Gospel em Nova York: as dicas dos leitores

Harlem, Nova York

Assistir a um culto animado por música gospel é um dos programas mais interessantes de Nova York. O passeio é vendido por diversas agências, mas é perfeitamente possível de ser feito por conta própria. O Harlem tem metrô fácil, e é mais mal-encarado do que perigoso.

Como turistas, devemos ter consciência de que não se trata de um show: a gente entra de penetra numa cerimônia religiosa. Deve-se ir bem vestido: calça (ou saia) comprida, ombros cobertos, sapatos fechados. O culto é longo — pode levar mais de três horas. Por isso, nas igrejas onde não há lugar específico para turistas, sente-se o mais perto possível da porta se quiser sair no meio, para chamar pouca atenção.

A dica que eu tinha furou: o culto da igreja batista Mount Moriah (5a. Avenida, entre W126th e W127th St.; metrô 125th St., linhas 2 e 3; domingo, 11h), popularizada entre brasileiros pelo Nelson Motta, anda bem caidinho. Quando fui, no começo de setembro do ano passado, havia mais turistas do que fiéis. A Vera Lucia esteve lá em agosto de 2009 e também teve a mesma impressão. Caso você tenha ido recentemente e tido outra impressão (vai que a gente tenha ido durante as férias da congregação ou algo assim), por favor nos conte.

O principal destino dos turistas hoje parece ser a igreja batista Abyssinian. Visitantes não-religiosos precisam entrar em fila na W138th esquina com Adam Clayton Powell Jr. Blvd (metrô 135th St., linhas 2 e 3; domingo, 11h) para tentar conseguir um lugar. No site da igreja encontram-se as orientações para turistas (clique aqui).

A Alessandra Fiorini tem uma dica para quem não quer entrar na fila: o culto da Mother Zion, ali pertinho (W137th St., entre Lenox e 7a. Avenida; metrô 135th St., linhas 2 e 3; domingo, 11h):

Atravessando a rua da Abyssinian, há a Mother Zion Church, igreja episcopal-metodista, tranqüila para entrar e com culto muito bonito. Há dois corais: um mais pop (que canta pouco) e outro mais tradicional (predominante). É um culto meio paradão, mas achei que continha uma bela mensagem e os freqüentadores são muito simpáticos com os turistas.

O Augusto Takaschima dá outras duas dicas no Harlem: a igreja batista Canaan (W116th entre Lenox e Adam Clayton Powell Jr. Blvd.; metrô: 116th St., linhas 2 e 3; domingo, 11h) e o Greater Refuge Temple (2081 Adam Clayton Powell Jr. Blvd., entre W124th e W125th St.; metrô 125th St., linhas 2 e 3; domingo, 11h).

A Canaan Baptist Church possui um coro de 30 pessoas acompanhado de piano, orgão, baixo, guitarra, bateria e bongos. Na metade do culto as pessoas estão pulando e dançando. Há mais música do que sermão, o que é uma grande vantagem em relação à Abyssinian, onde a enfâse maior é na preleção. O inconveniente é que os visitantes só podem entrar depois que o culto das 11 já começou e em uma área reservada.

No Greater Refuge Temple a música não é tão boa quanto a da Canaan, mas o visitante sente-se mais integrado. Ao contrário das outras igrejas do Harlem, esta não possui uma área reservada ao turista. Na verdade a Greater Refuge parece mais um auditório do que uma igreja. Pela característica do espaço a acústica é muito boa, o que, somado à animação do pessoal (que leva às vezes seu próprio tamborim), transforma a visita em uma experiência bem próxima do que esperamos de uma igreja do Harlem.

Finalmente: para quem quer ouvir gospel sem se abalar até o Harlem, a Sylvia descobriu a Times Square Church (237 West 51st St., esquina Broadway, domingo, 10h):

Chegamos às 9h, fomos tomar café e retornamos às 9h30. Foi bem difícil conseguir um lugar para sentar, por isso sugiro chegar antes. Não é solicitado nenhum pagamento e os cânticos começam as 10h e terminam às 10:45h. Dá para ouvir trechos no site. Mas no domingo em que fomos o solista não era afro-americano.

Como sempre, o melhor guia é feito pelo compartilhamento de dicas dos trips. Se você tem alguma dica testada de gospel em Nova York, deixe na caixa de comentários, por favor! E obrigado a todos!


