Hotéis em Lima pra Sylvia

Miraflores. Foto: Ernesto, o Pato Econômico

O próximo destino da Sylvia é Lima. Claro que, depois que ela voltar, vai ser difícil superar as dicas padrão Sylviatravel™ que ela vai trazer na mala de mão. Mas por enquanto ela está do outro lado do balcão, aceitando de muito bom grado toda dica esperta que a gente puder passar.

A pergunta específica dela é: existe algum hotel com melhor custo x benefício que o Radisson Miraflores? E aproveitando: vocês que já foram, em que bairro recomendam ficar? Miraflores ou San Isidro?

Eu fiz o meu deverzinho de casa e descobri que os trips normalmente ficam em Miraflores. O EduLuz ficou no Miraflores Park. A Carla Portilho ficou no León de Oro. A Lu Malheiros ficou no Bayview. O Arthur ficou no Sol de Oro. A Wanessa Lima, no San Agustín Colonial. E o Ernesto, o Pato Econômico, no Ariosto.

O 36 hours in Lima do New York Times também recomenda Miraflores.

O The Peru Guide tem um bom comparativo entre Miraflores, San Isidro e Barranco.

E você? Já foi a Lima? Onde se hospedou? Onde se hospedaria se voltasse? Conta pra gente!

Foto: Ernesto o Pato.

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


107 comentários

Sonesta Hotel El Olivar: na frente de uma praça arborizada com as oliveiras plantadas pelos espanhois no século XV ou XVI. Bom café da manhã, ótimo bar, ótima academia de ginástica. Recomendo!

Estivemos no Radisson Miraflores no começo desse ano e gostamos muito. Destaque para o café da manhã e para o serviço, além da localização. No check-in, conseguimos um upgrade para um quarto enorme com vista para o Pacífico. Reservamos pelo http://www.hoteis.com e achamos as tarifas, com café, muito justas.
Não deixe de ir também ao “Pescados Capitales” – dica que minha esposa pegou no site do Edu Luz. É ótimo e comprova a excelência da culinária peruana.

Embora San isidro seja um bairro lindo, charmoso, com otimos restaurantes; é mais residencial, portanto, prefiro hospedagem em Miraflores pelo clima mais agitado, e pela facilidade de estar perto de tudo.

Meu marido estava trabalhando em Lima. Ele alugou um apartamento em Miraflores com outro colega de trabalho. Miraflores disse que é um bairro residencial tranquilo. Ele gostou muito e, especialmente, a comida dos restaurantes da área. Sempre disse que o país tem comido tudo o que de melhor tem sido está no Peru. Muito misto de comida oriental e ocidental.
Sylvia, boa viagem com o seu maridão!

VIVA! Post bookmarcado, copiado e colado! Volto à Lima em julho!
Carla, que sintonia, hein? 😉 Que bom que o Radisson é tudo que parece.
Sylvia, o Bayview está superbem localizado, mas não ficaria lá de novo por conta do cheiro de mofo nos quartos. Ah! Passei rapidamente por San Isidro e gostei da cara do bairro. Ainda assim, Miraflores me parece o melhor lugar para se hospedar.

Poxa, quanta gente indo pra Lima em Janeiro! Eu também estou na turma dos que vão aproveitar as promos passadas da LAN! Vou dia 8 e pretendo fazer LIMA – NAZCA | NAZCA – AREQUIPA | AREQUIPA – PUNO | PUNO – CUZCO
Alguém que vai passar próximo disso!? Alguém em Lima dia 08.01?!

    cara…eu e minha namorada iremos fazer um perurso similar…mas chegaremos em Lima dia 1º/1 e retornaremos ao Brasil dia 14/01

Oba, vou pegar carona nesse post que tambem tô procurando hotel em Lima pra viagem de janeiro :mrgreen: Pelas pesquisas que fiz, parece que ficar em Miraflores é mesmo mais interessante. E que ótimo contar com o depoimento fresquinho da Carla sobre o Radisson – eu não tinha nenhuma referência assim, tão palpável sobre ele 😉

Fiquei na suíte do albergue Kusillus em Miraflores. O quarto era grande, o albergue era simples mas limpo e organizado. E o bairro é excelente, cheio de restaurantes e lojar.
Mesmo para quem não gosta de albergue, o bairro é show.

Sylvitcha, eu e Paulinho ficamos no Radisson Miraflores agora no feriado de Finados – e acho impossível superar a relação custo x benefício. Além disso, o sushi bar do hotel é sensacional – comi uns makis de ceviche que me dão água na boca até hoje… 😉

Uma dica que só fui aprender agora: quem não gosta de pechinchar preço de corrida de táxi pode se poupar do trabalho tomando apenas os táxis amarelinhos. Eles pertencem à municipalidade de Lima, e já cobram o preço justo – mas diz o bom senso que continua sendo melhor perguntar antes…

Outra coisa que não se pode deixar passar é um jantarzinho no Astrid y Gastón – menu-degustação de 5 pratos a 99 soles, inacreditável!!! E dá pra ir a pé se você se hospedar no Radisson…

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.