Viajou com milhas para fora da América do Sul? Conte pra gente!

Voando (quase) de graça em Paris

Não escondo de ninguém: acho que o melhor uso para milhas é dentro do Brasil e da América do Sul. Não apenas porque o desembolso em milhas é menor (20.000 milhas ida e volta; às vezes menos, quando aparecem promoções), mas também pela facilidade de poder resolver tudo no site da TAM e da Gol, sem precisar ligar para nenhum callcenter e ficar negociando datas.

Viajar com milhas para o Hemisfério Norte, porém, continua sendo o sonho de consumo da maior parte dos que juntam milhas. E a minha falta de experiência prática no assunto — já que troco todas as minhas milhas por passagens domésticas ou para a América do Sul — faz com que eu não domine os atalhos e as pegadinhas da coisa.

Topa compartilhar o seu conhecimento com a gente?

Se você conseguiu — ou pelo menos tentou — trocar milhas por passagens aéreas para a Europa, os Estados Unidos e o Caribe, conte a sua experiência. Não se esqueça de dizer quando fez a solicitação, para que época e em qual companhia.

No fim da enquete vou produzir um post-resumo com as conclusões da turma.

A caixa de comentários é toda ouvidos. Obrigado!

405 comentários

Bom dia a Todos.
O Meu caso é semalhante a alguns relatos, eu tinha pontos do Cartão de crédito e antes de trasferir, pesquisei sobre roteiros disponives e onde eu teria maior probabilidade de conseguir voos para europa, Eu tinha duas uma eram as datas, tinha que ser 10 a 12dias entre 15 de abril a 10 de maio limitações que sá tinha 120 mil pontos, então eu tinha que conseguir a tarifa mais baixa de 20 mil cada trecho (2 pessoas em baixa estação). Decidi trasnferir para o Fidelidade.
O Site da TAM mostra sem dificuldades as opções para voos operados pela empresa, podendo inclusive fazer o resgate diretamente pleo site. Se voce quiser alguma outra cidade tem que ser por telefone, mas em nenhuma das ligações que fiz esperei mais de 5 minutos para o atendimento, que sempre foi muito pasicente e esclarecedor.
Meu roteiro foi definido pela disponibilidade da passagens por 20 mil pontos. tentei e não consegui passagem para Lisboa, Madri, Barcelona ou Roma. Tinha disponibilidade para Frankfourt ou Amsterdam. Para volta teria as opções de Genebra, Milão ou Paris.
Comprei as passagns de IDA para Amsterda via Frankfourt (TAM+LUfthansa), e volta de Paris direto para o Rio. 2 meses de antecedencia foram suficientes no meu caso.
Agora estou ansioso para o dia 18 deste mês emarcar, Vou fazer uma nova Lua-de-Mel, passeando de Bike nos campos de lfores da Holanda, comendo um chocolate na Bélgica e por fim. Paris….
Bem, mesmo tambem achando que vale mais a pena usar a milhagem no Brasil, economisei por volta de 4 mil em passagens, era a forma masis econômica de ir a Europa pela primeira vez.

Como comentei acima, o Programa Fidelidade TAM está a cada dia pior… Sempre me lembro da frase do Ricardo Freire: “milha boa é milha gasta”. Cheguei a fazer várias viagens com milhas: Santiago, Orlando, Las Vegas/São Francisco, Washington/NY… Mas de uns tempos pra cá está praticamente impossível, principalmente Orlando e NY. Mesmo emitindo com 6 meses de antecedência, o que se consegue são voos cheios de conexões, fora a dificuldade de conciliar data da ida com data da volta (parece que eles fazem de propósito, inclusive)… Enfim, estou passando a pensar assim também: o negócio é usar dentro da América do Sul. A não ser quem tem muita disposição pra se pendurar no telefone, muita flexibilidade de datas pra marcar a viagem conforme a passagem que conseguir… E estiver em um número pequeno de viajantes.

Bom dia, tenho cerca de 230.000 milhas. Gostaria de uma dica para usá-las. Somos 2 adultos e 2 crianças pagantes. Existe algum lugar que possa ser melhor aproveitado?

Agradeço

    Olá, Rodrigo! Depende de onde você tem suas milhas e da época em que você vai. Mas em quatro pessoas você só vai conseguir viajar para a América do Sul ou Caribe. Para os Estados Unidos, só em período promocional pela American.