49 comentários

Pena que a maioria das opções seja para domingo… estou para NYC amanhã, mas volto de carro no domingo! Valeu as dicas 🙂
Acabei pegando um culto gospel em Memphis e foi bem bacana, o povo canta muito e participa! Me diverti 🙂

    ola mirela, estarei em memphis em 25/07 ate as 14,00 hs, poderia me dar o endereço do local onde vc assistiu ao gospel?
    bjus

Riq gostei muito do BB King, fica em frente ao Museu da Madame Tussaud. Aos domingos serve um bruch com música Gospel. Pelo menos no dia que fui, aos domingos as 13:00 achei muito bom. Claro que a comida é estilo americana, não vão esperando um Brunch a lah Pérgula do Copa Palace, mas tem uns paezinhos bons e saladas gostosas.
O site é
http://www.bbkingblues.com/brunch/index.shtml
A vantagem é que vc vai a pé mesmo da zona turística.
Abs

A fila na Abyssinian é enorme mesmo. O culto das 09:00 é só para a comunidade, O das 11:00 reserva lugares para turistas. Quando fui, a fila tinha começado as 08:00 (para o culto das 11:00). Só consegui entrar por conta do “jeitinho do Harlem” – um dos seguranças da igreja se sensibilizou com o fato de que éramos brasileiros voltando para o Brasil no dia seguinte. Coincidentemente, o segurança tinha estado no Rio há poucos meses… A imagem do Brasil é poderosa!!!

Estive em N.Y. em Maio de 2010 com muita vontade de voltar ao Harlem na igreja Mount Moriah onde fui pela 1ª vez em 1996.Além do coral maravilhoso,as mulheres se vestiam com taileurs e chapéus de cores fortes,umas todas de vermelho,outras de amarelo e no meio da cantoria,uma pegava o microfone e começava uma canção e todo o coral acompanhava.Me senti dentro de um filme.Um show!!!!!!!!!!!Dessa vez fui a igreja de Times Square.Chegamos por volta de 9h30min e a fila estava grande e nos andares de cima[lugar onde acomodam os turistas que não ficarão até o final do culto}estava lotado de turistas,ficamos na 4ª fila de pessoas em pé.O teatro ,hoje,ocupado pela igreja é belíssimo.Descemos e vimos por um telão o coral,eles colocam a letra das músicas para que todos cantem.As músicas são animadas, ninguem consegue ficar parado.O que eu esperava rever e mostrar aos meus filhos [as mulheres com aqueles trajes típicos de filme]não foi possível mas tb não sei se no Harlem isso ainda existe.De qualquer forma acho que vale ir a uma dessas igrejas ,mas é importante chegar bem cedo pois têm turista de todas as partes do mundo .

    No domingo que fomos , a 3 semanas atrás, todas as afro-americanas estavam com trajes domingueiros, muitas de chapéu .
    A fila de turistas de pé ocupava só uma fileira.
    O que me chamou atenção , foi grande numero de asiáticos que fazem parte da comunidade.

    Na segunda feira , voltávamos de onibus para casa , e um moço que estava descendo do onibus falou : ” ví vcs no culto , vou esperá-los no proximo domingo ” ( bem que eu gostaria de não te-lo decepcionado ) 😉

    Sylvia, estou com uma dúvida. No post diz que a igreja fica na 1757 Broadway, entre W56th e W57 St. No site deles, diz que é na 237 West 51st St. corner Broadway. Como vc foi, pode me ajudar? Estou programando para ir no domingo 22/08. Muito obrigada.

    Lud , o endereço correto é
    237 West 51st St / Broadway
    Depois conta pra gente !

Riq, que posto excelente, vou passar 1 semana em NY e já anotei a dica da super Sylvia, entrei no site da igreja e conheço até o pastor fundador, além da música a mensagem também deve ser ótima.

Ola! Com a ajuda preciosa dos trips em novembro passado estive em NY e tb aproveitei pra fazer um pequeno roteiro gospel. Fomos na Brookling Tabernacle http://www.brooklyntabernacle.org/Visitors-Center/Services/, indicada por amigos que já a conheciam, e foi uma experiëncia MARAVILHOSA. O Coral é encantador, a mensagem linda, enfim, foi uma experiencia emocionante. O coral dessa igreja é realmente espetacular e nós nunca haviamos visto tantas vozes juntas. No site indicado estão os horários dos cultos e as indicações de como chegar. Nós fomos de metro e foi super fácil chegar, mesmo no Brookling e partindo da ilha. O templo é bem bacana, parece um teatro enorme, com teto ornamentado, cadeiras super confortáveis e as pessoas extremamente simpáticas e receptivas com os visitantes. Como bem lembrou o Riq trata-se de um culto, então não é possível filmar ou gravar o coral, mas eles tem uma livraria ótima onde são vendidos os CD’s. Fomos pela manhã e após o serviço almoçamos em um restaurante bem característico, tb ao lado da igreja, com muita carne ao estilo Dallas e junto com as pessoas do próprio bairro. Foi um ótimo passeio e até hoje me emociono lembrando da apresentação. Espero poder ter ajudado um pouco, pois o VnV sempre me ajuda muuuuito
😉

    Olá Yara!

    Vou em setembro desse ano e gostaria de saber como faço para chegar la detalhadamente de manhattan. vc disse que foi pela manhã, eles tem cultos todas as manhãs? como funciona? Tks….

