Parada Gay, Amsterdã

A volta ao mundo em 60 festas e festivais, nas dicas dos leitores

Parada Gay, Amsterdã

Carnaval, São João, Parintins: brasileiro gosta de uma festa, e por isso não nos surpreendeu receber tantas dicas de leitores nesta enquete sobre festivais e feiras ao redor do mundo. De Alter do Chão a Tiradentes, da Alemanha à Suazilândia, são dezenas de eventos para colocar na agenda. Festejos folclóricos e regionais, mercados de Natal, encontros de cinema e fotografia, e… raves! A essas sugestões, somamos também outras dicas já publicadas no Viaje na Viagem. Aproveite e divirta-se!

Alemanha

MUNIQUE

Dica da Joana: “A Frühlingsfest é como se fosse uma mini Oktoberfest da primavera, mas infinitamente mais tranqüila. A Oktoberfest de verdade é legal também, mas é muito perrengue ir sem mesa reservada. A Starkbierfest é antes da Páscoa e depois do Carnaval. A cerveja é especial de inverno e tudo acontece ‘indoor’. A Rosenheim Herbstfest quase não tem turista; dá pra ver como a Oktoberfest era há uns 20 anos. Fica a 40 minutos de trem regional de Munique e dá pra usar o Bayern Ticket.”

Dica do Leandro: “A melhor surpresa que tive foi a festa de reunificação da Alemanha, em 3 de outubro. No centro havia dezenas de barraquinhas representando as diversas regiões do país, com muita comida típica, música, vinho e, claro, cerveja! Saí experimentando de tudo, foi muito bom. No final, queima de fogos e execução do hino. Bem mais familiar e, na minha opinião, bem mais divertido que a Oktoberfest!”

Dica do Vladimir: “A festa de aniversário de Munique é super tranqüila e ótima!”

BERLIM

Dica do Henrique: “Já fui duas vezes ao Berlin Festival, voltado à música pop/rock/alternativa e realizado no aeroporto desativado da cidade. Os shows são nos hangares e tem várias barraquinhas de comida boa.”

STUTTGART

Dica da Isabella: “Pra quem não puder ir à Oktoberfest em Munique, tem uma boa opção em Stuttgart, a Volksfest. Eu deixei para planejar a viagem muito em cima da hora e Munique já estava lotada. Procurando alternativas, achei essa festa que é no mesmo período e no mesmo estilo. Só que bem mais tranqüila, com menos turistas. Dá pra aproveitar e conhecer os museus da Mercedes e da Porsche durante o dia e aproveitar o festival à noite.”

Brasil

BAHIA

Dica do Leandro: “Pra mim, o evento mais divertido da Bahia não é Carnaval ou lavagens. É o São João! Venham em junho, curtam uma praia e reservem espaço pra dar um pulo em alguma cidade do interior.

Dica da Eunice: calendário de festas em Salvador e arredores.

CEARÁ

Dica da Lili: “Aqui no Ceará tem o Festival Jazz & Blues no carnaval, na Serra de Guaramiranga. O Ceará Music, geralmente no feriado de 12 de outubro, também já faz parte do calendário em Fortaleza.”

GOIÁS

Dica da Quenia: “Gosto muito de festas religiosas. A Semana Santa em Pirenópolis foi uma das festas mais bonitas de que já participei.”

MINAS GERAIS

Dica da Meilin: “Agosto é o mês do Festival Gastronômico de Tiradentes. Vale cada quilômetro e cada mordida. A cidade parece um cenário de filme de época. Os chefs são estrelados, mas tem eventos populares nas praças também.”

Dica da Lillian: “Outro evento interessante é o Festival de Fotografia de Tiradentes, evento que reúne muitas exposições de fotos e palestras de fotógrafos famosos. Já fui duas vezes e adorei. Fotografia e Tiradentes formam uma combinação perfeita.”

Dica da Joana: “Todo ano vou pro Festival de Cinema de Tiradentes, que acontece em praça pública, em janeiro. Já participei da Semana Santa em muitas cidades, mas as cidades históricas de Minas são imbatíveis. A melhor é a festa de São João del Rei, onde o Festival de Inverno também vale a pena. Em Congonhas tem o Festival da Quitanda, com muita música de viola.”

RIO DE JANEIRO

Dica da Meilin: “No feriado de Corpus Christi rola o festival Jazz & Blues em Rio das Ostras. Só músicos bacanas, misturando gringos e nativos. Em julho tem o Festival Vale do Café, com uma pegada mais clássica e instrumental, com apresentações bacanérrimas nas fazendas de VassourasValença e arredores. Paraty é hors concours, tem festivais de gastronomia, música, cinema, literatura…”

RIO GRANDE DO SUL

Dica do Dionísio: “Semana Farroupilha, em Porto Alegre. Um mega acampamento com tudo que é da tradição gaúcha, muita comida, música, trova, conversa gaudéria etc.”

