Fim da hipocrisia: México passa a aceitar visto americano

Pirâmide em Teotihuacán, Cidade do México

Por mais que o México (inclusive uma amiga minha ligada ao consulado) desmentisse, sempre me pareceu óbvia que a exigência de visto para brasileiros (e mais 134 nacionalidades) era uma exigência dos Estados Unidos para coibir a entrada de imigrantes ilegais pela porosa fronteira entre os dois países.

Para o turismo, a medida foi um tiro no pé. Vamos nos lembrar da última vez em que o real esteve supervalorizado — havia dois vôos diretos semanais do Brasil a Cancún, porque não havia a exigência de visto. A obrigação de ir pessoalmente a um consulado para tirar o visto (muitas vezes tendo que fazer uma viagem de avião dentro do Brasil só para conseguir o carimbo) é um dos melhores motivos para se decidir uma viagem a qualquer outro lugar do Caribe que não proporcione esse perrengue.

(Concorda comigo? Pois acontece a mesmíssima coisa com o turista americano que pensa em vir para o Brasil. Quando descobre que precisa mandar seu passaporte para um consulado, ganha mais um motivo para ir às Bahamas, a Porto Rico ou à República Dominicana.)

O presidente Calderón resolveu ser pragmático e, a partir do dia 1° de maio, quem tiver visto americano válido pode entrar no México e permanecer por até seis meses.

Claro que a medida não vai repetir o estouro da boiada da década de 90, porque muitos dos candidatos a férias em Cancún não têm visto americano. Mas a medida certamente vai pôr o México na rota de quem já tem o visto americano. A propósito, a combinação Flórida + Riviera Maia é perfeita (desde que você tenha aí umas duas semanas).

Vasculhei a internet, e em português só achei a notícia na Zero Hora; mas você pode ler direto da fonte nos jornais mexicanos: El Universal e La Jornada.

Atualização/correção:

A Folha de S. Paulo tinha dado a notícia anteontem, dia 13, na editoria Internacional. Talvez por ser uma página fechada para assinantes, estava mal indexada no Google, no rodapé da segunda página, depois de muitas notícias velhas.

Leia mais:

Todas do México no site

96 comentários

Opa, agora sim as notícias lá do sempre excelente Aquela Passagem sobre promoções nos vôos para o México começam a ganhar sentido prático para mim. Eu sou mais um dos que nunca cogitou o México por conta da necessidade de visto (tá, tudo bem, reconheço, também tem o preço das passagens que termina me estimulando a ir para outro lugar pagando a mesma coisa). Mas agora dá pelo menos para ficar acompanhando.

concordo plenamente! fui 3 vezes ao Mexico na época que não precisava de visto e morava nos EUA e nas ferias passadas, Riviera Maya esta no topo da lista, mas foi trocada por Rep Dominicana, justamente por isso.
ótima notícia!

Que ótima notícia. Sempre quis conhecer o México, mas tinha preguiça de tirar o visto…Ponto para os mexicanos.

Eu sou uma das que sempre se recusou a tirar visto mexicano. Eu entendo porque os Estados Unidos exigem visto de brasileiros, mas achava uma afronta ter que pedir porfavorzinho para poder gastar meu suado dinheirinho no México! Agora, com essa excelente notícia, vou caçar aqueles posts sobre o México que eu sempre passava os olhos meio por cima. Já tenho mais alguns destinos pra acrescentar na minha Lista de Desejos.

Woohooooo!!!!
México, aqui vou eu!!!
Obrigado pela notícia em primeira mão, Ricardo!!

Ótima notícia! Sou louca para conhecer o México. Já mudei o roteiro por causa da dificuldade em tirar o visto. É muito esforço pegar um avião para isso.

Riq, só como complemento da informação, o México também não cobra visto para quem tem passaporte europeu, facilitando a vida de quem tem dupla cidadania. Eu utilizei desse expediente quando fui a Cancún em 2008 e não precisei enfrentar a fila do consulado mexicano e nem pagar taxa pelo visto.

