LadyRasta explica: por que Santo André é bacana

Santo André, Bahia

A querida Flavia Penido, the one and only LadyRasta, está desde o fim do ano fazendo uma das coisas mais gostosas que existem: pulando de praia em praia na Bahia. Quando chegou a Santo André, vilarejo 30 km ao norte de Porto Seguro (devidamente protegido por um riozinho que só se atravessa com balsa), quase não saiu. Ela foi para passar três dias, acabou ficando seis, e não vê a hora de voltar.

Neste post recém-publicado no seu blog, ela conta os porquês deste lugar ser tão especial. E eu republico aqui até por penitência — eu demorei muitos anos para identificar o verdadeiro charme de Santo André.

Vá ler — e aproveite a viagem para ver também como ir do Arraial d’Ajuda a Santo André pelo modo semi-roots, outro post de utilidade pública para quem quer zanzar pela região.

39 comentários

Vou para Santo André na Semana Santa e estou com dúvidas em relação a dinheiro. Li que em Santo André não existem agências bancárias.
O Cartão de Crédito é aceito nos restaurantes lá? Há algum caixa eletrônico/banco 24 horas?
Agradeço a ajuda…

    Olá, Monica! Todos aceitam cheques e muitos aceitarão cartão de crédito. Pode sacar dinheiro no aeroporto de Porto Seguro, que tem caixas eletrônicos de todos os bancos.

Oi, Riq. Oi, Bóia.
Eu, a patroa e nossas três crianças pequenas passamos o carnaval em santo andré. Devido à falta de infra das pousadas locais para crianças pequenas, resolvemos cacifar a Toca do Marlin.
Valeu a pena! Serviço excelente e simpático, ótimas instalações e, acreditem, 2 km de praia deserta só pra gente!!! A piscina também é ótima, grande e com vista pro mar, tem degraus largos onde as crianças brincavam sem bóias.
O hotel, com sua pinta de haras (o estilo é meio “pampas encontra a bahia”), poderia ter um charme praiano maior. O conforto é acima da média: bela cama, ótimo banho, quartos enormes, ar condicionado split, etc., mas falta um pouco de baianidade ao hotel.
A nota negativa da viagem fica pra famigerada barraca da maria nilza na praia do guaiú. É uma clássica armadilha para turistas! Serviço mal-humorado e desatento, comida mediana e preços exorbitantes. Um arroz de polvo para duas pessoas custava R$ 130,00!!! Uma porção de batatas fritas, R$ 30,00!!! Os preço eram de são paulo, mas sem a qualidade e o serviço paulistas. Uma lástima.
A vila de santo andré é agradabilíssima e têm boas opções de hospedagem. Visitamos algumas pousadas (victor hugo, ponta de santo andré, gaili) e curtimos sobretudo o astral da vila como um todo.
A nota alta fica pra CasaPraia, onde passamos um delicioso pôr-do-sol e comemos ótimas pizzas.
Voltaremos à santo andré com certeza! Obrigado pelas dicas.
Abs

    Olá, Pedro! Temos ótimas referências da Maria Nilza. O problema é que no carnaval é difícil manter a qualidade em qualquer ponto do litoral. Talvez a Casapraia não sofra porque não está na rota dos passeios e bate-voltas!

oi, bóia.
obrigado pela resposta.
infelizmente, a victor hugo já está cheia. me indicaram a pousada Gaili. vc conhece? tem alguma info?
a araticum não tem piscina e, com crianças e longe da praia, acho que vai fazer falta.
obrigado!

    Olá, Pedro! Acredito que a Victor Hugo não aceite crianças, você não mencionou isso. Todas as pousadas de Santo André são simpáticas.

oi, riq.
quero ir pra santo andre com a patroa e as crianças pequenas. qual pousada vc recomenda, victor hugo ou araticum? gosto de pousadas pequenas e charmosas (a pousada do caju na rota ecológica é das minhas favoritas) e quero evitar muvuca e axé.
obrigado e parabéns pelo site.
abs

    Olá, Pedro! Aqui quem responde é A Bóia.

    A Araticum fica na estrada, a uma pequena caminhada da praia, meio no esquema do Caju. (Verifique no site se há piscina.)

    A Victor Hugo está à beira-mar. O resort Costa Brasilis é vizinho mas todos os relatos dão conta de que não atrapalha em nada.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.