Frankfurt e Heidelberg pra Marcie

Frankfurt: o rio Main e o skyline de "Mainhattan"

A Marcie do Abrindo o Bico vai dar um girozinho agora em fevereiro por Alemanha e Polônia. Na Alemanha, os destinos são Frankfurt e Heidelberg — e todas as dicas são willkomen.

Com pouco tempo em Frankfurt, eu me basearia no sempre bem-feitinho roteiro de 36 horas do New York Times.

Com mais dias, seguiria a Luisa do Arquivo de Viagens, que correu os patrimônios históricos da Unesco nos arredores da cidade, como Trier, Bamberg, Würzburg (para ver o palácio Residenz), o mosteiro de Kloster Maulbronn, a cidadezinha de Speyer e a siderúrgica (!) Völklingen Hütte.

Estive uma vez na cidade em 2006, fazendo a matéria pré-Copa da Alemanha, e achei a cidade bem mais simpática (e compacta) do que imaginava. Fiquei num duas-estrelas ao lado da estação, supercorreto, chamado Excelsior (paguei 50 euros com lauto café e frigobar liberado; mas é porque não havia feira na cidade, senão os preços sobem).

A Heidelberg eu só fui no meu mochilão de… 1985, então estou um pouco desatualizado. O NYT também — a última matéria é de 2004. Eu começaria pelo site oficial da cidade mesmo, que é bastante bem-feito.

E então? Quem esteve recentemente em Frankfurt ou Heidelberg e queira contribuir para a viagem da Marcie — à caixa de comentários, bitte!

(Por favor dê dicas aqui só para a parte alemã da viagem. Para dar dicas de Varsóvia e Cracóvia, clique aqui.)

227 comentários

Estou precisando de opiniões sobre um voo que estou querendo pegar.

Seguindo a sugestão do Riq, estou tentando ir para a Provence num voo que sai de Praga e chega em Marseille.

O problema é que a opção com melhor preço tem uma conexão de apenas 55 minutos em Frankfurt. Outra alternativa com conexão de 2 horas está saindo o dobro do preço.

Por isso, queria saber de quem já fez conexão em Frakfurt se esse tempo é razoável, pois já vi que o aeroporto é gigantesco. No meu caso, pelo menos, o voo vindo e Praga e o que vai para Marseille chegam e saem do Terminal 1.

Além disso, eu acredito que não terei que fazer nenhum procedimento de imigração na Alemanha, basta sair do avião e correr para o outro Portão, certo?

    Acredito que sim. Mesmo se o avião estiver no horário, 55 minutos é bem apertado pro transporte de malas… acho bem grande o risco de suas malas chegarem num vôo mais tarde.

    Caso os dois vôos estejam vinculados, você tem a segurança de, em caso de atraso, ser posto num vôo posterior. Descubra quantos vôos mais Frankfurt-Marselha tem nesse dia e calcule a sua probabilidade de precisar ficar em Frankfurt esta noite ou não…

    Riq, eu realmente achava que era apertado mas estava tentando me convencer do contrário 🙂 . Mas pelo seu comentário é evidente que o risco de perder o voo ou as malas é muito grande.

    Vou fazer buscas em outros voos para ver se encontro algo melhor. Também vou olhar voos para Nice que também é um bom destino.

Oscar, adorei as dicas estou indo para frankfurt dia 07/04 e vou fazer o seu roteiro de carro com meu marido,programamos o primeiro pernoite em Rothenburg htl spitzweg e o segundo pernoite pensamos em fazer em heilderberg vc sugere algum hotel este sugerido pelo Francisco é maravilhoso mas um pouco caro.
Obrigada,
Cláudia

    Claudia na verdade nunca me hospedei em Heidelberg boa parte das cidades que conheci na Alemanha foi quando Morava lá em Freiburg as outras vezes ainda como estudante ficava nos albergues da juventude mesmo, que diga se de passagem são excelentes na Alemanha.
    A ultima vez que estive na Alemanha em Out do Ano passado fiquei em hotéis da rede mercure e ramada todos tinham uma boa relação custo beneficio. Reservamos pelo site http://www.hotelclub.com.

Se está valendo Speyer (muito bonita, diga-se de passagem), que fica a 109 km de Frankfurt am Main (lembrando que na Alemanha tem uma outra Frankfurt – an der Oder -, que fica quase na fronteira com a polônia), então está valendo Bingen am Rhein, que fica a 74 km de Frankfurt.

Além de ser bem bonita, Bingen é o local ideal para se iniciar um passeio pelo Reno, indo até Koblenz (é nesse trecho que se encontra a maior parte dos castelos do Reno).

Oi Marcie, Frankfurt é muito legal, mas não é tão alemã assim, é uma grande cidade da Europa … para você vivenciar um pouco melhor a Alemanha vá para Bamberg. É lindíssima, patrimônio da Unesco, com muitas edificações antigas preservadas. Os passeios são quase todos a pé mesmo, você nem vai gastar tanto. Gute Reise und viel Spass!

Na Copa do Mundo de 2006, iniciei minha viagem por Frankfurt, e adorei a cidade. Há muitos bons museus às margens do Main, o Römer é imperdível (a praça central da cidade, que no verão fica cheia de mesas e turistas, tem prédios dos séculos XVI e XVII emoldurados por arranha-céus modernos), e a “Zeil” é a rua de comércio mais alemã da Alemanha, com barraquinhas de salsichões no meio do calçadão e lojas de departamento com restaurantes no terraço. Vale investir ao menos uma tarde para uma caminhada pela cidade.

(E talvez eu tenha ficado meio impressionado demais por ser Frankfurt a primeira cidade da minha primeira viagem internacional.)

Fiquei lá no Astoria Hotel, em frente ao centro de convenções da cidade, a uns 600 metros da estação ferroviária, que é confortável e tem preços bastante honestos quando não está acontecendo nenhuma feira lá no Frankfurt-Messe: http://www.astoria-hotels.com

Obrigada, Riq, pela indicaçao!

Marcie, eu nao sei como estarà a sua di$ponibilidade, nem com quem vc viaja, mas… caso esteja a fim de gastar um pouco mais com uma hospedagem bem romantica, recomendo muitissimo o Schlosshotel Kronenberg ( http://www.schlosshotel-kronenberg.de ), localizado numa cidadezinha logo na “periferia” de Frankfurt. Puro charme!

Marcie, não conheço Heidelberg e em Frankfurt só estive de passagem, mas se você tiver tempo não deixe de ir a Rothenburg ob der Tauber, que é linda. É uma cidade medieval toda murada que parece parada no tempo. Recomendo o Hotel Spitzweg ( http://www.hotel-spitzweg.de ), que pertence a um senhor alemão muito simpático e onde você se sente dormindo em um daqueles castelos medievais. Você ainda pode dar uma passadinha por Wuzburg, que fica no caminho. Ambas as cidades ficam na rota romântica alemã, que é sensacional.

Tambem estive na Frankfurt pre Copa (fevereiro de 2006) e tambem me surpreendi muito positivamente com a cidade. Apesar do frio intenso, minhas lembrancas de la tem sol e ceu azul, atravessando o Main de la pra ca, me embrenhando no Romerberg. Ja Heidelberg, infelizmente, nao conheci.