Dica do Othello: “A Feira Nacional do Doce, Fenadoce, é um bom motivo para conhecer Pelotas, a terra das charqueadas.”

SANTA CATARINA

Dica do Marcio Antonio: “Morando em Curitiba e casado com uma blumenauense, é impossível perder a Oktoberfest. Mas recentemente também faço questão de não perder o Festival Nacional da Cerveja, que sempre ocorre em março, também em Blumenau.”

SÃO PAULO

Dica do Eduardo: “Recomendo o Festival do Japão que acontece anualmente em São Paulo, no mês de julho. Os últimos foram no Expocenter Imigrantes, com fácil acesso de metrô e ônibus que chegam ao Terminal Jabaquara. O festival apresenta a arte, música, comércio e culinária de todas as províncias japonesas.”

Dica da Quenia: “O Festival de Marchinhas de São Luiz do Paraitinga é muito divertido e acontece antes do carnaval.”

SERGIPE

PARÁ

Dica do Luiz Carlos: “A Festa do Sairé em Alter do Chão. Combina o religioso, com ladainhas em latim, o profano, com a disputa entre as agremiações do Tucuxi e o Boto Rosa, em um espetáculo impressionante de beleza e alegria espontânea do povo. Como a festa é em setembro, época da vazante dos rios amazônicos, dá para aproveitar a inusitada praia da Ilha do Amor e as águas azul-calcinha do Rio Tapajós.”

PARANÁ

Dica da Joana: “O Festival de Teatro em Curitiba, em abril, é outro evento que não perco quando posso.”

Bélgica

BOOM

Dica do Ian: “O Tomorrowland, na Bélgica, é conhecido como um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo e é realizado na cidade de Boom, entre Bruxelas e Antuérpia.”

Canadá

MONTREAL

Dica da Jô: “Já fui ao FrancoFolies de Montréal e é bem interessante. Shows ao ar livre e somente com bandas francófonas numa espécie de ‘ressaca’ do Festival de Jazz tradicional do verão canadense.”

Dica da Lillian: “Eu já fui no Just For Laughs em Montreal e achei super legal. Normalmente ele acontece em julho.”

OTTAWA

Dica da Mirella: “O Festival das Tulipas em Ottawa é uma graça, mas é no Canada Day que a cidade se anima de verdade.”

Chile

SANTIAGO

Dica da Carla: “As Fiestas Patrias, que acontecem em setembro no aniversário de Santiago do Chile, duram uma semana inteira e tudo vira festa, com bebidas e comidas típicas, apresentações da cultura deles e todo mundo ‘borracho’ com o famoso drink ‘el terremoto’. Mesmo com grande parte do comércio da cidade fechado, pois todos querem se jogar nas festas — ou ‘fondas’, como eles chamam — eu amei e recomendo!”

Croácia

DUBROVNIK

Dica da Lili: “Festival de Verão de Dubrovnik! Muito legal. Assisti árias de óperas dentro das muralhas, ao ar livre, lindo.”

Espanha

BARCELONA

Dica do Jimmy: “Em setembro estava acontecendo o festival La Mercè, com apresentações culturais, principalmente em relação à música… a cidade estava fervendo de tanta agitação. Foi muito bacana. No encerramento da festa pudemos contemplar um show pirotécnico/musical na maravilhosa Fonte Mágica de Montjuïc.”

SEVILHA

Dica da Eva: “A Feria em Sevilha é imperdível!”

ZARAGOZA

Dica do Tony Gálvez: a Semana Santa em Zaragoza é peculiar e não foi descoberta ainda por não-espanhóis; é um dos melhores lugar para passar a Páscoa na Espanha.

Estados Unidos

CHICAGO

Dica da Guta: “O Lollapalooza de Chicago é disputadíssimo e todo ano traz as maiores bandas do mundo, em geral durante 3 dias de festa.”

MIAMI

Dica da Juliana: “Todo mês de março, na época do spring break, acontece na cidade de Miami o festival de música eletrônica Ultra. Na mesma semana acontece o WMC (Winter Music Conference) DJs, VJs e pessoas da área se encontram para palestras e muitas festas.”

NEW ORLEANS

Dica da Guta: “Fui num festival de música bem legal na cidade, durante o Halloween, chamado Voodoo Experience. É um dos maiores e mais legais dos EUA.”