    Oi Dayane (desculpe a resposta gigante, mas espero ajudar!).

    Eles tem 3 horários de culto no domingo: 09h / 11h / 15h.
    Chego sempre uns 30 minutos antes para conseguir sentar com tranquilidade. Já vai estar cheio, mas ainda encontra bons lugares. A dica de ficar perto da porta é importante, caso você queira ficar apenas para a parte do louvor.

    Já fui em culto com o coral cantando, e outro com um conjunto de integrantes do coral. Não sei dizer qual foi mais bonito. É realmente emocionante.

    As estações mais próximas são as seguintes:
    Jay St (metrôs A,C,F,N,R)
    Borough Hall (metrôs 2,3,4,5)
    Hoyt St (metrôs 2,3)

    O mais fácil é pegar os metrôs A, C ou F até a Jay St. Saindo na Jay Street, já é a própria rua do templo.
    Vá no Google Maps, coloque o endereço do templo: (17 Smith Street, Brooklyn, NY 11201), e ficará mais fácil para você se localizar.

    No site deles vc encontra mais algumas informações: http://www.brooklyntabernacle.org/
    Há outros dias de culto, mas os principais (com louvorzão) são os de domingo mesmo.

    Aproveite que já está no Brooklyn, caminhe pela Fulton Street, E se tiver ânimo dê um pulinho na Target ali perto.

    O roteiro que mais gosto de fazer é:
    No domingo pela manhã, atravesse a Brooklyn Bridge (cerca de 40 min.), caminhe até o Brooklyn Bridge Park e tire algumas fotos de Manhattan.
    Se estiver ainda animada para caminhar, vá andando até a Igreja (cerca de 2km), ou pegue o metrô A/C na High St. e desça na próxima estação (Jay St.).
    Conforme o horário que você começou o passeio, assista o culto das 9h ou das 11h.
    Na saída, não deixe de caminhar pela Fulton St. que possui diversas lojas, muitas vezes com o preço mais convidativo que Manhattan. Tem também várias lanchonetes para almoçar (inclusive um Shake Shack com menos fila) ou o Dallas BBQ (na Livingston St.)
    Depois você pode voltar ou pegar o metrô até a estação Atlantic Av e passar na Target para fazer umas compras. No Mall onde fica a Target, também há várias lojas conhecidas.

    Se quiser assistir ao culto de 15h, pode fazer as compras antes. É só vestir sua fantasia de turista cara de pau, e chegar ao culto carregada de sacolas. Eles estão acostumados a receber turistas, e sempre fui muito bem recepcionada. Com ou sem sacolas..rs

    Se você gosta de um bom louvor, não deixe de fazer esse passeio.

Eu fui na Mount Moriah em 2000 (!) e naquela época já tive a impressão de que não era 100% original. Fui por conta própria; havia uma filinha bem pequena e o número de turistas não era grande. Achei que havia poucos locais também. Para mim pareceu que estavam encenando o culto. Cantaram, fizeram uma certa demonstração de como funciona um culto evangélico e depois uma senhora convidou os turistas a se retirarem (acho que era a guia do grupo que estava na fila, mas nós tivemos que sair também).

De qualquer jeito, se as dicas novas ainda não foram popularizadas, acho um programa bem bacana. 🙂

Essa igreja- teatro em midtown, foi um achado !
Tem muitos turistas , mas são a minoria.

Ao chegar , eles perguntam se é a primeira vez no local, e neste caso, colocam o pessoal em pé atrás das cadeiras para não atrapalhar o culto após os canticos.

Na verdade isso não muda nada, pois todos, absolutamente todos, ficam em pé – cantando e dançando -durante os 45min em que o coral está cantando.

O que fizemos foi subir ao segundo andar ( seguindo um monte de gente) e achamos duas cadeiras vazias.Saimos uns minutos antes de terminar para não atrapalhar o culto.

Se gostei ? Muito !

É animado , contagiante , diferente e super tranquilo.

A grande vantagem é que a turistagem continua direto , saímos dalí para a ponte do Brooklin e voltamos para almoçar em Manhatthan.

Ouvi falar que o culto das 6 da tarde de domingo tb é super animado .

Oi Riq,
Queria complementar que a fila na Abyssinian é gi-gan-tes-ca. Dobra o quarteirão – e só entram 50 pessoas por culto, ou seja, ou vc chega cedíssimo ou desencane!
E, meu nome é Alessandra Fiorini, não Adriana!

Bjs
Ale, a Fiorini Originals 🙂

    Milhõõõões de desculpas, Alessandra! Já tá corrigido.
    😳

Riq, só uma dica: a partir de ontem houve uma e-n-o-r-m-e mudança em todas as linhas de metrô e ônibus da cidade. Sugiro que se dê uma olhadinha aqui, antes de sair: http://travel.mtanyct.info/serviceadvisory/

O metrô “W”, por exemplo, não existe mais. 😉

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.