Enquete: um hotel inesquecível

Ponta dos Ganchos

| Ponta dos Ganchos |

Meus pais me levaram muitas vezes a um mesmo hotel, quando eu era criança. Ficava em Itatiaia, dentro do Parque Nacional. Escolhiam sempre o mesmo chalé, e tínhamos sempre o mesmo casal austríaco como vizinhos. Quando chovia, a cachorra vira-lata do hotel ia dormir debaixo da minha cama. Eu até dei um nome pra ela: Bolinha. Lembro do cheiro da lenha da sauna, do garçom que equilibrava mil pratos num braço só, das árvores cheias de jabuticaba e do encosto das cadeiras, vazados com o formato de um coraçãozinho. Que saudade.

Já estive em muitos outros hotéis, desde então, e um punhado deles era realmente ótimo. Mas ainda não encontrei um para chamar de meu, como aquele de Itatiaia (que, pelas minhas pesquisas, anda mal administrado e parou no tempo; uma pena). Afinal, melhor ainda do que conhecer um hotel novo a cada viagem, é poder voltar para aquele que você já sabe que é a sua cara. Com a sua rede na varanda, o seu ovo mexido no café da manhã, a sua caipirinha à beira da piscina… Quando é o próximo feriado, mesmo?

A verdade é que, mesmo naquele tipo de viagem em que se passa pouco tempo no hotel, um chuveiro gostoso, um recepcionista amável e uma localização nota 10 fazem bastante diferença na experiência como um todo. Um bom hotel, no fim das contas, acaba emprestando à cidade visitada alguns pontinhos na avaliação final das férias.

Queremos saber: qual o seu hotel inesquecível? Existe um para onde você volte sempre, ou gostaria de voltar? Valem também pousadas, albergues e resorts.

Aos comentários!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


90 comentários

Parador de la Cruz de Tejeda e Costa Meloneras, ambos em Gran Canaria. Nem sei bem, ou sei mas não posso contar 😉 mas quando li tua pergunta, eles imediatamente vieram à minha cabeça!

Inesquecíveis: a) Leopard Hills Private Game Reserve, na Africa do Sul. b) Jumeirah Madinat Dar al Masyaf, em Dubai. c) Park Hyatt Palacio Duhau, Buenos Aires.

Os meus hotéis inesquecíveis são:

– Camburi – SP: Pousada Recanto Primavera (vou a essa pousada pelo menos 01 vez no ano). É muito bem localizada, próxima a praia (50m) e aos bares de camburi. O valor tb é muito atraente. A pousada não oferece café-da-manhã, mas tem uma cozinha equipada. E eu adoro poder preparar meu café e tomá-lo na varanda do quarto, que é cercada de verde!

– Praia do Forte – Bahia: Iberostar Praia do Forte. O hotel é excelente. A qualidade da comida muito boa. Diversos restaurantes à la carte para reserva (sem custo extra). Entretenimento noturno muito bom. Paisagem maravilhosa. Tenho boas lembranças desse hotel.

– Bayahibe – Rep. Dominicana: Viva Whyndham Dominicus Palace. Esse acho que é o hotel com melhor custo-benefício que já me hospedei. All inclusive por R$ 200,00 localizado em pleno caribe. A comida e a bebida não são de alto nível, mas é ainda assim são boas! O melhor desse hotel é q vc o percorre por um calçadão à beira-mar. Uma delícia. Tem alguns restaurantes à la carte, tb com reserva prévia, sem custo extra (exceto o Atlantis). E todas as noites, após o teatro, havia festa ao redor da piscina. Amei! Fui para esse hotel no ano passado, e já estou programando o meu retorno para esse ano.

Putz, como fui me esquecer! Quando viajávamos pra Califórnia a trabalho, sempre nos hospedávamos num Residence Inn em Mountain View. Como eram duas semanas de viagem, a gente se sentia em casa. O apego com o hotel foi tanto que quando íamos pra lá chamávamos de “Nossa Casinha Califórnia” 😉

Acho que meu hotel inesquecível foi o Villa des Princess, em Paris! – http://www.villa-des-princes.com/es/index.php

Ele nem foi o mais bonito, o melhor, o mais confortável, o mais chique que já fui. Mas foi o primeiro hotel que eu e meu marido nos hospedamos numa viagem internacional (nossa Lua de Mel!). E acho que por isso tem um sentimento gostoso ao lembrar dele…

Ah, lembro que o café da manhã era muito bom! Ainda quero voltar lá! 😀

p.s – Sobre hotéis da infância, lembro que fui numa colonia de férias com meus pais na Praia Grande. Foi a primeira vez que tomei café da manhã de hotel! E achei tããão chique aquelas mini geléias em sachet… hehe.

Pra mim Pousada do Caju em São Miguel dos Milagres, bom preço, comida, lugar, quartos, atendimento. Toda noite ser recepcionado pelo Alirio (um dos donos da pousada) para tomar um vinho de caju antes do jantar é sensacional!

No quesito luxo e otimo atendimento Brasil,lugar para não querer sair:
Ponta dos Ganchos;

No quesito luxo-França: Le Meurice

No quesito me sinto em casa : Quinta dy Engenho-São Roque-SP

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.