NOVA YORK

Dica da Marcie: “No site SocialEyesNYC você pode sempre saber quais as feirinhas que rolam na Big Apple.”

Dica da Mirella: “Em Nova York já fui na festa de San Gennaro e no desfile de Halloween. Adorei.”

Dica da Guta: “A Medieval Fest acontece entre setembro e outubro no parque Fort Tryon, onde fica o lindo museu Cloister. É super bem organizado e tem comidas típicas, luta de cavaleiros, bandas, teatro, mercado com produtos tipicos e entrada gratuita no museu.”

Dica da Maria das Graças: “Estive no Ninth Avenue International Food Festival em Nova York, que acontece em maio. A 9ª avenida toda em festa com muitas barracas de comida e muita música. Foi ótimo.”

França

PARIS

Dica do Luciano: “Em Paris demos de cara, sem querer, com o Vendanges de Montmartre — fantástico. Muitas banquinhas excelentes de comida e vinho.

Dica da Celina: “Em Paris, as feiras de Natal do Arc de la Défense ou de Champs Elysées valem uma visita, pois além das comidas típicas tem barracas de diversas regiões da França, com queijos e vinhos, torrones e um sem número de coisas para vender.”

SAINT-RÉMY DE PROVENCE

Dica da Maria das Graças: “Em um mês de setembro estávamos na Provence, e durante os 9 dias que ficamos em Saint-Rémy de Provence acontecia a Fêtes Votives. Festa anual animada com atrações durante todo o dia e que nos deu a oportunidade de conviver com a população local nas praças e nas arenas, ouvindo música e bebendo o famoso pastis.”

Holanda

AMSTERDÃ

Dica do Riq: a Parada Gay do Orgulho Gay de Amsterdã é a mais divertida do planeta: o cortejo é de barco, pelos canais. O povo — uma maioria de simpatizantes, como nas paradas brasileiras — acompanha nas muretas, nas pontes e nas janelas. Em 2015, acontecerá em 2 de agosto. A cidade fica quase tão animada quanto no Dia do Rei (que é o “carnaval” de Amsterdã, comemorado no aniversário do rei, dia 27 de abril).

Itália

AOSTA

Dica do Othello: “A Fiera di Saint’Orso, em janeiro, é uma feira milenar de artesanato e comidas típicas, com especial atenção para a polenta, vinhos da região e salames.”

AREZZO

Dica da Claudia: “Tem uma feira de antigüidades em Arezzo, na Toscana, que ocupa a cidade inteira. Acontece no primeiro sábado e domingo do mês. Para os fãs de feira ou de antigüidade, é um prato cheio!”

VENEZA

Dica da Joana: “Já pulei carnaval em Veneza. Muita fantasia e festa. Não como as nossas, mas bem legal.”

Portugal

LISBOA

Dica da Ana: “Na noite de Santo Antônio (12 para 13 de junho) acontece um desfile na Av. Marquês de Pombal remotamente parecido com o nosso carnaval. Vários ‘blocos’ representando os bairros de Lisboa desfilam com fantasias e no dia seguinte escolhem um vencedor. O povo vai assistir na rua, de graça, mas também passa na TV e dura a noite inteira. E durante todo o mês de junho há programação cultural em outros pontos da cidade como shows e festas no Castelo de São Jorge.”

Dica do Philipp:Santo Antônio, padroeiro de Lisboa, é muito bacana tanto no Elevador da Bica quanto em Alfama. Recomendo também o carnaval dos caretos em vários vilarejos em Portugal. Fomos ver em alguns vilarejos e foi bastante divertido.”

Suazilândia

MBABANE

Dica da Renata: “O festival que vai ficar para sempre no meu coração é o Bushfire, no micro reino da Suazilândia. É incrível, sempre cheio de bandas e artistas legais (a maioria super conhecida na África) e o lugar é simplesmente mágico!”

Tailândia

KOH PHANGAN

Dica do Ian: “A Full Moon Party acontece a cada dia de lua cheia. Festa muito louca e a maior acontece no Ano Novo.”

21 comentários

Fui em Hobart, na Austrália, ao festival MoFo, promovido pelo museu MONA. Além de shows nos gramados do museu, há uma série de peças, concertos e festas que varam a madrugada no centro da cidade.
Em Perth, vi a festa do Australia Day (26 de janeiro) com uma grande queima de fogos à beira do rio Swam, e o Fringe Festival que aconteceu na mesma semana, um festival de teatro e comédia (que segue o modelo do Fringe Festival de Edimburgo) com centenas de apresentações por dia nos teatros, nas ruas e até em pubs. Não sabia desse festival até chegar na cidade, foi uma excelente surpresa!

