Geleira, glacial ou glaciar?

A geleira Perito Moreno

Aproveitando que eu só vou ter tempo para postar de verdade mais pro fim da tarde, deixo aqui uma questão técnica. Fiquei pasmo ao saber, pela querida Isabel O., que em português de facto a palavra geleira designa algo que entendi como um lancheirinha térmica — uma geladeirinha.

O problema é que eu estava superorgulhoso de usar o termo “geleira”, porque a meus ouvidos “glaciar” soa 100% castelhano, e “glacial”, completamente artificial (com o perdão da rima). Sei que se eu escrever “glaciar” numa matéria os revisores — que são as pessoas que hoje detêm o poder sobre nossa desacordada língua — vão substituir por “glacial”..

O termo que está no meu HD pessoal, que lembro da infância e da adolescência, é “geleira”, mesmo. Geleiras eternas. A era das geleiras. No máximo, “campos de gelo”. Os campos de gelo da Antártida, por exemplo.

Pra mim, “glaciar” soa como “monastério” — tradução de panfleto turístico. (Experimente ler matérias sobre mosteiros nos suplementos e revistas de viagem. No Brasil e em Portugal são sempre “mosteiros”. Mas bastou o repórter brazuca cruzar a linha de Tordesilhas ou ir a qualquer país onde o português não seja a língua oficial, e pronto: os mosteiros se transformam em monastérios.)

Etimólogos dos dois lados do Atlântico — algum pitaco?

63 comentários

Regionalismo por regionalismo o do Pará é interessante, geleira: barco à vela, com gelo para conservar peixe

    Essa foi bem interessante e não me é estranha: acho que em alguns lugares do Maranhão também se usa o termo.

Segundo o Aurélio: GELEIRA: sf. Amontoamento de gelo passível de deslocamento, nas regiões em que a queda de neve ultrapassa o degelo.

    Tina, e sobre “glaciar” e “glacial” – o que diz o Aurélio?

    Carla,
    Num Aurélio muito velho (anterior ao teste de DNA que desvendou a verdadeira paternidade dos burros e a concedeu ao Houaiss), glacial também é apontado apenas como adjetivo; “do ou relativo ao gelo. Gelado […]” Já glaciar é um substantivo masculino, relativo a geologia, e como acepção consta só “Geleira”.
    Curioso é que tanto o Aurélio quanto o Diccionario da Real Academia Española apontam como origem da palavra “glaciar” o francês “glacier”.

    Dando uma busca por “glacial Perito Moreno” dá até Folha. Mas não dá Estadão (então acho que eu estava errado mesmo na minha premissa de que glacial era a imposição dos revisores, haha).

Concordo com a idéia de que o termo “Glacial” para a tradução de “Glaciar” seja muito artificial! O próprio google tradutor diz que o exato é “Geleira”. No fim, o que vale sempre, é a sensação que fica depois de se experimentar uma visita a um local tão fantástico como esses.

Eu acostumei a ouvir “glaciar” durante o meu cruzeiro, em português de Portugal (porque o rapaz que explicava essas coisas era português legítimo). A princípio imaginei que haveria uma diferença científica entre as geleiras e os glaciares – depois acabei concluindo que a diferença seria apenas lingüística mesmo, mas ainda não estou 100% segura disso…

O Houaiss traz “glacial” apenas como um adjetivo, com significados como “frio como gelo”, “referente a geleiras”, “próximo aos pólos” e outros semelhantes. Ele registra apenas a forma “glaciar” como substantivo (a partir do francês “glacier”, de onde deve ter vindo a palavra em espanhol também…), sinônimo de “geleira”, “massa de gelo”.

O sentido de “geleira” explicado pela Isabel é registrado pelo Houaiss como um regionalismo de Portugal; outros regionalismos seriam de certos pontos do Brasil mesmo, “balde de gelo”, e de Moçambique, “refrigerador doméstico”.

    Todo mundo pesquisou no Houaiss… 😉 Alguém tem aí um Aurélio pra comparar?

Pronto!Problema resolvido. Alguém ainda tem dúvidas da origem da palavra “geleira”? Não? Ótimo! E não se fala mais nisso. Perfeito, Arthrur.

    Anna, muito obrigado. Complemento o meu último comentário com um parabéns especial à Meilin, que completa seu natalício exatamente nesta já citada augusta data.

    Of nothing.

    Obrigada, meus queridos VNiteróiVs, pela lembrança, e parabéns à todas as viajantes dessa comunidade tão especial!

    Répi bârzdei, chérie!

    E répi bârzdei atrasado pro Mario da Sylvia, que cumpleañou ontem!