Dia 15 de março desse ano fará um ano que fomos (meu marido, meu filho e eu ) para os EUA com milhas. Tudo foi muito tranquilo. Como já dito anteriormente temos que ter paciência e tratar muitíssimo bem as atendentes do cal center (uma massagem no ego delas ajuda) para que tudo flua mais rápido. No nosso caso resgatamos duas passagens pela AA via Smile e 1 passagem pela AA via Adventure. O atendimento da AA não se compara com o do Smile. Inclusive foi a atendente de lá que me deu as dicas de stop e que era melhor eu fazer a reserva na AA (pois lá é possível fazer isso pois dois dias) e só depois tentar encontrar as outras duas passagens na Gol. Depois entáo de emitidas as passagens na Gol voltei ao call center da AA e emiti a passagem que já estava reservada. O roteiro foi Fortaleza -Los Angeles -FOrtaleza, com stops em NY na ida e na volta, Pós Los Angeles stop em Miami, de onde retornamos para o Brasil. A única condição que a atendente disse que tínhamos que cumprir era passar pelo menos 24h em cada cidade do stop, o que não foi muito difícil, principalmente em NY. COmo passamos 30 dias por lá valeu muito a pena. Porém só soube dessas vantagens por conta da atendente da AA. Agora estamos vendo se conseguiremos emitir passagens para Europa. Ainda estou na dúvida se transfiro minhas milhas para Tam ou Smile. Alguma recomendação? Obrigada

Já emiti voos para Europa e EUA com a TAM. Em 2008 fomos para Paris e foi tranquilo, juntamos as milhas conforme regras da cia, ligamos com 6 meses de antecedência e voilá! Tudo ok!
Ano passado a coisa foi beeem diferente,a própria TAM mudou as regras e criou novas categorias como Economica Restrita, Irrestrita, uma confusão e o preço obviamente aumentou muito! Mesmo com os 6 meses de antecedencia gastamos 130 mil milhas (isso mesmo) para SP-Miami-SP (2 pessoas) para viajar em outubro (baixa temporada na tabela deles). A volta seria por NY mas aí gastaríamos os 130 mil pontos para apensas 1 perna!
E quando tentamos por telefone a “melhor” opção encontrada pelo operador foi voar para Miami via Toronto, gostaram dessa?

Pense num arrependimento em ter todas as milhas presas à essa empresa que faz os clientes de palhaços. 🙁

    Dá para conseguir, mas tem que ter insistência. No meu site dou várias dicas para achar passagens da TAM.

    Realmente, a TAM está alterando o programa de milhas dela e sempre PRA PIOR. Antes, se era baixa temporada, a passagem para a América do Norte “custava” 20 mil milhas (cada perna) e, se o vôo fosse TAM (como Orlando, por exemplo), existindo assentos disponíveis era possível emitir. Agora, com essas categorias, a “econômica irrestrita” sai “a bagatela” de 65 mil milhas, mesmo na baixa temporada. Conseguir aquele voo direto para Orlando (destino muito procurado por brasileiros) é impossível!

Já consegui marcar para Europa tanto pela Tam quanto pela Gol. Com a TAM foi muito fácil, pois marquei com 6 meses de antecedência. Já a Gol deu um pouco de trabalho mesmo faltando mais de 6 meses para a data da viagem. No fim precisei emitir a volta na executiva, mas deu certo. Tem que ter paciência!

Consegui emitir, na semana passada, 6 passagens ida e volta para a Europa com milhas TAM, ida para Paris retorno por Frankfurt para julho deste ano. 90.000 milhas cada. Realmente o segredo parece ser a antecedência e a paciência, fiz, no total, 5 ligações para o call center da TAM (queria conectar o voo da ida, que é para Frankfurt, com algum voo para Paris, deu certo com a Lufthansa) em três dias seguidos.

Caros, não sei se seria este o melhor local para tirar esta dúvida, mas queria saber qual o melhor programa de milhas para trocar os meus pontos do cartão de crédito (51 mil pontos no Uniclass). Quero usa-los em minha lua de mel em cancun agora em abril. Alguem tem alguma idéia?

Obrigado

Pessoal, me ajuda aí. Sou nova nesse lance de milhas e não sei nada ainda rs. Tenho 16 mil milhas e pelo que estou vendo jamais conseguirei viajar para os EUA com isso né. Recentemente a Smiles lançou uma promoção com 6mil milhas o trecho internacional. Algiém sabe se contempla America do NOrte? Valew pesssoal.

Fui para Europa em novembro/2011 pela TAP com milhas da Tam. Foi tranquila a troca. Com 6 meses de antecedência fui a uma loja da Tam e troquei um trecho. Depois fui novamente e troquei pelo trecho do retorno. Não houve nenhum problema.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.