Estou indo ao Graspop 2018 em Dessel na Bélgica …. gostaria de saber se é possível ficar em Antuérpia e ir e voltar todo dia ao evento. Alguém já foi ???

A Notte Bianca em Florença é espetacular. Performances e shows gratuitos em todas as praças da cidade, vi de blues até forró brasileiro. Uma verdadeira multidão em todas as ruas do Centro histórico, ambiente de festa, vários museus abertos até a meia noite. Geralmente é no dia 30 de abril:
http://www.nottebiancafirenze.it

Eu colocaria:

Bahia – Brasil
Praia de Pratigi
Festival Universo Paralello: reúne mais de 40 mil pessoas, sendo desses, 40% gringos. O festival conta com seis palcos, cultura alternativa, cinema, teatro, atividades infantis, circo, etc.

Hungria
Ozora Festival

Portugal
Boom Festival: Iniciou-se em 1997 enquanto evento musical, mas evoluiu ao longo das suas edições para uma celebração da cultura alternativa.

Nevada – EUA
Burning Man: festival de contracultura, realizado anualmente desde 1986 em Black Rock Desert, no estado americano de Nevada e que costuma atrair mais de 70 mil pessoas.

Dentre muitos outros festivais que a mídia não mostra!

Jah Bless 😉

Em Maio acontece o Calendimaggio em Assisi, na Itália, é um carnaval medieval, a cidade de cima disputa com a cidade de baixo a melhor representação dos tempos medievais, tem desfile, comida típica, gente fantasiada e festas durante os 3 dias de festival.

Super Bacana!
Legal ter meu relato também lembrado!
Duas coisas:
– Lembro quando era criança e viajei com meus pais pela Alemanha, que parávamos em pequenas cidades, onde haviam festas de Vinho, mas as vezes procuro e não encontro! Alguém sabe se existe algum Site com as cidades e as datas desta farras!
– A segunda é sobre o Festival de Rio das Ostras!!! Estive nele nesse ano e foi Muuuuuito acima da expectativa! 4 palcos pela cidade, shows desde as 11h da manhã, som de 1a linha… todos os shows gratuitos!!!! Enfim,, passei um fim de semana FANTÁSTICO!!!!!!

Para quem estiver pela nessa semana pela Toscana, em especial pelo Val de Chiana.

Estávamos ontem eu e patroa por Lucignano (a propósito, muito obrigado pela dica, Comandante, é tudo aquilo e muito mais) quando vimos num quadro de avisos da comunidade (em meio a comunicados de falecimento) o cartaz anunciando a Sagra della Bistecca de Badia al Pino. A noite fomos lá conferir, fica a 18 km de Monte San Savino, onde estamos hospedados em um “podere”.

Chegamos 19h30 e ainda estava vazio, o pessoal terminando de arrumar as coisas. Compramos cerveja na barraquinha (2,50 o copão de chopp gelado) e ficamos esperando. Por volta das 20h começou a chegar mais gente e rapidamente encheu, mas sem bagunça.

É uma festa da Diocese local com apoio da Associação do Criadores da Raça Chianina (bovino típico da região). Então tem uma cara de quermerse com um pouco de feira agropecuária, música e apresentações de teatro. Tudo muito bem organizado, simples, arrumadinho, pequenininho (não espere badalação nem aquela “bagunça” que tanto gostamos).

O ponto de destaque, como não podia deixar de ser, são as carnes, com as bistecas gigantes e um hamburguer assado enorme e divino, e os vinhos regionais ótimos e baratíssimos (a partir de 3,50 a garrafa de 750 ml).

Mas o melhor mesmo foi a acolhida do pessoal, quando descobriram os brasileiros, tiraram um monte de fotos, nos levaram para ver o preparo da sangria, nos deram sangria de graça. O Sr. Giovanni, um dos “churrasqueiros”, então, sem palavras. Já tem foto minha no face dele e vice-versa hehehe.

Não espera nada de mais, mas mais típico e original, impossível. Éramos os unicos estrangeiros por lá. Vale para quem estiver por perto mesmo.

Postei umas fotos no meu Instagram @carlosgauchoudia, é aberto.

Saluti a tutti!

Merel, eu vou acrescentar 3 sugestões de festas/festivais aqui no ES: a Festa da Penha, no final de semana seguinte à semana santa, a maior festa religiosa do nosso Estado (quando ocorre a Romaria dos Homens); o Festival de Inverno de Domingos Martins, com 15 dias de muita música erudita; e o Festival de Jazz e Blues de Santa Teresa.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.