    Curta muito o seu aniversário, grandes renovações e mil felicidades Meilin. Beijos&Abraços de parabéns.

    Happy birthday para o Mário da Sylvia ontem, para a Meilin hoje e para a Pat amanhã!!!

    Help people – surgiu oportunidade para esticar um final de semana em Floripa no trampo. Dicas de pousada, hotel BBB? Não achei nada de Floripa no blog. Sei que em 3 dias não vou poder fazer muita coisa mas não posso perder a oportunidade. Dicas são uélcom!!! rsrs

    Cristina, depende. Eu gosto do Deville Express, na Felipe Schmidt, quase fazendo a curva para a Avenida Beira-Mar. É um flat bom, você vai ficar numa área nobre, onde se pode ir a pé a vários restaurantes e alugando um carro pode percorrer a ilha inteira.

    Mas se você quer ficar de cara para a praia, aí você deve procurar algo em Canasvieiras, Ingleses, Lagoa da Conceição.

    Merchã: veja no meu blog a categoria “Floripa”. E veja também o Wazari do Alessandro, tem uma série de posts legais sobre a ilha.

    Bjs e parabéns também ao Mario e a Pat.

    Ops, tava esquecendo de você.

    Assim como o Arthur, eu sugiro ficar no centro e alugar um carro. Floripa sem carro não rola, e ficando no centro você escolhe pra onde quer ir todos os dias.

    Eu fico sempre no Ibis. O Valerim Plaza foi recentemente modernizado e tem boas tarifas.

    Arthur,
    seu merchant vai dar ROI. Com uma semana de antecedência para montar o trabalho que farei lá, deleguei a hospedagem e darei copy and paste nas suas sugestões. Mal terei tempo de me programar, o foco tem sido na viagem de férias em Maio.

    Riq
    imagina…ocupado com a viagem, pensar em mim, many thanks. Dormi com vc, ops, o Guia Praias que vc me autografou – pedi para checar o Ibis e o Valerim. A trabalho ficarei num que tb tá indicado (M. Itacorubi) então gostei.

    Assim espero. Boa viagem! E deguste umas ostras e/ou uma tainha recheada por mim, acho que está na época do peixe.

    O bom do Itacorubi é a localização a meio caminho entre o centro e a Lagoa. Dá menos de 10 minutos de carro até a zona dos barzinhos do centrinho da Lagoa 🙂

    Meilin…um pouco atrasada mas deixo aqui os parabens!!! (nossa que coincidencia eu pensei em vc ontem…devia ser um aviso)
    beijos

Querido Riq,

Segundo o Houaiss, glacial é adjetivo, portanto não é um bom nome. Já glaciar, substantivo masculino, para o dicionarista é o mesmo que geleira que, por sua vez, significa “extensa massa de gelo formada nas regiões em que a queda de neve suplanta o degelo e que desce das montanhas para as encostas e vales ou recobre vastas áreas territoriais, como as das regiões polares; glaciar”. O VOLP também concorda: glaciar e geleira.
Mas chamando como queira (ah o nome da rosa!), são lindos os glaciares!

    Corroborando minha simples e modesta explicação, as queridas colegas Eneida e Ana colocaram um ponto final na questão.

    Aproveito para desejar a elas e a todas as mulheres desta comunidade um beijo e um feliz Dia das Mulheres nesta augusta data.

    De nada.

Riq, tá lá no Houaiss e é a primeira acepção:

Acepções
? substantivo feminino
1 Rubrica: geologia.
extensa massa de gelo formada nas regiões em que a queda de neve suplanta o degelo e que desce das montanhas para as encostas e vales ou recobre vastas áreas territoriais, como as das regiões polares; glaciar

Eu acho que a geleira, enquanto gelo oriundo de água na sua forma sólida, oprimida e explorada ao longo dos séculos pelo imperialismo capitalista fascista burguês branco louro de olhos azuis espoliador, o qual lhe negou os mais elementares direitos básicos do ser humano e reduziu-a a uma coisa – num processo que Marx já alertava, qual seja, o de reificação, coisificação – a qual só agora começa a se libertar desse passado sombrio, merece ser resgatada e incluída no rol dos não-mais-excluídos, para um novo recomeço.

De nada.

Ricardo, Bom Dia.
Que linda imagem !!
Estou com uma enorme dúvida: para aonde ir na Páscoa? Estou com um problema. Esse feriado, é daqueles que quase nunca temos dinheiro, e sempre queremos uma viagem mais à dois. O que sugere?
Grato,
Guilherme.

    Vá pra algum lugar perto de onde você mora, são apenas três dias.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.