Eu concordo com você com relação ao visto brasileiro para americanos. É pura hipocrisia e atrapalha muito o nosso potencial turístico, que nunca deslancha como deveria. É duro ver países pequenos e sem grandes atrativos turísticos receber mais turistas que o Brasil!

    Que notícia boa! Não sabia dessa!

    Amo esses benefícios da dupla-cidadania… 😀

    É um pouco ligeiramente fora do lugar, mas fica o recado: vários países de “primeiro mundo” que não exigem visto da cidadãos da UE possuem registro eletrônica, como o ESTA (EUA), ETA (Austrália) e outros. Eu tenho dupla nacionalidade, mas já tive um conhecido com dupla nacionalidade também que, tentando voar do Brasil para os EUA, chegou em Guarulhos na maior cara de pau, sem ter preenchido o questionário do ESTA (coisa indolor, e que passará a custar US$ 10, resolvida em meros 10 minutos na frente do computador). Resultado: chegou sem o ESTA, e como é necessário antecedência mínima de 6 horas (para os EUA checarem se seu nome está em alguma base de dados anti-terrorista), ele perdeu o vôo.

    Também só como lembrete, não é meu caso mas quem já teve entrada recusada ou visto negado, ou quem já foi deportado dos/para os EUA não pode ir para lá sem pedir visto, mesmo que se utilize de outro passaporte.

A questão do visto Mexicano sempre foi relativo, porque se você embarcar num Cruzeiro nos EUA, com paradas em Cozumel ou Costa Maia, você não necessita de Visto.
Mas se você sair do Brasil e ir para o México é necessário.

Abraço.

    Eita… essa era a exceção da exceção… quem embarcasse de avião dos Estados Unidos para o México precisava de visto mexicano também.

    O trâmite nos cruzeiros é facilitado pelo fato dos passaportes ficarem retidos com o navio. Os passageiros descem com a carteirinha do cruzeiro apenas.

Ai Riq, que ótima notícia!!! Nao vi isso em nenhum jornal até hj também.Mas acho que vai repercutir bastante positivamente.
Eu mesma e minha família estávamos pensando em ir ao Mexico no fim do ano e teríamos que programar uma ida a SP só prá isso. Já estavámos pensando em ir a outro lugar do Caribe, exatamente como vc disse!Fica díficil conciliar agendas e esses zilhoes de documentos prá isso, principalmente prá quem mora longe.
Como já temos o visto americano ( outro perrengue já realizado mil vezes…) vou contar a novidade hj e provavelmente iremos p lá mesmo!
Adorei!
Grata pela info guapo!!!!Adrei ver o encontro do Rio! Queria ter ido e conhecido todos!

Eu desisti de ir ao México na Páscoa justo por causa do @#$#@@$% do visto, e fui pra Rep. Dominicana (fiquei meio me sentindo gringo indo pra Argentina). Que bom que agora facilitaram a vida do turista (e que ruim que o meu visto americano está vencendo, e eu vou ter que ir em alguma Capitar renová-lo, blergh).
Agora, sério: pelo menos o turista norte-americano só tem que ter dinheiro e tempo pra mandar o passaporte dele pelo correio pra conseguir visto brasileiro. Essa história de ter que IR em algum dos consulados (e de não ter nenhum em Minas, desaforo) pra renovar pessoalmente visto já prorrogado antes SUCKS!

    O pior da história da reciprocidade é justamente esse: até como reciprocidade é de meia-tigela, porque não exigimos que o americano vá pessoalmente ao consulado, não exigimos imposto de renda nem exigimos comprovação de que ele tem um vínculo estável com os Estados Unidos para permitir a vinda dele pra cá.

    E mesmo assim, o cara já acha que é perrengue demais (porque é mesmo, já que nenhum outro país da região exige) e não vem.

    É um patriotismo fora de lugar, que impede o Brasil de sair do mesmo patamar de turistas estrangeiros, porque dá as costas para o maior mercado do mundo.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.