passa pouco tempo no hotel, um chuveiro gostoso, um recepcionista amável e uma localização nota 10 fazem bastante diferença na experiência como um todo. Um bom hotel, no fim das contas, acaba emprestando à cidade visitada alguns pontinhos na avaliação final das férias.

Queremos saber: qual o seu hotel inesquecível? Existe um para onde você volte sempre, ou gostaria de voltar? Valem também pousadas, albergues e resorts.

Aos comentários!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


90 comentários

Pousado do Caju em São Miguel dos Milagres…tudo perfeito: lugar, comida, quarto e o atendimento sem comentários, nunca fui tão bem tratada. Voltarei com certeza!

Tenho 3 para dividir aqui com vcs. Amei todos e com certeza voltaria e indicaria aos meus melhores amigos:

Novotel Cuzco (o local era um convento, então tem uma atmosfera super diferente) Cuzco / Peru

Pousada Jeriba (de frente para a praia, muito verde e muito charme) Jericoacoara / Ceará

Posada Plaza Mayor (o quarto é uma graça, tem ate fonte na área externa) Colônia del Sacramento / Uruguai

Bjssss

Pousada do Caju, em São Miguel dos Milagres. Fiquei lá em duas oportunidades e pretendo voltar muitas outras vezes.

A riad Palais Sebban, em Marrakesh: parecia que eu estava dentro de um livro de decoração. O sujeito que criou aquele ambiente tem PhD em bom gosto. Ainda por cima fica pertíssimo da praça Djema el-Fna.

Também passei uma temporada muitíssimo agradável no Pouso Alforria, em Tiradentes, há muitos anos (o Antônio, um dos donos, ainda era vivo, e foi um cicerone e tanto, sem ser invasivo: contou histórias sobre a cidade, indicou lojinhas “desconhecidas” e, quando fui embora, me deu de presente as receitas dos quitutes de que eu mais tinha gostado).

Meus hotéis inesquecíveis:
Para ocasiões especiais a dois:
Villa Mango – Icaraizinho de Amontada – Ceará

Pelo excelente atendimento, conforto… e o upgrade que ganhamos 😀
Luitpoldpark hotel – Füssen – Alemanha

Pelo alto custo/benefício, charme e porque nos fez sentir um pouco moradores da cidade:
Hotel Tell – Interlaken – Suiça

Acho que não é só o hotel que conta. Valem o lugar, as pessoas, as lembranças … Assim que li o título do post vieram as sensações boas proporcionadas pela Pousada Colina dos Ventos, em Noronha.

Meu hotel inesquecível é sempre aquele onde eu não me sinto em casa. Tudo que eu quero quando viajo é ficar bem longe da minha casa.

Hotel inesquecível pra mim foi o The View Hotel que fica dentro do Monument Valley, na divisa dos estados americanos Utah e Arizona. A vista pro vale é algo inesquecível. Fui apenas uma vez, mas gostaria de voltar várias…

Meu hotel inesquecível é o Hotel Fazenda Floresta Negra (http://www.hotelflorestanegra.com.br), em Monte Verde/MG.
Trabalhei na equipe de lazer e criei um vinculo muito grande com o próprio hotel (funcionários com muito prazer em servir) e com os hospedes – que adotaram esse mesmo hotel como o seu inesquecível, pois sempre que podiam estavam lá passando um final de semana para descansar. É um verdadeiro refugio para quem mora em São Paulo, com o ar de fazenda, chalés e toda tranquilidade que a gente merece.
Hoje quando eu posso, também vou visita-lo como hóspede/ex-funcionaria/amiga. Recomendo!

    Gostaria de voltar em um chalé que ficamos em Monte Verde também.
    Chama-se Hotel Pousada Varanda Por do Sol, estivemos lá em 2000, foi uma estadia muito agradável, com café da manhã maravilhoso e vista para vários pinheiros e esquilos. Ainda tenho o cartão de lá mas eles não possuem site na internet.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.